José Aldo, uma década sem saber o que é perder

José Aldo Júnior, o campeão do povo, o primeiro e único campeão dos pesos penas do Ultimate, considerado o melhor lutador do mundo na atualidade, completou simplesmente 10 anos...

José Aldo Júnior, o campeão do povo, o primeiro e único campeão dos pesos penas do Ultimate, considerado o melhor lutador do mundo na atualidade, completou simplesmente 10 anos sem ser derrotado.

(Foto: Reprodução/ Terra)

(Foto: Reprodução/ Terra)

José Aldo já tinha uma bela carreira no jiu jitsu, e em 10 de agosto de 2004 iniciou no MMA profissional. Chegou impressionando e alcançando um cartel de 7-0, com 6 nocautes e 1 finalização, todas conquistadas no 1º round. 



No dia 26 de novembro, ‘scarface’ entrou no ‘cage’ pelo Jungle Fight 5, contra Luciano Azevedo. Foi aí que o então “imbatível” lutador chegou à sua 1º derrota como profissional, sendo finalizado com um “mata leão” no 2º round. Em entrevistas, Aldo já declarou que até agradece a Luciano por ter lhe vencido, pois já se achava realmente imbatível, e essa derrota serviu para mostrar que as coisas não eram bem assim, que ele precisava treinar cada vez mais e sempre se manter evoluindo.

Única derrota na carreira de Aldo (Foto: Reprodução)

Única derrota na carreira de Aldo (Foto: Reprodução)

Como já dizem por aí, uma derrota ensina muito mais do que uma vitória pode ensinar. Dali para frente, Aldo se transformou numa verdadeira “máquina de lutar”, derrotando todos que atravessaram o seu caminho. Nocauteou o excelente Cub Swanson com apenas 8 segundos de luta, fato que lhe garantiu a disputa de cinturão do WEC. Nocauteou o campeão Mike Brown e se tornou o novo dono do cinturão. Na primeira defesa de cinturão, o ex campeão da categoria, Uirjah Faber, conseguiu resistir os 5 rounds, mas suas pernas sofreram um verdadeiro castigo com tantos ‘low kicks’ recebidos. 

Após nocautear Manvel Gamburyan, o campeão foi para o UFC, para unificar os cinturões das duas Organizações. No histórico UFC 129: St Pierre vs Shields, Aldo enfrentou o “dono da casa”, o canadense Mark Hominick. A vitória não veio na via rápida, foi por decisão unânime, mas o brasileiro fez estrago no rosto do canadense. Com essa grande vitória, José Aldo Júnior se tornou o primeiro campeão peso pena do UFC.

Mark Hominick ficou com rosto "estragado" por Aldo (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Mark Hominick ficou com rosto “estragado” por Aldo (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Após vencer o lendário Kenny Florian,o campeão enfileirou 4 membros do top 5 da categoria, Chad Mendes, Frankie Edgar, Chan Sung Jung e Ricardo Lamas, todos de forma dominante.

Em seu último combate, no UFC 179, Aldo enfrentou Chad Mendes novamente. Diferentemente do 1º combate entre eles, quando o campeão venceu por nocaute no 1º round, dessa vez a disputa foi muito mais acirrada. Mendes agora estava mais experiente, focou na parte de ‘striking’, aliando ao seu muito bom wrestling. Mesmo com toda essa melhora, Mendes não foi páreo para o campeão, que venceu 4 dos 5 rounds disputados. Vitória incontestável por decisão unânime, e 7ª defesa de cinturão bem sucedida.

No próximo dia 12 de dezembro, Aldo enfrenta o falastrão irlandês Conor McGregor, buscando a 8ª defesa consecutiva de cinturão.

Primeiro e único campeão dos penas, nº 1 p4p (Foto: Inovafoto)

Primeiro e único campeão dos penas, número 1 p4p (Foto: Inovafoto)

José Aldo Júnior tem 29 anos e um cartel com 26 lutas, 25 vitórias (14 nocautes, 2 finalizações e 9 por decisão) e 1 derrota (finalização). Foi o último campeão do WEC,  recordista de vitórias consecutivas pelo extinto evento (8 vitórias seguidas) e ganhador de 3 prêmios de “nocaute da noite”.  Pelo Ultimate, é o primeiro e único campeão peso pena, está invicto e possui 3 prêmios de “luta da noite”. Foi eleito o “lutador do ano de 2009” pelo Sherdog e tambem o “lutador do ano 2010” pelo World MMA Award. 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

14 − três =

RELACIONADO POR