Lutadores tops do UFC declaram apoio a Ariel Helwani

No último sábado, 4, Ariel Helwani, jornalista do ‘MMA Fighting’, declarou que durante o UFC 199 teve sua credencial confiscada pela Organização, e ainda fora banido de todos os...

No último sábado, 4, Ariel Helwani, jornalista do ‘MMA Fighting’, declarou que durante o UFC 199 teve sua credencial confiscada pela Organização, e ainda fora banido de todos os eventos realizados pelo Ultimate a partir de então. Os motivos que levaram a essa situação foram os “furos de reportagem” dados por Helwani, que revelaram a presença de Brock Lesnar no UFC 200 e a revanche marcada entre Nate Diaz x Conor McGregor antes mesmo do anúncio oficial por parte do Ultimate.

(Foto: Reprodução/ BJ Penn)

(Foto: Reprodução/ BJ Penn)

“O meu trabalho é conseguir as notícias. É isso o que eu faço. Eu vou atrás das notícias. Não posso sentar em cima das notícias e adiar as coisas. Eu tenho que reportar. E acontece que, no momento em que eu consegui a confirmação da luta entre o Conor e o Nate Diaz e de que o Brock Lesnar estava negociando um retorno, eu estava na arena. Não tenho culpa. E tenho que dar as notícias. Eu levo o jornalismo a sério. Não estou brincando. Não é fácil manter uma reputação e ter credibilidade. Eu não fiz nada para sacanear o UFC”, afirmou Ariel, indignado.



Em conversa com o site ‘TMZ’, o presidente da Organização, Dana White, confirmou o banimento do jornalista mais confiável do MMA mundial.

“Ele pode continuar cobrindo todo o evento que quiser, ele apenas não terá mais credencial”.

Dana afirmou ainda que o jornalista poderia estar normalmente no UFC 200, bastava comprar o ingresso, e ainda que essa “punição” ao jornalista irá durar enquanto ele, Dana, estiver por lá.

Pelo twitter, alguns lutadores como Tim Kennedy, Jon Jones, Daniel Cormier e Chris Weidman prestaram apoio a Helwani.

“Ei, Ariel Helwani, você será agora a primeira pessoa para quem ligarei sempre que tiver novidades”, avisou Kennedy.

“Isso é lamentável. Sempre atenderei o seu telefonema, ele sempre foi justo comigo”, lamentou Jon Jones.

“Acabei de ficar sabendo o que aconteceu. Isso é triste. Ele é o melhor jornalista de MMA por um bom tempo. Espero que haja mudanças…”, pediu Daniel Cormier.

“Não sei direito o que aconteceu, mas as coisas não podem ser assim. Esse esporte precisa desse tipo de jornalismo”, afirmou Chris Weidman.

Nesta segunda, 6, Ariel Helwani declarou ainda em seu programa ‘MMA Hour’ que a informação do seu banimento foi dada pelo próprio Dana White, e que presidente do Ultimate deixou claro que a ordem veio de Lorenzo Fertitta.

“Você está fora, já era. Vá para o Bellator. Você é muito negativo. Lorenzo queria você fora da Fox e isso aconteceu. Agora ele quer você fora daqui”, teria dito Dana White.

O UFC ainda não fez nenhum comunicado oficial sobre o assunto.


Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: 
https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH 



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

8 + 5 =

RELACIONADO POR