José Aldo em busca do topo nos penas do UFC

O histórico e tão aguardado UFC 200, trará nesta noite o duelo entre o brasileiro José Aldo e o americano Frankie Edgar pela disputa do cinturão interino dos penas....
Foto: Facebook Oficial José Aldo
Foto: Facebook Oficial José Aldo

Foto: Facebook Oficial José Aldo

O histórico e tão aguardado UFC 200, trará nesta noite o duelo entre o brasileiro José Aldo e o americano Frankie Edgar pela disputa do cinturão interino dos penas.

O vencedor do duelo será o campeão interino, pois Conor McGregor se tornou o campeão linear da divisão, desde que destronou Aldo em dezembro de 2015 está se aventurando em “super lutas”.



Após nocautear Aldo em apenas 13 segundos quando conquistou o topo dos penas, Conor desafiou o também brasileiro Rafael dos Anjos, campeão dos leves (uma categorias de peso acima) na época, e promoveu a luta com suas famosas provocações e muita ostentação se gabando pelas elevadas cifras de paper view advindas de suas aparições no octagon, e alegando que derrotaria RDA sendo campeão nas duas categorias. Infelizmente dos Anjos se machucou e o combate pelo cinturão não aconteceu, o oportunista bad boy Nate Diaz aceitou a luta com poucos dias de preparação e finalizou McGregor. O falastrão irá fazer a revanche contra Nate em agosto no UFC 202 por esta razão foi criado o cinturão interino dos penas que está em disputa esta noite.

É controversa e polêmica essa decisão da chefia da companhia em criar o cinturão interino devido aos “caprichos” de Conor McGregor, e ainda aos interesses comerciais do próprio UFC, porém o show não pode parar e em muitas lutas casadas o “business” está como prioridade. Se nos atermos em questionar meritrocacia nas disputas de cinturão promovidas pelo UFC, como explicar o absurdo que se especula na categoria dos médios, onde o vovô Dan Henderson que vem de uma péssima sequência de 6 derrotas e 3 vitórias alternadas e que em sua última  luta venceu apenas o 13º da categoria, recém liberado de uma suspensão por doping, ser tido como provável desafiante do campeão Michael Bisping?

Voltando aos penas, o manuara José Aldo, reinou absoluto na categoria de abril de 2011 a dezembro de 2015 acumulando no período 7 vitórias seguidas.

Não esquecendo que antes de vir para o UFC, Aldo enfileirou 8 adversários, também em sequência, no extinto WEC e veio como campeão unificando os cinturões ao sagrar-se também campeão do UFC em 2011. Estamos falando do maior peso pena da história do MMA.

São vários os ingredientes que tornam essa luta especial. Aldo já enfrentou Edgar em fevereiro de 2013 e por decisão unânime saiu vencedor mantendo seu cinturão. A revanche para Edgar tem grande importância, pois após a referida derrota para Aldo, o americano somou 5 vitórias contra adversários expressivos e vem com sangue nos olhos para a disputa do tão almejado cinturão.

Este duelo tem tudo para ser um grande espetáculo, Aldo que é treinado pelo mestre Dedé Pederneiras, na equipe Nova União, é especialista em muay thai e faixa preta em jiu-jitsu, dono de um vasto repertório na trocação, o brasileiro promete uma perfomance agressiva e contundente para a luta. Edgar por sua vez, que tem no boxe sua grande arma, é também muito forte no wrestling e não pretende deixar passar mais uma vez, e contra o mesmo adversário, a oportunidade de se coroar campeão da categoria.

A trocação franca, o jogo de quedas do americano contra um dos tops em defesas de quedas, nos anima para a expectativa de um combate eletrizante e imperdível aos fãs de MMA nesta histórica noite do UFC 200.

Fica a nossa torcida que José Aldo passe com tudo por cima do americano e que venha McGregor na sequência para que o brasileiro volte ao topo da divisão onde é o seu lugar.

 



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Fui alienado ao mundo do antigo "vale tudo" e aos primórdios do MMA por um bom tempo. Porém, após assistir ao nocaute de Maurício Shogum na revanche contra Lyoto Machida que lhe rendeu o cinturão dos Meio Pesados do UFC, nocaute da noite e do ano em 2010, desde então acompanho MMA e me interesso pela história desse esporte que cresce e arrebata multidões como nenhum outro mundo afora.
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 2 =

RELACIONADO POR