Entrevista com Matias Erbin, um dos maiores prepadores físicos do Boxe

Matias Erbin já preparou o destaque argentino e ex-campeão mundial Lucas Matthysse, Yamaguchi Falcão, e atualmente esta a frente da recuperação física de Patrick Teixeira, apontado com o melhor...

Matias Erbin já preparou o destaque argentino e ex-campeão mundial Lucas Matthysse, Yamaguchi Falcão, e atualmente esta a frente da recuperação física de Patrick Teixeira, apontado com o melhor atleta brasileiro, que amargou a primeira derrota neste ano. Patrick contabiliza 27 lutas, 26 vitórias e 1 derrota em seu impressionante cartel.

Matias foi a contratação de peso da IBG para profissionalizar os aspectos técnicos da preparação física da equipe brasileira, e dar atenção especial ao retorno de Patrick Teixeira aos ringues, principalmente fortalecer o ombro que esta desgastado e contundido.



Confira abaixo o bate papo exclusivo com Matias Erbin:

Matias, como esta sendo sua adaptação ao Brasil, agora que esta a frente da preparação física da equipe da IBG (International Boxing Grup)?

Minha adaptação foi muito boa, agradeço ao Xuxa Nascimento e David Souza por confiarem em mim e especialmente ao Sr. Edu que facilitou a minha chegada para a equipe, a qual eu sou grato por esta oportunidade de trabalhar em outro país e com grandes pugilistas e futuras promessas. Graças a Deus eu estou muito confortável com tudo que eu preciso para trabalhar, não falta nada, e os lutadores aqui têm todas as comodidades para treinar e trabalhar.

matias-ervin

Como esta vendo a fase do boxe brasileiro, e como a sua experiência poderá somar para que o nível físico dos atletas brasileiros, possa chegar ao mais alto patamar do boxe mundial?

Eu acho que muitas pessoas subestimam, o boxe brasileiro tem tudo para crescer, tem bons atletas, treinadores, bons ginásios e tem um bom talento e uma grande promessa, participei de eventos de boxe amador em Sorocaba e fiquei surpreso como muitos pugilistas e especialmente a limpeza e a organização dos eventos, bem como as suas instalações. É tudo muito bom, muito sério e profissional. Venho só para trazer minha experiência e trabalhar melhor com o Xuxa, David Jefferson. Nós somos uma grande equipe, os meninos precisam de planejamento e ordem em seu treinamento físico, alimentação, descanso, trabalho etc. Vai ser de longo prazo, mas intensa para alcançar o melhor desempenho de cada boxeador. Grandes pugilistas devem treinar duro e profissionalmente ter as condições para alcançar o máximo de boxe no mundo. IBG tem Sr. Edu, que realmente se preocupa com o atleta, oferecendo tudo o que você precisa, cada boxeador IBG deve estar orgulhoso de estar neste time e dar 100% até o alvo.

Conte-nos, com quais atletas trabalhou no mundo esportivo, e como foi sua experiência com o grande campeão do boxe, Lucas Matthysse?

Eu trabalhei com o Sebastian Lujan e Paulo Barboza, em seguida chegou o Lucas Matthysse, Luis e Mario Arano que agradeço muito a sua confiança e oportunidade que me deram para trabalhar com Matthysse e mostrar o meu trabalho. Lucas atinge o mais alto nível de boxe mundial, eu poderia provar que o meu trabalho é com o alto nível de boxe e que me faz muito feliz. Ele se deu muito bem em suas lutas, Lucas foi sempre satisfeito com o meu trabalho e isso é o que importa, temos um ótimo relacionamento até hoje. Ia trabalhar como preparador físico da equipe “Arano Box” com muitos pugilistas de alto nível e campeões, foi então que eu conheci Patrick Teixeira e a sua equipe, que gostaram do meu trabalho. Foi uma grande experiência na minha vida trabalhar com treinadores como John Barreira e Juan Latigo Coggi, aprendi muito.

Esta a frente da recuperação física do principal nome do boxe nacional, como será o retorno da maior promessa do esporte desde Acelino Popó Freitas?

Patrick voltará quando estiver 100% recuperado, por enquanto estamos trabalhando fisicamente para melhorar seu desempenho e recuperar bem para as viagens de trem para os Estados Unidos e esperar pelas notícias da Golden Boy. O retorno de Patrick vai ser muito bom para a equipe e para o boxe brasileiro, Patrick deve treinar no mínimo 2 meses em Los Angeles para prepar um retorno rápido e qualificado. Patrick está perto do nível mais alto e tem tudo para começar a lutar pelo título mundial e para isso trabalho e por isso estou aqui.

Matias quais são os projetos profissionais para estes meses que restam de 2016, e quais os principais projetos para 2017?

O objetivo principal é a recuperação do Patrick, levar Adeilson dos Santos para lutar, Vitor Siqueira, Chumbinho, que tem um futuro muito bom e que muito em breve estará entre os melhores, Peter Vernacio está trabalhando muito bem à espera de um combate imediato e com certeza vai nos dar bons resultados. Vernacio tem um nome importante no boxe brasileiro e as condições são muito boas, é jovem e deve trabalhar duro. Então, também estamos aguardando o retorno de Rodolfo e Lucas que devem lutar novamente. Esses últimos meses de 2016 vamos usar para treinar e condicionar nossos pugilistas na melhor maneira de ter um nível elevado em 2017, com um monte de lutas e metas a cumprir. 2017 será um grande ano para a IBG!



Categorias
Boxe Nacional e InternacionalEntrevistasLutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

4 × 1 =

RELACIONADO POR