Entrevista: Nino Schembri

Fã de Elvis Presley, multicampeão de Jiu-Jitsu e um dos lutadores mais técnicos formados por Carlos Greice JR, o pai do “Gogoplata”, Antonio “Nino” Schembri, fala da carreira, a vida...

Fã de Elvis Presley, multicampeão de Jiu-Jitsu e um dos lutadores mais técnicos formados por Carlos Greice JR, o pai do “Gogoplata”, Antonio “Nino” Schembri, fala da carreira, a vida na Califórnia (EUA) e revela qual a posição do “novo Jiu-Jítsu” que ele desqualifica, confiram:

Nino, a sua trajetória no BJJ é triunfal. Muitas vitórias e títulos endossam a sua carreira esportiva, mas quando começou essa relação com o esporte? Quando foi o seu primeiro contato com o Jiu-Jítsu?  



Quando eu era criança, meu pai me colocou no Jiu-Jítsu na academia do Condomínio em Nova Ipanema, no Rio de Janeiro, e eu tinha 06 anos. Treinei com os mestres Silvio e Marcelo Bering

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Você lembra o seu primeiro título importante na Faixa-Preta? Relate um pouco deste momento…  

A primeira luta de faixa- preta foi uma luta casada com o Jhonny Machado. Fui promovido à faixa-preta em 1995 e viajei pros EUA pra morar com o Ralph Gracie. Então surgiu essa oportunidade de fazer essa luta. Lembro que o Jhonny era bem famoso na época, mas eu dominei completamente o combate. 

Como um atleta destaque da sua época, você lutou com grandes lutadores, duríssimos também, conquistando grandes feitos em cima dos oponentes. Quais lutadores você aponta como os mais difíceis ou que mais “deram trabalho” nos tatames de competição?  

Difícil falar o nome de um só, pois tinham vários talentos naquela época. Como por exemplo: Saulo Ribeiro, Eduardo Conceição (Jamelão), Margarida e muito outros. 

Companheiros de treino e rivais de competição sempre destacaram um ponto forte do seu “jogo” que é o ataque de omoplata, como você aperfeiçoou o golpe até chegar ao famoso “Gogoplata”?  

Eu aperfeiçoei a omoplata com os anos de treino junto com a minha flexibilidade que acabou me levando à famosa Guarda Borracha e depois o “Gogoplata”. 

nino4

Nino também tem o apelido de “Elvis” por ser um apreciador de Elvis Presley e por tentar celebrar em suas vitórias alguns movimentos de dança do Rei do Rock n’Roll

O Rei do Rock está presente na sua vida e, para os mais íntimos, no apelido também. Quais as músicas de Elvis Presley não podem deixar de tocar no seu setlist?  

Suspicious Mind, Sweet Caroline, Speed Way e várias outras. 

Saindo do tatame e invadindo de vez os ringues… Conte um pouco da sua passagem pelo Vale-Tudo (atual MMA) até chegar ao evento mais importante do Japão, o Pride?  

Essa transição foi bem bacana. Foi feita pelo amor que eu tenho a Jiu-Jítsu e por querer ser um representante do esporte no Vale-Tudo, e claro, no quesito financeiro também. Até porque, naquela época o Jiu-Jítsu não dava tanto dinheiro assim, como hoje em dia. A minha primeira luta no Vale-Tudo foi no Pride. 

Foto: Revista Tatame

Foto: Revista Tatame

O que motivou a mudança para Califórnia (EUA) e deixar o celeiro do Jiu-Jítsu, o Brasil?  

Na verdade, essa vontade de mudar para a Califórnia já era antiga. Quando vim pra cá (Califórnia), em 1995, tive vontade de morar, mas não pude ficar por muito tempo na época. Assim que deu, vim definitivamente, em 2009. 

E como está a sua equipe hoje?  

Com esses anos aqui, tive a sorte de ter pessoas bacanas ao meu lado sempre me ajudando. Minha academia é como uma extensão da minha família. Ali estão meus alunos e amigos. E claro temos também excelentes talentos na arte suave. 

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Nino, como você analisa o Jiu-Jítsu atual com uma variedade de posições, dentre elas: 50/50, “Berimbolo”, Guarda X e Guarda Tornado?  

Gosto e faço todas elas, menos a 50/50, pois acho pura amarração, e isso não é Jiu-Jítsu. 

Pra finalizar, um recado aos leitores internautas do site NOCAUTE NA REDE!  

Meu recado é: se você quiser aprender  jiu-jítsu procure saber quem é o seu professor. Treine pelo menos três vezes na semana. Faça alongamentos ou Yoga para ajudar na sua flexibilidade. Não se importe com a faixa, mas sim em aprender o verdadeiro Jiu-Jítsu. E pelo amor de Deus, não faça teste de faixa online! Um grande abraça a todos e que Elvis esteja com vocês!

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por André Vieira Ribeiro



Categorias
EntrevistasJiu JitsuLutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

três × 1 =

RELACIONADO POR