JVT Championship 15: Melhores da noite, fotos e resultados completos

Evento marcou a sua décima quinta edição no ginásio Vascão, em Caxias do Sul
Marcus Vinicius Tatu
Marcus Vinicius Tatu defendeu o cinturão dos pesos meio-pesados (Crédito: Renan Assunção / Nocaute na Rede)

Uma noite histórica. A décima quinta edição do JVT Championship foi mais um grande espetáculo realizado no último sábado, 11, no Ginásio Vascão, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. O banner contou com duelos nas modalidades de MMA, K-1 e Muay Thai. O ginásio, como de praxe, ficou lotado e contou com muito apoio para os atletas que estavam dentro do octógono. Para a organização, só elogios positivos. Iluminação, casamento das lutas, som, um super telão que estava sendo transmitido os combates para uma melhor visualização do público e sem esquecer do excelente atendimento da equipe com os atletas e imprensa.

Sobre o evento, o 15º JVT proporcionou aos amantes das lutas uma grande demonstração de guerra e entrega dos atletas nos nove combates realizados na madrugada de sábado. As últimas três lutas foram especiais, três disputas de cinturão.



Na categoria meio-pesado (até 93kg), Marcus Vinicius “Tatu” defendeu seu cinturão com sucesso diante do oponente Robson de Barros na decisão unânime dos juízes laterais. O combate ficou traçado em muito estudo dos atletas durante os cinco rounds, com uma maior conectividade de golpes por parte do campeão.

O atleta da casa, Claudir Dutkevis, traçou o co-main event diante do paranaense Ranieri Yuri “Rani Rex”, na categoria peso-pena. O caxiense de 36 anos se saiu melhor no embate com um triunfo pela decisão unânime dos árbitros, reinando ainda no topo da categoria e permanecendo no posto de campeão.

Na melhor luta da noite, segundo minha análise em todos os duelos do card, a primeira disputa de cinturão da noite ficou por conta da disputa do cinturão interino dos pesos leves, até 70 quilos, com um duelo internacional, Brasil versus Colômbia. Representando a bandeira verde e amarelo e também com a torcida a seu favor, Leandro Barbosa mediu forças contra o colombiano de Santiago de Cali, Carlos Garcia “Terere”. O duelo rolou por cinco rounds, com Carlos dominando o centro do octógono e Leandro Barbosa fazendo um jogo de contra-ataque. Leandro estava na sua noite, fez um “jogo carateca” muito efetivo, muitas vezes até tomando a ação primeiro. Tudo “ficou mais fácil” quando o atleta da Colômbia foi advertido com menos um ponto por segurar a grade, diversas vezes. O caxiense de 29 anos mesmo assim conectou os melhores golpes durante os cinco rounds, onde usou um jogo muito efetivo de combinações de socos e chutes. Leandro Barbosa se tornou o campeão interino dos pesos leves pela decisão unânime dos juízes laterais. A disputa com o atual campeão, Maicon Miller, deve ocorrer na próxima edição, em 2020.

MELHORES DA NOITE (por Nocaute na Rede):

Luta da noite: Leandro Barbosa Vs. Carlos Garcia
Nocaute da noite: Silas Robson sobre Rodrigo de Sousa
Finalização da noite: Simone Santos com um mata-leão sobre Josiane Dal Zotto

GALERIA DE FOTOS

Para conferir a galeria COMPLETA de fotos, clique aqui.

Confira os resultados completos do evento:

Defesa de Cinturão – MMA até 93kg
Marcus Vinicius “Tatu” (Porão da Luta/Luis Brito Fight School/Strong) venceu Robson de Barros (MFT Lutas) por decisão unânime

Defesa de Cinturão – MMA até 66kg
Claudir Dutkevis (Dutkevis Team/Art-Of-Fighting) venceu Ranieri Yuri Zenidim Bueno “Rani Rex” (Zenidim Ponta Grossa) por decisão unânime

Valendo Cinturão Interino – MMA até 70kg
Leandro Barbosa (Jorge Velho Team) venceu Carlos Garcia “Terere” (Evolução Thai) por decisão unânime

MMA até 84kg: Silas Robson (Art-Of-Fighting/Dutkevis Team) venceu Rodrigo de Sousa Barni (Orestes Betran MMA/Zanon Fight Gym) por nocaute técnico com 01:04 do 1º round

MMA até 59kg (Peso Combinado): Simone Santos (MFT Lutas) venceu Josiane Dal Zotto (Dutkevis Team) por finalização (mata-leão) com 01:12 do 1º round

Muay Thai até 75kg: Marcelo Quines (Escola Gaúcha) venceu Juliano Pistore (Training) por nocaute técnico (interrupção médica) com 02:59 do 1º round

K1 até 75kg: Alex de Araujo (Jorge Velho Team) venceu Douglas Ribeiro (Fúria Fight) por decisão dividida*

K1 até 63kg: Denise Gomes (Escola Gaúcha) venceu Débora Ferreira (Klin Team) por decisão unânime

K1 até 66,800kg: André Milesi (Alceni Team) venceu Alexandre de Araujo (Jorge Velho Team) por nocaute técnico com 54 segundos do 2º round

* Decisão dividida: Quando dois juízes apontam um lutador como vencedor e o terceiro juiz aponta o outro lutador como vencedor



Categorias
JVT ChampionshipLutasMMA Nacional

Louco por MMA Internacional e Nacional - Owner do Nocaute na Rede"1% de chances SEMPRE confiante"
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    dois × quatro =

    RELACIONADO POR