Lutador russo é agredido e baleado durante celebração de Ano Novo em sua casa.

Rasul Mirzaev, lutador do EFN, foi atacado e agredido por meliantes, que tentaram estrangulá-lo e atiraram três vezes no atleta.
Rasul Mirzaev (Foto: Pinterest)

O ano de 2017 começou mal para o lutador russo Rasul Mirzaev. Ao iniciar suas celebrações de Ano Novo, o atleta ia ao encontro de amigos, quando nas escadarias do condomínio onde mora, foi atacado por meliantes que tentaram estrangulá-lo com uma corrente, agrediram-no com um taco de beisebol e balearam o russo três vezes com uma arma não letal, duas vezes no torso e uma no queixo.

A polícia de Moscou informou que além do ataque, os meliantes invadiram o apartamento de Rasul e roubaram jóias, itens de valor e dinheiro antes de evadirem o local. Imagens cedidas pela imprensa russa mostram a situação deixada pelos criminosos no apartamento de Mirzaev e nas cercanias (confira imagens aqui). Os motivos do ataque ainda estão sob investigação pelas autoridades russas.



Lutador russo Rasul Mirzaev após o ataque (Foto: Bloody Elbow)

Lutador russo Rasul Mirzaev após o ataque (Foto: Bloody Elbow)

Rumores sobre o motivo do ataque já são discutidos na imprensa russa e envolveram um lutador do UFC. Os relatos iniciais especulam que o atleta teria sofrido retaliação por uma briga ocorrida em uma boate, semanas antes do ataque. Outro rumor diz que Mirzaev agiu em proteção ao atleta do UFC Artem Lobov, que teria sido abordado e ameaçado por outros lutadores do Dagestão. Lobov pronunciou-se sobre o ocorrido, disse que de fato encontrou-se com Mirzaev dias antes do incidente, que são amigos, mas que não possui envolvimento nenhum com o caso, e tampouco fora abordado por ninguém.

O atleta foi levado às pressas para o hospital e passou por procedimentos cirúrgicos que removeram os projéteis disparados além de suturar as feridas e escoriações resultantes do ataque. Até o momento, sua condição é estável. É a segunda vez que Mirzaev envolve-se em confusão. O atleta já foi preso em 2012 por homicídio após um desentendimento em uma boate em Moscou no ano anterior, que resultou em altercação entre Mirzaev e o jovem estudante Ivan Agafonov, com 19 anos na época. Agafonov foi agredido por Rasul, caiu desacordado e bateu com a cabeça no pavimento, falecendo no hospital quatro dias após o incidente. Mirzaev ficou 15 meses preso.



Categorias
EspeciaisLutasM-1 GlobalMMAMMA Internacional

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    catorze − quatro =

    RELACIONADO POR