Filipe “Jesus” exalta trabalho do córner para conseguir finalização no Fighten

O peso pena (até 66kg) Filipe “Jesus” Valentim alcançou o seu sexto triunfo seguindo na carreira no último sábado. O mineiro de Governador Valadares finalizou, com um mata-leão no...

O peso pena (até 66kg) Filipe “Jesus” Valentim alcançou o seu sexto triunfo seguindo na carreira no último sábado. O mineiro de Governador Valadares finalizou, com um mata-leão no terceiro round, Alessandro “Da Lua” Alves na luta principal do Fighten, em Londrina. O golpe foi treinado repetidamente no vestiário do Ginásio Moringão, no aquecimento antes de subir ao decágono, seguindo instruções de Jussier “Formiga” da Silva, atleta do UFC, e Nikolas Motta, ex-TUF Brasil 4.

“Treinamos bastante o mata-leão no vestiário. O Formiga e o Nikolas, que ficaram no meu córner, me ajudaram bastante ali, dando dicas e auxiliando nas posições. Nós sabíamos que, se eu levasse a luta pro chão, o Da Lua ia querer levantar rápido e poderia ter espaço para pegar as costas. E, felizmente, isso ocorreu na luta, e consegui a finalização”, disse o lutador, que analisou o confronto:



“Foi um primeiro round muito equilibrado, com muitas trocas de golpes. Ninguém queria se expor e tomar um soco que poderia acabar com a luta. Tentei algumas quedas e ele defendeu bem. Qualquer um poderia ter vencido o assalto. No segundo round, seguiu a mesma tendência do primeiro, mas, desta vez, consegui quedar o Da Lua, e achei que levei vantagem nisso. No terceiro, fui com a cabeça para decidir o combate, pois não queria deixar nas mãos dos juízes, já que estava bem equilibrado até então. E, sendo mais agressivo, consegui a finalização e mais uma vitória”, declarou.

Filipe Jesus aplicando um mata leão em Alessandro Alves no Fighten MMA

Filipe Jesus aplicando um mata leão em Alessandro Alves no Fighten MMA (Foto: Jason Silva)

Após dois rounds de bastante trocação em pé, em um duelo muito equilibrado, Jesus quedou o seu rival, pegou as costas e finalizou a luta. Faixa azul de jiu-jítsu, Filipe exalta os treinamentos de quimono, que colaboraram para o seu triunfo.

“Tenho treinado bastante no pano. Tenho que agradecer ao meu amigo Luciano Benício, que tem me ajudando demais no jiu-jítsu, e os companheiros lá da Pimpa School, pelo treino de alta qualidade. Não posso esquecer dos sparrings na Nova União, que sempre me desafiam a melhorar cada dia, seja na parte em pé, seja no chão”, revelou.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

vinte − onze =

RELACIONADO POR