Entrevista Exclusiva com Jonas Bilharinho, que fala sobre sua carreira e seu futuro no esporte

Um dos mais promissores lutadores do Brasil, Jonas “Speed” Bilharinho, de 25 anos, nos concedeu uma entrevista exclusiva logo após sua luta no dia 6 de dezembro de 2015....

Um dos mais promissores lutadores do Brasil, Jonas “Speed” Bilharinho, de 25 anos, nos concedeu uma entrevista exclusiva logo após sua luta no dia 6 de dezembro de 2015.

Bilharinho está invicto em sua carreira profissional, com sete vitórias e um empate. Ele já venceu atletas conhecidos como Allan Miguel, Mario Israel, Fabiano Nogueira e, mais recentemente, Amaury Junior, seu último adversário.



No total, ele conta com cinco vitórias por TKO/KO, uma por finalização e uma por decisão. Ao longo de sua carreira, Jonas conquistou três cinturões, sendo o único lutador da história a ser campeão multidivisional do Jungle Fight, além de ser o atual campeão peso pena do 1° Round Combat.

Confira as respostas e opiniões dele sobre sua carreira e seu futuro no esporte:

Jonas Bilharinho (Foto: DH Media)

Jonas Bilharinho (Foto: DH Media)

Jonas, primeiramente, parabéns pela vitória no último domingo. Como você avalia sua performance sobre o Amaury Junior no 1° Round Combat?

Minha performance foi boa, mas poderia ser bem melhor se eu tivesse mais tempo de camp. Arrisquei muito treinando somente cinco semanas para essa luta, tive pouco tempo de preparo devido a realização de duas cirurgias, em ambos os tornozelos, para a correção de um problema, conhecido como processo de Stieda. Além disso, no tornozelo direito, rompi algunns ligamentos, acarretando na operação e tendo que fazer um camp mais reduzido para o combate.

 

Recentemente, em entrevista a Tatame, você disse que “Defender o título no Jungle seria permanecer no mesmo local que estava anteriormente”. Com isso em mente, você pretende defender seu título no evento?

Quem sabe? Tudo depende da proposta…

 

Caso surgisse uma oportunidade no Rizin Fighting Federation, você aceitaria lutar num daqueles torneios insanos de uma noite?

 Não tenho pretensão de fazer varias lutas em uma noite no momento… Não acho um modelo justo, há muita margem para o melhor acabar não ganhando no final. Mas dependendo do valor, assumiria o risco.

 

Na sua faixa de peso (com margem de uma categoria para mais e para menos) no Rizin, temos alguns grandes nomes, como você acha que se sairia contra caras como Hiroyuki Takaya, Kron Gracie, Daiki Hata ou até mesmo Shinya Aoki?

 Sinceramente? Todos por nocaute…

 

Durante sua ultima luta, muitos colegas estrangeiros meus envolvidos com MMA estavam comentando sobre você. Já recebeu alguma proposta de lutar nos Estados Unidos ou tem interesse de lutar lá? Não seria bom se destacar mais ainda em eventos como Legacy FC e RFA que tem boa visibilidade por causa da AXS TV?

 Os grandes eventos já sabem quem eu sou e estão de olho em mim há um tempo. Prova disso é o interesse de americanos, irlandeses, franceses em acompanhar minhas lutas e minha carreira. Recebo bastante mensagens de pessoas de fora do país querendo saber as novidades sobre meu futuro. Além, é claro, do reconhecimento da mídia especializada. Respondendo ao seu questionamento, dependendo da bolsa, aceitaria lutar no exterior em outros eventos fora UFC e Rizin. Mas, no momento, o objetivos são estes dois eventos, pela representatividade de ambos.

Jonas Bilharinho e Jose Aldo (Foto: DH Media)

Jonas Bilharinho e Jose Aldo (Foto: DH Media)

Se não surgir nenhuma proposta para fora, qual seu próximo passo aqui no Brasil?

 Algum outro cinturão… Já havia dito em outras oportunidades que desejo ser conhecido como um colecionador de cinturões. Nada, então, como poder conquistar mais um, enquanto as propostas que aguardo não chegam. Tenho alguns eventos em mente, mas nada concreto ainda… Prefiro esperar e ver se alguma proposta boa aparece.

 

Em minha opinião, você é o maior prospecto em atuação no cenário nacional de MMA. O quão longe você prevê e planeja chegar em sua carreira?

Agradeço o elogio, apesar de não concordar. Existem ótimos lutadores no cenário nacional e com muito potencial para serem extremamente bem-sucedidos nas grandes organizações. Pretendo chegar o quão longe minha capacidade e vontade permitirem. Se possível, gostaria de ser campeão do UFC em duas categorias ao mesmo tempo.

 

Quer deixar alguma mensagem para seus fãs e para os leitores do Nocaute na Rede?

Galera, muito obrigado pela energia boa, isso me motiva de uma forma que não consigo explicar! Pra quem quiser continuar acompanhando meu trabalho de perto, @jonasspeed no Instagram e no Twitter e /jonasspeed no Facebook e no Youtube. Muito obrigado, um abraço!

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaue Macedo



Categorias
Entrevistas

Bacharelando em Jornalismo, Analista de MMA e boxe no PitacoEsportivo.com e Nocaute na Rede. Contatos: [email protected] (via e-mail) e @kauemcd (via Twitter)
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    4 × 5 =

    RELACIONADO POR