Nocaute na Rede entrevista John “Hands of Stone” Lineker

O Nocaute na Rede conversou com um dos principais lutadores do plantel do UFC e traz para você uma entrevista exclusiva com o parnanguara John Lineker
Lineker acerta forte upper em McDonald (Fonte: MMA Junkie)
John Lineker é um dos lutadores mais importantes do UFC e tem grandes possibilidades de disputar o cinturão da categoria dos galos (Fonte: UFC).

John Lineker é um dos lutadores mais importantes do UFC e tem grandes possibilidades de disputar o cinturão da categoria dos galos (Fonte: UFC).

“Mãos de Pedra”. O apelido vem bem a calhar quando lembramos das lutas do paranaense John Lineker. Nascido em Paranaguá/PR, John já manifestava interesse pelas lutas quando era criança e acompanhava as lutas de boxe pela televisão. Aos 12 anos, começou a treinar a nobre arte com o professor Eraldo e não parou mais. De origem humilde e acostumado com o trabalho desde cedo, Lineker viu no MMA uma oportunidade de realizar um sonho. Passou a se especializar em outras modalidades como o Muay Thai e o Jiu Jitsu e começou a lutar em eventos regionais. O seu estilo agressivo aliado a uma trocação técnica lhe propiciaram a oportunidade de participar de eventos maiores como o Jungle Fight, por exemplo, no qual conquistou o cinturão Peso-Galo.

Lineker recebendo o cinturão de Wallid Ismail após conquistar o cinturão do Jungle Figth (Fonte: Gracie Magazine)

Lineker recebendo o cinturão de Wallid Ismail após conquistar o cinturão do Jungle Fight (Fonte: Gracie Magazine)

Após essa conquista, o baixinho de mãos pesadas foi convidado a lutar no maior evento de MMA do planeta: O UFC! Logo em sua estreia, enfrentou Louis Gaudinot e, apesar de sair derrotado, impressionou a todos por conta de sua disposição, técnica e agressividade.



John Lineker não sentiu o peso da estreia e partiu pra cima de Louis Gaudinot (Fonte: www.mmabyneko.com.br).

John Lineker não sentiu o peso da estreia e partiu pra cima de Louis Gaudinot (Fonte: www.mmabyneko.com.br).

Não obstante tenha iniciado no evento na categoria dos moscas, mesmo anotando várias vitórias e tendo reais possibilidades de disputa de título, o lutador foi compelido a subir de peso, haja vista sua dificuldade com a balança. Em uma nova categoria, o guerreiro Lineker teria que enfrentar oponentes mais altos. Mas se enganou quem pensou que ele não iria se dar bem. O lutador voltou com ânimo renovado e enfileirou três adversários. O último deles foi Michael McDonald, um dos lutadores mais importantes e técnicos da categoria. Lineker fez parecer fácil e despachou o americano, fazendo jus ao seu apelido. A seguir, vocês conferem a entrevista que o Nocaute na Rede fez com o lutador, um exemplo de superação, uma pessoa calma e humilde e um lutador de mão cheia! Confiram!

NR -Vindo de uma grande vitória sobre o Michael “Mayday” McDonald, além de duas vitórias expressivas sobre bons nomes da categoria dos galos, quais são os seus pensamentos para a próxima luta?

Essa vitória sobre o Michael McDonald foi muito importante! Com certeza dei um salto bem grande. Acredito que mais um combate e estarei pronto para lutar pelo título… mas, não seria nada mal se a próxima luta já fosse pelo título! (risos).

Lineker acerta forte upper em McDonald (Fonte: MMA Junkie).

Lineker acerta forte upper em McDonald (Fonte: MMA Junkie).

NR – O que você tem sentido de diferente na categoria peso galo no que se refere ao quesito físico?

No peso galo me sinto muito mais forte. Hoje posso treinar bem, mantendo um peso bom e com menor risco de apresentar lesões. No peso mosca eu ficava muito mais frágil.

NR – Como tem sido os treinamentos na American Top Team e o que mais tem aprendido lá?

Os treinos na América Top Team são excelentes. Lá tem um volume grande de wrestling e bastante material humano.

NR – Seu último camp foi todo realizado em Paranaguá, diferente de quando você treinou na ATT (American Top Team). Você acredita que sua terra natal tenha todos os recursos necessários no que tange ao treinamento de ponta? O que o motivou a realizar todo o seu treinamento em sua cidade?

Sim, aqui na minha cidade tem todo tipo de recurso para um bom camp, em várias questões, tanto no Jiu-Jítsu, no Muay Thai, no Boxe, Wrestling, preparação física… além disso, posso contar com grandes professores e bons parceiros de treino para sparring. Na ATT, eu tenho um bom volume de treino de wrestling, lá eles são especialistas nessa modalidade.  A ATT tem vários atletas duros na luta agarrada. Fiz todo meu camp aqui pelo fato dos meus adversários gostarem da trocação. Na minha cidade, a porrada é sinistra!

NR – Você está sendo chamado de “Mike Tyson dos pesos galos” por conta do poder de seus golpes e por encurtar bem a distância contra adversários mais altos para lançar seus poderosos socos. Sua história no boxe começou com o Prof. Eraldo, correto?

Sim, Eraldo foi meu primeiro professor. Comecei com ele quando tinha 12 anos de idade e ele me ensinou tudo que sei.  Eu amo o boxe!

NR – Fale-nos mais sobre o seu início na Nobre Arte: Você participou de alguns eventos de boxe no passado, assim como o Anderson Silva. Tem vontade de se dedicar ao boxe um dia?

Eu amo o boxe, mas não tenho isso em mente por enquanto. Um dia, quem sabe. (Risos).

John Lineker recebe os cumprimentos de Anderson Silva (Fonte: Paraná Online).

John Lineker recebe os cumprimentos de Anderson Silva (Fonte: Paraná Online).

NR – Caso o UFC não coloque algum top 3 para enfrenta-lo e não lhe disponibilize, por ora, a oportunidade de disputar o cinturão, quem você gostaria de enfrentar?

Eu não gosto de pedir luta. Estou lá pra lutar com quem eles quiserem.

NR – Após a vitória devastadora de Cody Garbrandt contra o até então invicto Thomas Almeida e considerando que o americano é dono de um estilo agressivo como o seu, além de ter uma boa experiência no boxe amador, muitos especialistas estão apontando um duelo entre vocês como quase certo. Você vê com bons olhos essa luta?

Com certeza. Seria uma luta muito louca, a porrada ia comer solta! (Risos). Vejo, nesse caso, uma luta boa pra mim.

John Lineker vs Cody Garbrandt é um duelo cogitado pelos fãs (Fonte: SporTV Globo).

John Lineker vs Cody Garbrandt é um duelo cogitado pelos fãs (Fonte: SporTV Globo).

NR – A categoria dos galos conta com alguns atletas muito rápidos como TJ Dillashaw e o campeão Dominick Cruz. Qual seria a sua estratégia para vencê-los?

Eu ia lutar esperando pega-los em um contra golpe duro. Acho que correr atrás deles seria burrice! (Risos).

NR – Você cativou muitos fãs em sua cidade e fora dela, pois mesmo sendo um dos lutadores mais importantes do plantel do UFC, mantêm a humildade. Aliado a isso existe o fato de você ser um nocauteador e proporcionar lutas memoráveis ao público. Entretanto, quem conhece a sua história sabe o tanto que você batalhou para chegar nesse patamar. Qual é o recado que você deixa para aquelas pessoas que sonham em lutar um dia em um evento grande, como é o caso do UFC?

O que posso dizer é que temos que entregar tudo nas mãos de Deus, ter fé, foco, determinação. Nunca devemos desistir dos sonhos! Obrigado a todos que torcem por mim!



Categorias
EntrevistasLutasMMA InternacionalUFC

Entusiasta da Nobre Arte e do MMA desde tenra idade. Posso me gabar de ter nascido em uma geração que acompanhou as lutas de Mike Tyson, Maguila, Holyfield, Foreman, Roy Jones Jr, Popó, entre outros e de ter acompanhado os primórdios do MMA (antigo Vale Tudo), desde o chute de Gerard Gordeau em Teila Tuli, o massacre que Rickson Gracie promoveu no Japão, até os dias de hoje, com atletas marciais completos como Jon Jones. Nasci em Curitiba, terra da Chute Boxe e de valorosos guerreiros e espero trazer um pouco dessa experiência para os leitores do Nocaute na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    3 × 2 =

    RELACIONADO POR