Especial UFC 213: O que esperar de Yoel Romero vs Robert Whittaker

A luta valendo o título interino dos pesos médios terá um confronto digno de cinturão linear. Yoel Romero e Robert Whittaker nos trazem a certeza de uma luta que...
Fonte: My MMA News.com

A luta valendo o título interino dos pesos médios terá um confronto digno de cinturão linear. Yoel Romero e Robert Whittaker nos trazem a certeza de uma luta que tem tudo para não ir para as mãos dos juízes.

Fonte: My MMA News.com

O Whitakker é um lutador jovem, com muita velocidade e de movimentação muito leve. Certamente é um dos lutadores atacantes mais inteligentes do UFC! Se movimenta bem, tem uma ótima noção de distância, sabe entrar e sair e combina golpes de forma a sempre surpreender seus adversários.   Podemos tomar como exemplo sua luta contra Ronaldo Jacaré! Jacaré é conhecido por sua mão direita pesada e pelo seu excelente jogo de grappling. Vejam como whittaker ataca Jacaré com um gancho de esquerda e logo em seguida sai da curta para a longa distância, em sentido a mão esquerda de Jacaré (Mão com menos potência). Movimentação de entrada jogando a cabeça para o lado esquerdo de Jacaré e em seguida saindo para o mesmo lado, tirando a chance de um potencial ataque de direita de Jacaré ou tentativa de quedas.



 

Whittaker atacando Jacaré.

 

Whittaker tem um excelente trabalho de Ombros, mantem a distância bem e consegue ser impressível na hora de atacar. Ele usou os Jabs na luta para controlar Jacaré! Manteve bem a distância fazendo com que Jacaré tivesse de explodir numa distância maior na hora das tentativas de quedas (Imagem 2). Podemos ver nas imagens (Imagem 1) o trabalho de ombros associado a uma boa velocidade do Whittaker, fazendo com que Jacaré não conseguisse golpear por cima da ataque do Australiano. Assim também como a distância e noção de tempo para evitar as tentativas de quedas do Brasileiro, o fazendo cansar ainda mais. Os bons jabs de Whittaker (Imagem) fizeram jacaré ficar confuso e aí foi onde o Brasileiro recebeu o golpe mais forte e veio a knockdown, como mostra a imagem (Imagem 3). Ele não esperava o direto, apenas mais um jab para o Australiano manter controle.

Imagem 1

Imagem 2

 

Imagem 3

 

Whittaker é um lutador que tem uma grande leveza na sua movimentação, circula e corta muito bem o Octógono. As fintas que ele faz com seus ombros, fingindo uma mudança de nível são bem eficientes. Podemos ver que ele finta com seus ombros e lança um uppercut, quando o adversário pensa que ele vai mudar de nível.  Não teve eficiência, porém, mostra ser uma excelente arma no seu vasto arsenal em pé.

 

Outro fator que incrementa o jogo do Australiano é que ele consegue atrair os adversários para a sua perna direita, mandando chutes encobertos pelo seu jab.  Diferente de Donald Cerrone, que joga o jab de esquerda e chuta com a pern esquerda também, whittaker manda o jab partindo de um ângulo que empurra o adversário para a sua direita. Veja na imagem que ele fez isso com o Brunson, assim como também fez na luta contra o Jacaré. 

Whittaker é um lutador inteligente e que evolui mais a cada luta. Entrou no UFC como um cara, dito no linguajar dos lutadores, “porradeiro” e hoje é um lutador bem estrategista e que se adapta bem aos estilos de luta de seus adversários.  É um lutador da nova era do MMA, que se adapta a seus adversários e não é tão fácil de ser estudado pela sua constante evolução de uma luta para a outra. Podemos dizer que ele está numa grande ascendência na sua carreira, afinal, tem apenas 26 anos e vai evoluir muito ainda.

 

Do outro lado temos um animal muito diferente dos lutadores que Whittaker enfrentou até hoje. De longe o lutador com a maior explosão do UFC. Yoel Romero é uma maquina que vai do 0 a 100 em um piscar! Seu jogo dificílimo de ser estudado, tento em vista que não é nem um pouco ortodoxo, canhoto, sua força descomunal e o melhor wrestling do UFC. Romero tem algo que é muito perigoso ao jogo do Whittaker. A paciência! Ele consegue dosar seu gás e explodir nos momentos mais inesperados, tanto que seus nocautes em maioria são no terceiro round.

Lutador altamente criativo, Romero consegue lançar golpes com fintas que o adversário dificilmente assimila. Na imagem podemos ver que ele chuta muito a perna por fora, na hora de conectar seu direto de esquerda, fazendo o adversário perder a passada e ficar mais próximo para o encaixe do golpe. 

Outro detalhe é o primeiro Uppercut como finta, atingido a mão de Marques e fazendo ele tentar defender o direito com apenas um dos braços.  Outro detalhe é que no segundo golpe ele atrai o Marques para sua esquerda com o toque na perna e manda o direto por fora da guarda, indo em direção a mão forte de Romero. Golpe mais uma vez bem conectado e versátil.

O mesmo ele também faz com Tim Kennedy.

Outro detalhe de Yoel Romero é que ele consegue ter algo que poucos Wrestlers tem. A questão de causar a duvida no adversário! Podemos citar o Tyron Woodley como exemplo! Ele venceu o Lawler na questão da duvida. Lawler ficou esperando pela entrada de queda, com a guarda a meia altura e o Woodley mandou um forte hoverhand. Já Yoel Romero tanto pode mandar bombas com as mãos, nas fintas de queda, quanto potente joelhadas voadoras. Ele tem o tempo, explosão e velocidade para o fazer. Vemos o Exemplo de Cris Weidman! Ele entendeu que Romero mandaria um golpe e foi tentar a queda, porém, a joelhada foi muito bem aplicada mecanicamente e de encontro.

Ele já tinha assimilado as tentativas de quedas do Weidman e jogou este golpe de encontro. Romero da uma leve agachada, movimenta a mão da frente e simula preparar um golpe.

Outro ponto que eu não posso deixar de falar é de seu vasto arsenal de quedas. Qualquer lutador que ir para o clinche com Romero certamente será derrubado. A combinação de  força, habilidade e velocidade o faz quedar os lutadores de várias maneiras. Vejamos esse exemplo contra Brad Tavares e o All-American e terceiro colocado na divisão CAA Cris Weidman.

Seu vasto arsenal o faz ser um jogo difícil de ser decifrado. Romero certamente foi uma das maiores percas para o MMA. Começou a carreira muito tarde, aos 32 anos e hoje aos 40 se mantém numa forma excelente. Talvez o desgaste que o esporte traga ainda não foi sentido por ele em sua “curta” carreira.

Certamente essa luta será de muita movimentação e estudo. Será a luta da soma da paciência mais o volume do Whittaker contra a paciência, explosão e criatividade de Romero. Whittaker não poderá deixar Romero crescer na luta e comandar o centro do óctogono, pois, são nesses momentos que ele controla muito o seu ponto fraco. O gás! Terá de combinar bastante golpes partindo da longa, saindo e se movimentando muito. Apostar nas combinações será fundamental, porém, sempre partindo da longa. A finta com os ombros, acredito eu, ser um grande problema. Tendo em vista que Romero chega muito rápido ao seu alvo, Whittaker não poderá descuidar da guarda. Romero tem poder de nocaute nas duas mãos.

Para o Cubano vencer essa luta ele terá de apostar na questão da duvida. Tentar quedar, mesmo sem eficacia, e fazer com que o Whittaker fique ainda mais preocupado com isso. Caso ocorra a tendência é que ele se mova mais, porém, mais desguarnecido.  As mudanças de níveis serão de suma importância para Romero e a chave para a sua possível vitória.

Se fosse apostar diria que Romero deve vencer no Terceiro Round. Apostaria num nocaute técnico do Cubano!

A certeza é que quem vencer dará muito trabalho ao Bisping. É bom ele ir se preocupando.

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH

Por: Henrique Ferreira

 

 

 

 

 

 

 

 



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC
Sem Comentários

Responder

*

*

dezenove − 6 =

RELACIONADO POR