Equipe de Deiveson Figueiredo afirma: “Combate não passa do 2º round”

Neste sábado, dia 12, tem UFC 263 e Deiveson Figueiredo, o “deus da guerra” colocará seu cinturão peso-mosca em jogo mais uma vez. O brasileiro faz a segunda luta...
Deiveson
Deiveson Figueiredo acertou bons socos, mas Moreno resistiu bem (Créditos: Reprodução/ Espn.com)

Neste sábado, dia 12, tem UFC 263 e Deiveson Figueiredo, o “deus da guerra” colocará seu cinturão peso-mosca em jogo mais uma vez. O brasileiro faz a segunda luta contra Brandon Moreno. E se o primeiro combate entre eles foi bem equilibrado e terminou empatado, desta vez não será desta forma. Pelo menos é nisso que crê o lutador Joriedson Souza.

“Participei do camp completo e posso afirmar que dessa vez não haverá espaços para cinco rounds, vitória em decisão dos juízes e muito menos empate. Fizemos um camp duro e o Deiveson tá preparado para lutar em qualquer área. Posso garantir que esse combate vai acabar, no máximo, no segundo round”, declarou Joriedson, sparring principal do campeão Deiveson Figueiredo.



Joriedson ao lado de Deiveson Figueiredo (Créditos: Arquivo pessoal)

Deiveson vai acabar a luta pela via rápida. Isso é algo que, ao que parece, toda a equipe acredita. Vilson Júnior, atleta da Figueiredo Team e que também fez parte do camp, aposta no final do confronto antes que chegue na metade: “Não vai passar do segundo round. A equipe treinou duro, focada nos pontos fortes e fracos do adversário. Tenho certeza que veremos um nocaute ou finalização por parte do Deiveson”, afirmou o lutador.

O treinamento para esse confronto foi mais uma vez todo feito no Brasil, uma escolha do próprio “daico”: “O camp foi feito completo aqui no Brasil, em Belém (Pará). Treinadores, preparador físico, sparrings, tudo matéria-prima nacional e de maior qualidade. Em Belém falta é apoio, como em todo o país, mas o material humano é de nível altíssimo. Isso ajudou o Deiveson a ser campeão e por isso ele só se prepara aqui”, afirmou Joriedson.

O sparring principal do campeão do UFC contou ainda sobre as dificuldades impostas pela pandemia na preparação: “Ela atrapalhou sim, não tem como dizer que não. Mas nós nos isolamos, todos os treinadores, sparrings e demais membros, fizemos exames e todos os procedimentos para que ninguém fosse infectado e muito menos passar para o Deiveson. Graças a Deus tudo correu muito bem”.

Joriedson Souza e Vilson Júnior são dois lutadores profissionais de MMA que fazem parte da WFS Management. Já lutaram em grandes e conhecidas promotoras de lutas de MMA no Brasil, como Nitrix, Coalizão Fight, Shooto Brasil, Jungle Fight, Strike Fight, Furia Combat, entre outros, e agora estão em ação em eventos internacionais, em países como Rússia, Ucrânia, Sérvia, Cazaquistão, Equador, dentre outros.

Deiveson

Deiveson Figueiredo e seu cinturão ao lado de Vilson Júnior (Créditos: Arquivo pessoal)

O embate entre Deiveson Figueiredo x Brandon Moreno será realizado neste sábado, dia 12, no UFC 263, no co-main event de Israel Adesanya x Marvin Vettori. As lutas serão transmitidas ao vivo pelo canal Combate a partir das 18:40 (horário de Brasília).  

Nocaute na Rede, com informações da Assessoria WFS Management.

 

Acesse o instagram do redator Kaio Lima.



Categorias
LutasMMA InternacionalMMA NacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede, sonha em seguir carreira na área esportiva; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral (principalmente MMA, futebol e basquete); Praticante de MMA e muay thai;
Sem Comentários

Responder

*

*

5 × quatro =

RELACIONADO POR