Entrevista com Dileno Lopes: “Me inspiro em duas pessoas, um é campeão do Bellator e o outro é campeão do UFC”

Hoje o bate papo é com o manauara Dileno Lopes, atleta da Nova União que conta com um cartel de 18 vitorias e 2 derrotas. O lutador amazonense não...

Hoje o bate papo é com o manauara Dileno Lopes, atleta da Nova União que conta com um cartel de 18 vitorias e 2 derrotas. O lutador amazonense não conseguiu o título do The Ultimate Fighter (TUF) Brasil, mas tem muitos motivos para comemorar. Ele foi contratado pelo (UFC) por dois anos.

Na conversa ele fala sobre sua trajetória, seus ídolos, expectativas para UFC, também uma possível revanche contra Rony Jason e muito mais que você pode conferir abaixo.



Há quanto tempo você luta? E como as artes marciais entraram na sua vida?

Luto há 15 anos, comecei pelo jiu-jítsu. Entrei pelo convite do meu cunhado (Alex) que sempre me convidava e falava do mestre Marcos Lóro Galvão, mas não me importava, por que jogava bola, porem acabei aceitando o convite, fui conhecer a academia e também já começar a treinar.

Tem algum atleta em que você se inspira?

Não tem apenas um atleta em que me inspire, tem dois! Me inspirei mais no Marcos Lóro Galvão para entrar nesse mundo das lutas, é um cara que eu sempre assistia as lutas e queria ser como ele, queria lutar igual ele, queria viver pra isso (lutar), me inspirava pra chegar onde eles chegaram e ser conhecido. Outro seria o José Aldo que além de ser um grande atleta é um grande incentivador para os atletas da nova união. Sempre me inspirei nesses caras, na trajetória de vida deles, que é parecida com a minha também.

Qual foi a sua luta mais difícil? 

Sempre digo que todas foram difíceis, mas a ultima luta sempre é a mais difícil pra mim, até por que foi em um evento grande, no UFC, na final do programa TUF! Então pra mim essa foi a mais difícil. 

(Foto: Sherdog)

(Foto: Sherdog)

O que você acha que faltou para se tornar o campeão peso-galo do TUF Braisl 2015?

Como sempre falo, acho que não faltou nada, treinei bastante fui bem preparado, mas um de nós teve que sair campeão, fomos com muita sede ao pote querendo a vitória, foi a melhor luta que eu já fiz na minha vida. Pode ter faltado um pouco de estratégia na hora da luta, mas os dois queriam vencer, foram pra cima e eu dei meu máximo.

Após o programa pretende mudar de categoria ou continuar na mesma do programa (peso-galo)? 

Quero fazer um experimento pra ver se me adapto bem a categoria dos galos dentro do UFC. Sempre lutei nessa categoria, acho que dentro do UFC não vejo problema de continuar, pois a grande maioria dos lutadores tem a minha estatura. Também por que vão interromper o uso de soro infiltrado e eu não gosto de usar soro por que eu recomponho bem meu peso, então vou ficar nas primeiras lutas no peso galo e se tudo der certo quem sabe no futuro posso descer pro peso mosca. 

Algum adversário especial em vista? 

No momento não tenho nenhum adversário a desejar, estou chegando agora, então deixo isso na mão dos organizadores, quero conquistar algumas vitorias e depois quem sabe começar a pedir algumas lutas.

A revanche contra Rony Jason ta descartada?

Não, aquilo ainda ta entalado, daqui um tempo quando eu já estiver bem adaptado ao UFC, quero fazer um pedido pra tirar essas duvidas da luta contra o Rony Jason, ele é um cara muito duro, é um atleta completo, mas no futuro essa luta pode acontecer.

O que você acha do campeão da sua categoria no UFC? (T.J. Dillashaw)

O Dillashaw é um cara completo, bem explosivo. O lutador que quiser vencer ele tem que tentar travar essa movimentação, espero que esse lutador seja eu. Futuramente posso enfrentar o Dillashaw e vencê-lo, por que acho que ele esta só guardando esse cinturão pra mim (risos).

Recado final aos seguidores do NOCAUTE NA REDE!

Peço que fiquem sempre ligados aí no NOCAUTE NA REDE, um site que esta sempre por dentro de tudo que rola dentro do mundo do MMA, e também não deixar de me seguir e acompanhar minhas lutas. Fiquem sempre ligados.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Robson Paes



Categorias
EntrevistasLutasMMA InternacionalUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

3 × cinco =

RELACIONADO POR