Germaine De Randamie recusa luta com Cyborg e cogita retornar ao peso galo

Holandesa declarou UFC ofereceu luta Cris Cyborg ano passado, mas a brasileira recusou
Cris Cyborg e Germaine de Randamie / Foto: Combate.com

Desde que conquistou o cinturão inaugural dos penas no UFC 208, Germaine De Randamie ainda não defendeu o título. Principal contender da categoria, Cris Cyborg vem desafiando a campeã, que a cada dia parece se esquivar mais. E na noite de ontem, a holandesa parece ter colocado fim nas esperanças da brasileira.

Nas suas redes sociais, Germaine declarou que quer voltar a categoria onde lutava, o peso galo.



“Durante as negociações da luta com Holly Holm (que valeu o cinturão inaugural peso-pena), disse antecipadamente que depois da luta queria retornar à minha categoria de peso de origem, de 61 quilos (peso-galo). Minha missão ainda não foi concluída. O UFC me prometeu que isso não seria problema e que posso apenas voltar à minha categoria de peso”, declarou a atleta.

Apesar de parecer que Germaine não quer lutar com Cris Cyborg, a campeã afirma não estar com medo da brasileira, e ainda revelou ter aceitado um confronto contra Cyborg em uma primeira proposta de luta pelo título inaugural peso-pena feminino em 2016.

“O duelo entre mim e Cyborg foi oferecido em novembro do ano passado. Eu aceitei a luta na época. Cris Cyborg rejeitou porque não poderia bater os 66 quilos em 12 semanas. Um mês depois, ela foi visitada pela USADA e não passou no teste. O resto da história é conhecido. Minha razão para rejeitar a luta agora não tem nada a ver com medo. Acredito que, se você quiser fazer esportes, você faz isso sem qualquer interferência em sua massa muscular. Eu – como uma atleta de alto nível – sempre treinei, sempre cuidei da minha comida e coloquei 18 anos da minha vida nos esportes sem usar algo que não é permitido”, disse Germaine.

Germaine conquistou o cinturão inaugural dos penas feminino derrotando Holly Holm, no UFC 208 em fevereiro deste ano. Reveja os melhores momentos d aluta abaixo:



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

quatro × 1 =

RELACIONADO POR