Luiz Besouro comenta sobre sua próxima luta e descida de peso

O TUF Brasil 2 começou com grandes talentos que acabaram se lesionando no decorrer do reality. Um deles foi Luiz “Besouro” Dutra. O atleta, que foi representante do Time...

O TUF Brasil 2 começou com grandes talentos que acabaram se lesionando no decorrer do reality. Um deles foi Luiz “Besouro” Dutra. O atleta, que foi representante do Time Nogueira, no The Ultimate Fighter, falou sobre a sua próxima luta, contra Tom Breese, em Goiânia, e sobre sua mudança de categoria.

Besouro na coletiva do UFC Goiânia 2 (Foto Pedro Finoto)

Besouro na coletiva do UFC Goiânia 2 (Foto Pedro Finoto)

Criou-se muita expectativa em você no TUF, porém você se lesionou. Na sua estreia ocorreu a desclassificação. Você está encarando a próxima luta como uma verdadeira estreia?



Estou encarando como a luta da vida, a luta que vai de fato definir minha participação no TUF, que se encerra na verdade, porque as pessoas ainda me enxergam como lutador do TUF e já estamos no TUF Brasil 4 e isso já esta acabando,  então quero encerrar de forma grandiosa, com uma grande luta. Logo em seguida, já anunciei que vou para os pesos leves, então praticamente já estou no peso, faltam 2 quilos somente e a pesagem só será amanha a tarde, então quero encerrar com chave de ouro.

O que você tem para falar do seu adversário e qual será seu jogo para essa luta?

Bom, ele é um cara alto então vou ter que me movimentar bastante, é um cara que vem do BJJ, mas para onde ele levar a luta, se ele quiser levar para o chão, é minha casa, pois sou faixa-preta luta livre esportiva brasileira. Será uma grande luta, ele é estreante, invicto, para mim é ótimo, se ele estiver com a mesma vontade que eu, ganharemos luta da noite.

Durante esse período ruim, de lesão e da desclassificação contra o japonês. O que passava pela sua cabeça?

Olha, nessa luta contra o japonês, eu acho que realmente de fato eu errei, foram cotoveladas ilegais, porém acho que ele valorizou, jogou contra a regra, para ele foi válido. Logo em seguida, procurei me focar em lutar com Sean Spencer, só que ele se lesionou e eu também me lesionei, saímos do card e eu operei o joelho. Após a cirurgia, me foquei na minha recuperação e na minha volta, foi somente isso que pensei nos últimos um ano e meio, nada além disso.

Você já tem 33 anos e seu adversário tem 23 anos, 10 anos a menos. Seria um confronto experiência x juventude?

Acredito que sim, um cara jovem, as pessoas mais jovens estão cada vez maiores, ele tem um 1.90m, então acredito que sim, mas não estou pensando nisso não. Ele é estreante no evento e invicto, é algo que esta acontecendo agora, cada vez os atletas são mais jovens.

Você ainda tem alguma relação com Rodrigo Minotauro? Pois ele mostrou muita confiança em você no TUF.

Eu não tenho mais tanto contato com ele, mas sempre que nos encontramos nós conversamos, pelas redes sociais também. Inclusive, ele disponibilizou a Team Nogueira Goiânia caso eu precisasse de alguma coisa, então acredito que ele está torcendo muito e para mim é muito importante e bom demais.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escritor/ Repórter: Gabriel M. Neves



Categorias
Lutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

18 − 17 =

RELACIONADO POR