ESPECIAL BELLATOR 170: O que esperar da luta de Chinzo Machida x Jamar Ocampo

Irmão mais velho de Lyoto Machida, o peso pena brasileiro terá pela frente um adversário invicto, mas com pouca rodagem no MMA.
(Foto: Paul Kincaid)

Em nosso segundo especial sobre o Bellator 170, O Nocaute na Rede trás um especial de uma das lutas que geram grandes expectativas para o público brasileiro. O sobrenome é muito famoso, Machida, e o estilo inconfundível da base do Karatê também, mas não se trata de Lyoto, mas sim do seu irmão mais velho, Chinzo Machida. O brasileiro está escalado para encarar um adversário muito pouco conhecido no mundo das lutas, que é o americano Jamar Ocampo.

Aos 39 anos, Chinzo Machida, diferente do seu irmão, possui um cartel muito discreto. Com apenas 6 lutas profissionais, Machida coleciona 4 vitórias e 2 derrotas. O motivo de um cartel pouco rodada se dá por conta de um grande hiato entre os intervalos de suas lutas. O brasileiro iniciou a sua carreira no ano de 2005, no Jungle Fight 4, quando derrotou Cristiano Rosa após nocauteá-lo com um golpe de “Tiro de Meta” (proibido no UFC), no primeiro round. Após esse confronto, gastou um ano para fazer sua segunda luta, onde foi derrotado por finalização no segundo round na mesma organização. Passado quatro anos, no ano de 2010, retornou aos palcos da lutas, porém mais uma derrota sofrida na carreira. Apesar de ficar com um cartel negativo de 1-2, Machida, desde 2013, fez três lutas, vencendo as três com propriedade, sendo duas lutas com belíssimos nocautes. Em sua última luta, estreou no Bellator ao enfrentar Mario Navarro, vencendo-o por nocaute técnico no primeiro round.

Chinzo e Lyoto Machida (Foto: MMA-Core)

Chinzo e Lyoto Machida (Foto: MMA-Core)

Já seu adversário, Jamar Ocampo, é um lutador invicto, porém coleciona apenas duas lutas em seu cartel, sendo duas vitórias por finalização. Atleta oriundo da luta agarrada, o americano é faixa marrom no Jiu-Jitsu. Já participou de vários eventos de luta agarrada, onde se destaca fortemente nas transições da arte suave (Jiu-Jitsu) para ganhar facilmente a meia guarda ou a montada, onde consegue investir em suas armas de maiores destaques como a Kimura, triângulo de mãos, Arm Lock e, nas costas do adversário, o “mata leão”.

Jamar Ocampo (Foto: Tapology)

Jamar Ocampo (Foto: Tapology)

O que esperar desta luta?

Lutadores na divisão peso pena do Bellator, o duelo entre eles será um confronto de diferentes estilos. O brasileiro é um striker por excelência, enquanto que o americano é um grappling com bastantes armas no jogo de solo. A tendência é que, com isso, Machida opte em só manter a luta em pé e jogar da média para longa distância, de modo a não correr o risco de ser levado ao chão pelo americano, este que tende a não medir esforços e procurar encurtar de todas as formas para levar o brasileiro ao solo.

No caso de Chinzo Machida, assim como seu irmão, tem como base o Karatê, porém Chinzo é destro e se mantém o tempo todo na base ortho (ortodoxa), enquanto que Lyoto é Southpaw (canhoto); Chinzo é mais agressivo no combate, mas não deixa de trabalhar no contragolpe, o que poderá ser eficaz para o brasileiro nesta luta contra Ocampo, que em suas poucas lutas tende a entrar no raio de ação sem usar fintas ou trocar para quedar, o que poderá, se possível, de Machida nocautear seu adversário a qualquer tempo durante a luta. Caso o americano tenha sucesso em levar a luta para o solo, o brasileiro poderá ter problemas com o jogo forte de chão de Ocampo, uma vez que, apesar de poucas lutas, a experiência em combates de lutas agarradas já lhe renderam diversas finalizações, sendo ainda o brasileiro, até o momento, não ter um jogo de chão defensivo tão bom como de seu irmão mais novo, Lyoto.

Para finalizar, é provável que este combate não chegue até o final, sendo possível que termine até mesmo no primeiro round. A luta entre eles está marcada para acontecer no card preliminar do evento do Bellator 170, onde contará com mais dois brasileiro, Guilherme “Bomba” Vasconcelos e Ralek Gracie.

Não perca também nesta semana, mais um especial do Bellator 170, com a próxima a luta a esperar entre lutador peso médio Ralek Gracie, filho de um dos mais renomados mestre de Jiu-Jitsu, Rorion Gracie. O atleta da família Gracie enfrentará o perigosíssimo japonês Hisaki Kato no card principal do evento.

Confira também:

ESPECIAL BELLATOR 170: O que esperar da luta de Guilherme Vasconcelos x John Mercurio

 

BELLATOR 170

21 de janeiro, Inglewood, Califórnia – EUA

Lutas deste Card:

Peso Meio-Pesado: Tito Ortiz x Chael Sonnen

Peso Meio-Médio: Paul Daley x Brennan Ward

Peso Médio: Ralek Gracie x Hisaki Kato

Peso Pena: Georgi Karakhanyan x Emmanuel Sanchez

Pelo Leve: Derek Campos x Derek Anderson

Peso Pena: Chinzo Machida x Jamar Ocampo

Peso Pesado: Jack May x Dave Cryer

Peso Pena: Henry Corrales x Cody Bollinger

Peso Médio: Kevin Casey x Keith Berry

Peso Meio-Médio: Guilherme Vasconcelos x John Mercurio

Peso Meio-Médio: Gabriel Green x Jalin Turner

Peso Combinado: Christian Gonzalez x Daniel Rodriguez

Peso Leve: Jacob Rosales x Ian Butler

Peso Meio-Médio: Johnny Cisneros x Curtis Millender

Peso Leve: Mike Segura x Tommy Aaron

Peso Galo: Rob Gooch x James Ba

Peso Pena Feminino: Rebecca Ruth x Collen Schneider



Categorias
BellatorLutas
Sem Comentários

Responder

*

*

5 × 5 =

RELACIONADO POR