Entrevista com a revelação gaúcha de 22 anos, Débora Ferreira da Klin Team

A oitava edição do JVT Championship, evento do promotor Jorge Velho, acontece dia 16 de maio em Caxias do Sul no Rio Grande do Sul, por volta das 20...

A oitava edição do JVT Championship, evento do promotor Jorge Velho, acontece dia 16 de maio em Caxias do Sul no Rio Grande do Sul, por volta das 20 horas no ginásio Vascão, com o combate principal entre mulheres, aliás um combate entre Paraná e Rio Grande do Sul. O evento receberá 10 combates de MMA, um de Muay Thai e um de K-1.

A representante paranaense é a atleta Paula Vieira da equipe Gentilini Fighters/Siqueira Campos que enfrenta a gaúcha em ascensão, Débora Ferreira da equipe Klin Team.



Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

Lutando em “casa” a caxiense, Débora Ferreira vem de derrota, a única no cartel, para Antonia Silvaneide da Silva por decisão unânime no XFC International 8 em dezembro de 2014. No cartel a gaúcha acumula 4 triunfos (3 nocautes e uma decisão) e um revés.

Em bate papo com o Nocaute na Rede a gaúcha revelou sua história de vida, influência, última derrota, seu próximo desafio e muito mais, confiram:

Débora explicou onde tudo começou e quem foi a sua grande influência.

“Tudo começou quando simplismente meu pai chegou em casa e disse para mim e minha irmã que havia nos incrito em uma academia ‘de luta’ e que queria que fossemos treinar para ao menos, ‘saber se defender’ caso algum dia fosse preciso. Na verdade, minha grande influência para estrear no Muay Thai, que é minha origem, veio da minha irmã mais nova, que fez sua estreia um mês antes e quando a vi lutar, com apenas 14 anos, senti uma admiração incrível por ela. Logo após fiz minha estreia e várias lutas consecutivas.”

Admiração, Inspiração …

“Acho que, assim como a grande maioria dos(as) brasileiros(as), Cris Cyborg fica no topo da lista, porém, além dela, gosto muito de outra brasileira também da categoria peso mosca, Vanessa Porto”.

Sobre a preparação para o próximo combate a gaúcha comentou sobre os responsáveis pelo seu camp.

“Na parte de Muay Thai e Boxe, Rodinei Klin da Klin Team é o responsável pelo meu treinamento, na parte de Jiu Jitsu, Submission e Wrestling o Sensei Jerônimo Costa, da Sul Jiu Jitsu faz o acompanhamento, sem esquecer do meu preparador físico Paulo Roberto dos Santos”.

Na última derrota, para Antonia Silvaneide da Silva no XFC Internacional 8, Débora explica:

“Creio que não há um ‘motivo específico’ para minha derrota, pois havia treinado e estava pronta para a luta, minha adversária se saiu melhor conseguindo aplicar seu jogo, méritos dela! Além disso, apesar de ninguém gostar da derrota, ela é a base para fazermos diversas correções, a fim de sempre buscar a evolução”.

Já sobre o próximo desafio e sua adversária, a gaúcha não pensa duas vezes na resposta:

“Minha próxima luta? VITÓRIA, é só isso que se passa na minha cabeça. Quero conquistar mais espaço dentro do cenário do WMMA nacional e para que isso aconteça, os objetivos devem estar bem traçados. Com relação a minha adversária, estava pronta para lutar com a Pri Ferreira, que não sei qual o real motivo, foi substituida rapidamente fazendo com que todo um estudo fosse feito novamente. Independente de quem seja, irei em busca somente da vitória, completou a atleta bastante confiante para o duelo”.

Por fim a atleta mandou um abraço para as pessoas que torcem por ela.

“Ao pessoal que torce por mim, muito obrigado pelo apoio, seja ele qual for. Meu marido que está sempre comigo, família, treinadores, colegas de treino, e ainda aos patrocinadores Loja MMA, DioSport, Fisioterapeuta Sullivan Moreira, minha Nutricionista Nathália Ribeiro Hirata, ao super Preparador Físico Paulo Roberto dos Santose, não esquecendo da responsável por manter minhas unhas sempre impecáveis, Unhas Decoradas Bianca Boschetti”.

Confira o card completo do evento (sujeito a modificações):

MMA

até 57 Kg: Paula Vieira da Silva (Gentilini Fighters/Siqueira Campos) vs Débora Ferreira (Klin Team)
até 77 Kg: Lorival Lourenço (Gentilini Fighters/Luzz Arena/Guapirama) vs Juscelino Ferreira Caetano (Training)
até 77 Kg: Marlon Santos (Team Pimentel/ASM De La Riva) vs Silas Robson (Training/Giovanni Reis)
até 52 Kg: Claudia Vasconcellos (Clube da Luta Viamão/Team Pimentel) vs Carolina Karasek (Spartacus)
até 120 Kg: Luis Nei Gomes (Lions) vs Leandro Xavier (Spartacus/Montenegro)
até 57 Kg: Alexandre Pit (Astra Fight Team) vs David Rodrigues (Klin Team)
até 61 Kg: Sérgio Henrique (Thai Fighters) vs Adrison Cardoso (War Velasques Team/Astra)
até 70 Kg: Willian Alves “Gralha” (Sombra Team) vs Igor Mieres (Garra Team)
até 66 Kg: Leandro Barbosa (Jorge Velho Team/Uega) vs Gabriel Velho (Training)
até 84 Kg: Patrick Quadros “Alemão” (Team Pimentel) vs Rodrigo Quetinélis (C.T. Bellatórum/Carvalho Team)

K-1

até 67 Kg: Guilherme “Ceará” (Ceará Team) vs Rodrigo Velho (Academia Training)

Muay Thai

até 71 Kg: Willian (DK1 Shamo) vs Leandro Machado (Scorpion)

*OBS: Ordem das lutas de baixo para cima.

Para mais informações visite o site oficial do JVT Championship www.jorgevelhoteam.com.br.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × um =

RELACIONADO POR