Fera do Jiu jitsu mundial, Gilbert Burns promete agressividade no UFC

Gilbert Burns, mais conhecido como Gilbert Durinho no mundo das artes marciais, é um dos mais recentes lutadores contratados do UFC, e uma grande promessa que promete dar trabalho...

Gilbert Burns, mais conhecido como Gilbert Durinho no mundo das artes marciais, é um dos mais recentes lutadores contratados do UFC, e uma grande promessa que promete dar trabalho no maior evento de MMA do mundo. Gilberto Durinho é um renomado lutador de jiu jitsu, e tem em seu currículo diversos títulos na modalidade, e se isso não fosse o bastante o lutador vem evoluindo como um fenômeno no MMA treinando na Blackzlians com grande feras do MMA mundial. Em entrevista exclusiva o lutador fala um pouco de sua trajetória, e principais títulos que conquistou:

“Eu comecei no jiu jitsu em 1998, em Niterói, com 1 mês já estava competindo e nunca parei de competir. Me tornei faixa preta em 2007, e consegui me destacar no maiores campeonatos como faixa preta em alguns anos me tornando campeão brasileiro em 2010, campeão mundial em 2011, campeão mundial sem kimono em 2010 e 2013, campeão do mundial em Abu Dhabi em 2010, e em 2011 comecei a focar no MMA.”



Marcando seu nome na história do jiu jitsu, o lutador resolveu que era hora de alçar voos mais altos, e decidiu migrar para o MMA em 2011.

bjjee.com

(Foto: Bjjee.com)

Gilbert apareceu para o grande público como um dos treinadores do TUF Brasil 3, como o treinador de jiu jitsu da equipe de Vitor Belfort, seu amigo, mestre, e também pupilo, já que o lutador afia o jogo de solo do ex campeão do UFC. Gilbert nos conta sobre como conheceu o lutador, e qual foi a reação de Vitor Belfort com sua contratação:

“Conheci o Vitor em 2011 logo apos eu ser campeão mundial, e ele ficou sabendo que ganhei do Kron, filho do Rickson. Ele me perguntou se eu gostaria de lutar MMA, falei q sim, dai começamos a treinar juntos, eu ajudando ele na parte do jiu jitsu e ele me ajudando na minha transição para o MMA. Hoje em dia somos grandes amigos, temos uma intimidade muito grande, ele é um dos meus melhores amigos, me da concelhos, treinamos, e ele me ajuda muito. Ele ficou muito feliz com a minha contratação, ele me acompanha e vê o quanto eu estou me empenhando.”

Gilbert Burns já vem acumulando um cartel com 7 vitórias no MMA, e nenhuma derrota, e em todos os duelos que fez no cenário nacional, simplesmente atropelou todos os adversários. Em todos os combates, conseguiu a vitória antes do segundo round, finalizando nessas 7 lutas, 4 combates. Mas não foi só o jiu jitsu que o lutador utilizou para derrotar seus oponentes, evoluindo na trocação, conseguiu 3 nocautes, sendo que em suas duas últimas lutas, apagou seus oponentes, com golpes precisos e potentes:

“Quando comecei no MMA sempre tive o objetivo de ser um lutador completo, com foco no wrestling, mas com o objetivo de manter meu chão afiado e evoluir o máximo na trocação. É o meu objetivo e é o que eu estou colhendo, meus treinadores sempre falavam pra mim que eu bato duro e que tenho poder de nocaute, mas me sentia muito mais a vontade na luta agarrada. Aos mais poucos conforme fui enfrentando atletas mais gabaritados, a trocação foi inevitável, e acabei acertando bons golpes. Acho que o cartel e os nocautes são frutos de todo um trabalho, não só meu, mas de toda minha equipe que esta por traz, como familiares, treinadores e amigos e patrocinadores, que me possibilitam treinar duro e me ajudam bastante.”

Gilbert Burns (Foto Kleber Carioca)

Gilbert Burns (Foto: Kleber Carioca)

Com propriedade para comentar, Gilbert aponta quem acha sue são os lutadores de melhor jiu jitsu no UFC, e entre os que não vem do jiu jitsu, quem são os que mais o surpreende no octógono do UFC:

“Tem muitos caras bons de jiu jitsu no UFC, como Jim Miller, Nate Diaz, Demian Maia, Jacare, Werdum, entre outros, mas tem muitos caras que não são oriundos do jiu jitsu que também trabalham muito bem no chão, as vezes não finalizando, mas controlam muito bem como, Cain Velásquez, Jon Jones, Khabib Nurmagomedov, Anthony Pettis entre outros.”

Com 7 vitórias seguidas, diversos títulos no jiu jitsu, e treinando com Vitor Belfort e outros grandes lutadores, já é criada uma acerta expectativa em cima do lutador. Gilbert tem estreia marcada para o dia 26 de julho, quando encara o sueco Andreas Stahl, e fala sobre seus maiores objetivos no evento:

“Quero me apresentar bem fazer boas lutas, mas meu foco é o cinturão esse é o objetivo mas sei que o caminho é longo e árduo, mas esse é o meu foco e onde quero chegar.”

Gilbert pode não ter passado por tantos problemas dentro do octógono, mas para perder o peso para lutar nos leves, o lutador sofreu, inclusive não conseguindo bater o peso em algumas lutas, Gilbert fala sobre o problema, e como pretende corrigi-lo:

“Já estou trabalhando nisso, estou fazendo muitos exames e depois da minha estreia que sera nos meio médios irei fazer o teste para bater o peso sem luta marcada, e corrigir esse problema.”

Finalizando a entrevista, Gilbert Burns diz os que os fãs brasileiros podem esperar do lutador no UFC:

“Podem esperar um atleta com muita vontade de lutar, evoluindo em todas as áreas e sempre buscando a luta. Se sou e que treino e me sacrifico todos os dias, eu que vou dar o resultado, não acho justo deixar na mãos dos árbitros, por isso viso muito o combate pra frente agressivo sem enrolação.”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Sem título

Escrito por Victor Nunes 



Categorias
EntrevistasLutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

18 − um =

RELACIONADO POR