José Aldo sofre lesão. Lutadores se oferecem para substuí-lo

Ontem, 23 de junho, o mundo do MMA parou para acompanhar o “caso José Aldo”. O brasileiro, atual campeão dos pesos penas, acabou se lesionando em uma sessão de...

Ontem, 23 de junho, o mundo do MMA parou para acompanhar o “caso José Aldo”. O brasileiro, atual campeão dos pesos penas, acabou se lesionando em uma sessão de ‘sparring’ e pode estar fora do UFC 189, evento que estava programado para o dia 11 de julho, no qual o manauara defenderia seu cinturão contra o irlandês Conor McGregor.

O site ‘Ag. Fight’ disse ter entrado em contato com um parceiro de treinos de Aldo na Nova União.



“Um atleta que estava fazendo sparring com o Aldo deu uma meia-lua de compasso (golpe de capoeira), escorregou e acabou acertando a costela do campeão. Na hora, o Aldo não sentiu nada e continuou treinando normalmente, mas a medida que o corpo foi esfriando, ele começou a sentir muita dor e o Dedé Pederneiras o encaminhou ao hospital. Ainda não sabemos a gravidade da lesão, estamos aguardando para saber se ele vai ter condições de lutar, mas pelo que eu vi, não me pareceu nada de grave”, revelou o parceiro.

O “Combate.com” informou que José Aldo realizou dois exames iniciais, e neles foram confirmadas às lesões. Os tratamentos já foram iniciados.

Dedé Pederneiras, treinador de José Aldo e ‘head coach’ da Nova União, disse que o “campeão do povo” está arrasado.

“Ele chorou, quer muito essa luta, foi um investimento de todos os lados. Estive com ele boa parte da tarde. Ele está arrasado, quer a luta de qualquer jeito. Agora tem que esperar o resultado do exame, o laudo. O Aldo está sentindo muita dor”, declarou em entrevista ao “Combate.com”.

(Foto: Josh Hedges/ Divulgação/ UFC)

(Foto: Josh Hedges/ Divulgação/ UFC)

“Se a fratura for constatada realmente, o Aldo vai ter que ficar parado, sem fazer nada três ou quatro semanas até consolidar, para depois começar a fazer qualquer tipo de exercício sem forçar a costela. Com isso, ele precisaria do tempo normal para fazer uma luta: um camp de três meses. Acredito que essa luta não aconteceria antes de outubro”, concluiu Dedé Pederneiras.

Pelas redes sociais, alguns lutadores já se ofereceram para substituir Aldo

“Se José estiver fora, estou disposto a entrar e vencer Conor McGregor de novo!” escreveu Joseph Duffy, último homem a derrotar McGregor no MMA, e que recentemente fez sua primeira luta pelo Ultimate.

Se valer dólares e fizer sentido… Me põe para dentro, treinador!”, escreveu Urijah Faber, lutador do peso galo que recentemente enfrentou Frankie Edgar, um dos tops da categoria de McGregor.

“Ei, UFC, Sean Shelby – estamos ligando por uma razão. Ouvimos que Aldo está machucado. Vocês sabem que eu vou vir com tudo. Deixem-me resolver o problema com o palhaço irlandês”, publicou Jeremy Stephens, que está escalado para enfrentar Dennis Bermudez no mesmo evento em que aconteceria Aldo vs McGregor.

O irlandês Conor McGregor, adversário de Aldo, mostrou pelas redes sociais que não quer ser retirado do card, e espera um novo adversário. O UFC ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

5 × 3 =

RELACIONADO POR