Jon Jones fala sobre derrota de Conor McGregor: “Foi bom ele ter tomado uma lição de humildade”

Após a derrota de Conor McGregor para Nate Diaz no UFC 196, muitas pessoas não escoderam sua felicidade pela derrota do irlandês, inclusive alguns lutadores conhecidos. Entre eles, o...

Após a derrota de Conor McGregor para Nate Diaz no UFC 196, muitas pessoas não escoderam sua felicidade pela derrota do irlandês, inclusive alguns lutadores conhecidos. Entre eles, o ex campeão meio-pesado, Jon Jones. Em entrevista ao site Bloody elbow, Jones disse que a derrota de Conor foi boa para ele, já que agora ele poderá se tornar uma pessoa mais humilde, e também procurar evoluir seu jogo.

Getty Images

Getty Images

“Parte de mim acha que é bom ele ter tomado uma lição de humildade. Antes da derrota, ele falava que enfrentaria qualquer um, em qualquer lugar, e dizia que venceria atletas de qualquer categoria. Outro lado de mim ficou feliz que ele perdeu porque acho que isso vai trazer à tona o melhor dele. Depois da derrota, você realmente começa a analisar brechas no seu jogo, questionar seu treinamento e evoluir”, falou. Alguns fãs me escreviam mensagens perguntando como seria uma luta minha contra o McGregor. Por favor, gente! Eu tenho 99kg e sou nove vezes campeão mundial. Vocês realmente acham que isso seria justo? Algumas pessoas realmente acreditavam que ele poderia bater qualquer um, de qualquer categoria. Isso foi um choque de realidade para os fãs, mostra que o cara não é invencível – algo que nós, lutadores profissionais, sempre soubemos.



Apesar de tudo, Jones revelou ser um fã do irlandês, e segundo ele, torce para o sucesso de Conor sempre.

“Como fã do McGregor, quero que ele tenha longevidade no esporte. Caras como Conor McGregor simbolizam o futuro do esporte. Conor McGregor conquista fãs do mundo inteiro que não costumam assistir o UFC. Eles só gostam de ver as lutas do Conor. Precisamos que caras como o Conor McGregor tenham sucesso.”

Jon Jones volta ao octógono depois de 1 ano afastado, por problemas pessoais. Ele enfrentará Daniel Cormier pelo cinturão, no UFC 197, no dia 23 de abril.



Categorias
UFC

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

4 × 2 =

RELACIONADO POR