Hoje, Kyoji Horiguchi completa 25 anos

Hoje, 12 de outubro, Kyoji Horiguchi, o japonês mais talentoso da atualidade, está completando 25 anos. Em 2010, Horiguchi fez sua estreia no MMA. Naquele mesmo ano, venceu suas...

Hoje, 12 de outubro, Kyoji Horiguchi, o japonês mais talentoso da atualidade, está completando 25 anos.

(Foto: Reprodução/ Esporte.Ig)

(Foto: Reprodução/ Esporte.Ig)

Em 2010, Horiguchi fez sua estreia no MMA. Naquele mesmo ano, venceu suas 3 lutas ( 2 nocautes e 1 por decisão) e ainda de quebra levou o torneio de novatos do Shooto.



No início de 2013, levou o título da categoria até 60 kg do Shooto e em seguida defendeu seu título de forma bem sucedida.

Em outubro de 2013, quando já se encontrava com um cartel de 12 lutas, 11 vitórias e 1 derrota, Kyoji fez sua estreia tão merecida pela maior Organização de MMA do mundo, UFC, na categoria peso mosca. Enfrentou Dustin Pague e venceu o americano por nocaute, aos 3:51 do 2º round.

Kyoji Horiguchi nocauteando Darrell Montague em sua estreia pelo Ultimate (Foto: Esther Lin)

Kyoji Horiguchi castigando Dustin Pague em sua estreia pelo Ultimate (Foto: Esther Lin)

Após a belíssima estreia, enfileirou Darrell Montague (decisão unânime), John de los Reyes (nocaute técnico) e Louis Gaudinot (decisão unânime). A sequência de 4 vitórias fez com que ele tivesse a oportunidade de lutar pelo cinturão da categoria.

O japonês é talentoso, muito rápido, excelente movimentação e um preparo físico sensacional. No entanto, mesmo com todas essas habilidades, ele não foi páreo para o campeão. Demetrious Johnson anulou Horiguchi de todas as formas, impôs seu jogo, fez o que bem quis e de quebra ainda finalizou o desafiante aos 4:59 do 5º round, a vitória por finalização mais tardia da história do UFC.

Horiguchi sendo finalizado (chave de braço) por Demetrious Johnson (Foto: Reprodução)

Horiguchi sendo finalizado (chave de braço) por Demetrious Johnson (Foto: Reprodução)

Após a derrota, Horiguchi tentará aprender com a derrota que lhe foi imposta pelo campeão, buscará evoluir e voltar a disputar o cinturão da categoria. A nova caminhada já começou, e Chico Camus, no UFC Fight Night 75: Barnett vs Nelson, foi a primeira nova vítima. Vitória muito dominante, por decisão unânime.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
AniversáriosLutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 5 =

RELACIONADO POR