Felipe Sertanejo mira retorno ao UFC em nova categoria

Recuperado de lesões, lutador paulistano planeja descer da divisão peso-pena para os galos; testes de corte de peso já começaram. Um dos principais nomes do talentoso time da equipe...

Recuperado de lesões, lutador paulistano planeja descer da divisão peso-pena para os galos; testes de corte de peso já começaram.

Um dos principais nomes do talentoso time da equipe Chute Boxe Diego Lima, Felipe Sertanejo quer respirar novos ares dentro do UFC. Há quase quatro anos na franquia, o atleta planeja voltar ao octógono já em nova categoria, entre os pesos-galos (até 61,6kg), deixando de competir entre os penas (até 66,2kg). Os testes no processo de corte de peso do lutador para isso se tornar realidade já começaram.

Sertanejo disputou sete lutas pelo UFC, sendo três vitórias, três derrotas e um empate. Aos 27 anos, o paulistano tem como objetivo descer de categoria para iniciar uma nova fase dentro da organização, na busca por uma boa sequência de vitórias pela franquia, o que ainda não conseguiu desde que debutou no octógono, em 2011.

“Eu vou descer de categoria. Estamos fazendo testes para ver como meu corpo vai reagir ao processo de corte de peso, mas acredito que não terei problemas. Normalmente peso 71kg, então a categoria dos galos é perfeita para mim. Assim como nos penas, é uma divisão muito concorrida, com muita gente boa, lutadores duros, mas vou me sair bem nela”, acredita Sertanejo.

Após oito meses parado, o paulistano mira o retorno ao octógono o quanto antes (Foto: Divulgação/UFC)

Após oito meses parado, o paulistano mira o retorno ao octógono o quanto antes (Foto: Divulgação/UFC)

Em sua última luta, em outubro de 2014, Felipe Sertanejo sucumbiu ao jogo estratégico no norte-americano Andre Filli e acabou derrotado por decisão unânime dos juízes. Desde então, focou na recuperação de algumas lesões antigas e no auxílio aos companheiros de equipe como Thomas Almeida, Lucas Mineiro e Allan Puro Osso. Agora, já curado das contusões que o incomodavam, o brasileiro anseia por voltar à ativa.

“Estou totalmente recuperado das lesões e com muita vontade de subir no octógono de novo. Espero não ter que aguardar muito para lutar novamente, ainda mais se minha próxima luta já for pelos galos, uma estreia na nova divisão, o que me deixará ainda mais motivado. Espero que no telefone ou na caixa de entrada do e-mail do Diego Lima – empresário e treinador do atleta – logo pinte um novo chamado do UFC para lutar”, deseja.

Aposta em title shot em breve para companheiro

Mudando de categoria e passando a competir entre os galos, Felipe Sertanejo terá na divisão a companhia do amigo e companheiro de treinos Thomas Almeida, que está em reta final de preparação para o duelo diante do inglês Brad Pickett, no UFC 189, dia 11 de julho. As habilidades do invicto Thominhas, que vem de duas belas apresentações no Ultimate, são exaltadas pelo parceiro, que tem uma previsão otimista para o jovem lutador.

“O Thomas é tecnicamente impecável. Acompanho muitos outros lutadores da categoria dele treinando e acho que nunca vi ninguém chegar no nível dele. Para ele chegar ao topo é questão de tempo. Só quem já sentiu a porrada dele sabe como sua mão é dura. O moleque é um fenômeno. Em um ano eu acredito que ele já esteja recebendo o title shot”, aposta Sertanejo.

Felipe Sertanejo treina com seu companheiro Thomas Almeida (Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto)

Felipe Sertanejo treina com seu companheiro Thomas Almeida (Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto)

Sobre Felipe Sertanejo

Felipe Arantes é natural de São Paulo e iniciou a carreira de lutador aos 12 anos fazendo taekwondo e judô. A alcunha de Sertanejo veio anos depois, quando passou a entrar para seus combates no MMA ao som das músicas da dupla Bruno & Marrone e com chapéu de cowboy. Estreou profissionalmente em 2008, aos 20 anos, e rodou o Brasil em eventos nacionais, além de lutar no exterior em três oportunidades. Desde 2011, compete pelo UFC e é dono de um cartel 16 vitórias e quatro derrotas, além de um empate e duas lutas em No Contest. Aos 27 anos, Felipe Sertanejo defende a equipe Chute Boxe Diego Lima.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 3 =

RELACIONADO POR