Entrevista: Marcio “Cromado”

Liderança da Renovação Fight Team, o professor de Luta Livre e MMA, Marcio “Cromado” fala da sua formação na luta, o trabalho na RFT e faz uma análise entre...

Liderança da Renovação Fight Team, o professor de Luta Livre e MMA, Marcio “Cromado” fala da sua formação na luta, o trabalho na RFT e faz uma análise entre o intercambio com atletas de BJJ e Luta-Livre.

Marcio Cromado nos treinamentos

Marcio Cromado nos treinamentos

Como foi o seu primeiro contato com a Luta-Livre?



Foi com 12 anos, com o Mestre João Bosco e dei continuidade com o Mestre Eugenio Tadeu.

Como surgiu o apelido que é a sua marca registrada dentro da luta?

Apelido de quando eu era garoto, na minha rua, quando eu andava de bicicleta. A moda, na época, era todos terem bicicleta cromada, daí por eu ser ficou essa “pilha” que acabou pegando.

Num documentário francês sobre a Luta-Livre, Eugênio Tadeu fala muito bem da sua pessoa, do seu caráter e conduta como professor. O que você tem a dizer do mesmo?

Eu sou muito grato por ele ter me ensinado tudo. Sou o terceiro faixa-preta que ele formou e dou muito valor ao meu Mestre, que para mim é uma das maiores referências dentro do antigo vale tudo e do mundo da luta em geral.

Conte um pouco da sua trajetória como aluno (competidor) até você chegar a professor e técnico de LL e MMA?

Foi longa e sempre competi. O método do meu mestre para me graduar era através do meu desempenho nas competições de Luta Livre. Quando comecei dar aulas, meus alunos queriam lutar MMA, então eu quis saber como era estar ali dentro, até para poder passar tudo e ter experiência própria para poder ensinar.

Equipe Renovação Fight Team

Equipe Renovação Fight Team

E como nasceu a RFT?

Foi em 2001. A ideia era mostrar a Renovação da Luta Livre, através dos meus alunos que lutavam pelo meu nome. Nessa época eu também lutava no Japão e não tinha treinador, apenas contava com o auxílio dos meus alunos. Então, precisávamos de um nome que nos representasse. Foi assim que surgiu O nome RFT (Renovação FIght Team). Hoje temos várias filiais pelo mundo. Tenho muito orgulho disso. Começamos por São Francisco, na Califórnia, com o meu primeiro faixa-preta, Cyrillo Padilha, que tem feito um excelente trabalho ao longo dos anos, formando atletas e competidores, defendendo nossa bandeira. E o meu segundo faixa-preta, Marcelo Brigadeiro, que tem se destacado como treinador no cenário mundial de MMA.

E como está a administração, logística e preparo da sua equipe? Quais os principais destaques do seu plantel?

Está perfeito. Temos eu como Headcoach, Rafael Vinicius com Muay Thai, Felipe Borges, meu braço direito, e Leonardo Chocolate com Wrestling. Nossa ideia aqui é um ajudar o outro. Estamos muito bem focados e o treino aqui é coisa séria.

Todos os atletas aqui são tratados como destaque e com muito carinho por mim e por todos os treinadores.

Cromado e Besouro (TUF Brasil)

Cromado e Besouro (TUF Brasil)

Um breve resumo técnico dos seus principais lutadores:

Luis “Besouro”

Muito técnico, com muito conhecimento de luta em geral. Uma ótima referencia para nossa equipe.

Jorge “Blade”

Um ótimo lutador de Kickboxing e está aprendendo agora a luta de chão.

Julian “Jabba”

Um verdadeiro guerreiro, um showman, Luta difícil para qualquer adversário. Muito experiente.

Leonardo “Chocolate”

Um dos maiores lutadores de Luta Livre e Submission do Brasil, um colecionador de títulos de luta de Grappling e Wrestling. UM competidor nato.

Junior Pqd

Um lutador novo, muito talentoso que agora está se dedicando para o MMA.

Betão Nogueira

Um verdadeiro cão de briga, que anda pra frente o tempo todo e com Wrestling perfeito para o MMA.

Como você, oriundo da Luta-Livre, está vendo o intercâmbio e até competições misturando lutadores de BJJ com os da LL. Na sua concepção, isso está fortalecendo as duas modalidades?

Lógico que sim, sempre fortalece. Esses convites da CBJJD e da CBJJP são muito bons para o fortalecimento da luta livre e do esporte em geral. A RFT é hexacampeã do RISC e do Brasileiro da CBJJD e Vice Campeã do Mundial da CBJJP, valorizando assim a nossa equipe e a nossa modalidade.

Se o Cromado não fosse da Luta-Livre, ele seria do (a)….

Do esporte com certeza, amo esportes.

Recado Final aos seguidores internautas do site NOCAUTE NA REDE!

Eu quero agradecer a NOCAUTE NA REDE pelo espaço. Mandar um abraço para todos os praticantes e fãs de luta.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por André Vieira Ribeiro



Categorias
EntrevistasJiu JitsuLutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

um + 14 =

RELACIONADO POR