Entrevista com Glaico França Moreira, finalista do TUF Brasil 4

Hoje o Nocaute na Rede bate um papo com Glaico França Moreira, finalista do TUF Brasil 4. O peso leve catarinense, natural de Curitibanos, treina na equipe Astra Fight...

Hoje o Nocaute na Rede bate um papo com Glaico França Moreira, finalista do TUF Brasil 4. O peso leve catarinense, natural de Curitibanos, treina na equipe Astra Fight Team em Balneário Camboriú.

Glaico



Dono de um cartel de 12 vitórias (6 nocautes, 5 finalizações e 1 por decisão) e 3 derrotas, o atleta tem compromisso marcado para o dia 1º de agosto. Glaico disputa a final do TUF Brasil 4 no UFC 190 no Rio de Janeiro, enfrentando Fernando “Açougueiro” Bruno.

Glaico participou da 4ª edição do programa fazendo parte da equipe Team Shogun, vencendo Raush Manfio na seletiva, Nikolas Motta e Neto BJJ no reality, ambos por finalização.

 NOCAUTE NA REDE: Como foi seu início nas artes marciais ainda em Curitibanos?

Quando era criança, meus pais me colocaram no judô, a partir disso tomei gosto pelas artes marciais. Depois treinei caratê, queria algo mais e fui para o Kickboxing.

NOCAUTE NA REDE: Quando decidiu tornar do esporte uma profissão?

As artes marciais sempre foram uma paixão para mim, depois que comecei a competir no esporte amador, decidi que era isso que eu gostaria de fazer da minha vida.

NOCAUTE NA REDE: Analisando as vitórias do seu cartel, o início de sua carreira foi marcado por nocautes. A maior parte das suas últimas vitórias e os seus resultados no TUF foi marcada pelas finalizações. O que mudou na sua preparação?

A minha preparação intensificou muito quando vim morar em Balneário Camboriú e treinar na Astra Fight Team, acredito que hoje sou um lutador mais completo.

NOCAUTE NA REDE: Como foi a experiência de participar no TUF Brasil 4?

Foi sensacional, pois eu sempre assistia o TUF e dizia para o meu irmão, um dia eu estarei lá participando do The Ultimate Fighter. E meu desejo era entrar no UFC passando pelo TUF.

NOCAUTE NA REDE: Qual a parte mais difícil durante o confinamento?

A dieta com certeza é a parte mais difícil do confinamento, pois eu tinha que tirar muito peso.

NOCAUTE NA REDE: Como está a preparação para a sua luta?

Está muito bacana, estou treinando Luta Livre, Muay Thai e Wrestling e chegarei 100% dia 1 de agosto.

NOCAUTE NA REDE: A mudança da data da sua luta para o UFC 190 mudou algo na sua preparação?

Não mudou em nada, chegaríamos preparados no dia 27 de junho e com certeza chegaremos preparados no dia 1 de agosto.

NOCAUTE NA REDE: Como você analisa o desfecho dessa luta contra o Fernando “Açougueiro” Bruno?

Será uma grande luta, Fernando é um excelente lutador, mas ao final da luta eu sairei com a vitória.

NOCAUTE NA REDE: Manda um recado para a galera que acompanha seu trabalho.

Fala Galera do Nocaute na Rede, dia 1 de agosto tem UFC 190, eu irei lutar a final do The Ultimate Fighter Brasil 4 na categoria leve, conto com o apoio e a energia positiva de todos para conquistarmos o título dessa temporada, grande abraço, Oss.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Jean Fretta Pereira



Categorias
EntrevistasLutasMMA NacionalUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

cinco × quatro =

RELACIONADO POR