Exclusivo, Sandro “Doido” Vieira o representante brasileiro no Honor – Road to M-1 Global

O nocaute na rede fez uma matéria exclusiva com o paulista Sandro “doido” Viera, onde o atleta se prepara para lutar no Honor, Sandro é um lutador de  extrema...

O nocaute na rede fez uma matéria exclusiva com o paulista Sandro “doido” Viera, onde o atleta se prepara para lutar no Honor, Sandro é um lutador de  extrema trocação e um chão apurado, o atleta está focado em destronar seus adversários no próximo evento em que participa.

e3d3c5_783d26d78c7c4c3ca67a9d30196ebc90



Sandro você já lutou pelo honor, 1 vitoria e uma derrota, o que é necessário e o que você mudou em seu camp para conquistar essas 2 vitorias necessárias?

“Cara hoje sou mais centrado, experiência de ano ajuda, buscar novidades treinos novos.. Isso ajuda muito”

 

Sandro seu boxe é apuradíssimo, por isso você impressiona com 9 nocautes em 13 lutas. Sua estratégia para os combates seguintes é buscar sempre o nocaute?

“Sempre vou buscar nocaute.. Confio no meu jogo de trocação.. Me sinto bem trocando, ta na minha área, anos voltados ao muay thai em combates”.

 

Quando você entrou pro mundo das artes marciais? Teve alguma influência?

“Eu fui jogador de futebol RS… Perdi um ótimo contrato e assim desanimei um pouco do esporte e conheci o MMA antigo vale tudo na época…mais desde os 7 anos de idade já praticava artes marciais, aconselhava com o futebol”.

 

A falta de estruturas nas academias brasileiras e a falta de oportunidade no esporte no Brasil impossibilitou você  de algo em sua carreira?

“Sim Brasil poderia ser um país fantástico no esporte se houvesse incentivo desde base como lá fora, e os empresários apoiassem… Aqui com pouca estrutura já chegamos lá, imagina se existisse este apoio”.

 

Sandro você possui um jogo muito forte na luta em pé, porem  vem desenvolvendo uma luta de solo incrível, você considera a sua joelhada como ponto mais forte no seu jogo?

“Sim… Esse é o ponto mais forte, acabei a maioria dos combates com joelhas.. Aposto muito em chutes e joelhos como nocaute, boxe mais técnico e solo venho melhorando a cada tempo.. Hoje temos que treinar de tudo ser completo”.

 

Sandro da onde vem esse apelido “doido”? influência de alguém?

“Sim RS… No começo da carreira eu não ligava pra cartel de adversário nem nível e desafiava atletas mais rodados a lutar ,meu antigo treinador falava esse Sandro é doido RS.. E ai pegou”.

 

O que mais motiva você a lutar?

“Olha eu particularmente alem de uma profissão por que vivo disto eu amo o que faço.. Gosto de lutar, me sinto vivo, feliz… Tiro motivações de tudo, nossa vida temos que passar dificuldades e vencê-las.. Isso motiva querer algo alem vencer na vida”.

 

Como você se sente representando o Brasil no hombres honor- Road M1 global?

“Me sinto bem representando nosso país, levando nome de nosso time, podendo mostrar lá fora que somos fortes..”.

 

É diferente treinar na sv team? você se sente em casa?

“Sim bom.. Meu time neh.. Mais eu procuro buscar coisas novas e aprender sempre, então sempre migro a treinos de outras equipes tanto em outras cidades ou estados”.

 

Aos 33 anos der idade quais são seus objetivos profissionais?

Primeiramente ser campeão lá fora. Deter o cinturão, ainda penso em lutar até onde o corpo responder bem em alto nível, depois continuar no meio como treinador e empresário como já ando fazendo esse papel bem”.

 

Sandro pra finalizar quer mandar uma mensagem para os seus fãs e leitores do nr?

“Quero dizer aos Fãns e leitores que estou na batalha para trazer muito mais títulos para todos..darei meu melhor pra representar essa nação lá fora..”.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebookhttps://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por:Eduardo Gambier



Categorias
EntrevistasLutasMMA Internacional
Sem Comentários

Responder

*

*

16 − 7 =

RELACIONADO POR