Markus ‘Maluko’ comenta estratégia para a Ilha da Luta: “Vou entrar como um predador quando identifica a presa”

Confiante na vitória no dia 20 de janeiro, em Abu Dhabi, brasileiro garante que fará combate estratégico na Ilha da Luta do UFC
Markus 'Maluko' Perez garante fazer combate estratégico em busca da vitória na Ilha da Luta do UFC, no dia 20 de janeiro. (Foto: reprodução ESPN/ Divulgação)

Markus Perez aposta na mudança de estratégia para conquistar a vitória na Ilha da Luta do UFC, em Abu Dhabi. ‘Maluko’, como é conhecido pelos fãs de MMA, enfrentará Dalcha Lungiambula, no dia 20 de janeiro, e garante que dessa vez será um atleta mais focado em derrotar seu oponente do que em ‘dar show’ dentro do octógono.

Em entrevista ao Ag.Fight,  o brasileiro detalhou essa mudança de postura. “Eu pensava em dar show, nos bônus e isso atrapalhou muito minha carreira no UFC. Tenho que pensar que minha mão será levantada no final da luta. Não quero ver meu adversário assim. Isso foi uma coisa que pegou forte e aprendi da pior forma”, afirmou.



‘Maluko’ também garantiu que fará um confronto estratégico, estudando o oponente no combate. “Eu serei inteligente. O atleta que você vai olhar no octógono será inteligente. Se eu perceber que alguma coisa me dá uma maior probabilidade de ganhar, farei o que me dá mais chance. Vou começar lutando, estudando meu adversário, jogando armadilhas para ver qual que é a dele e quando eu descobrir, vou entrar que nem um predador, quando ele identifica a presa. O que eu tiver que fazer para ganhar, vou fazer. Trocação, finalização, qualquer coisa para vencer”, enfatizou o lutador.

Ainda na entrevista, o ex-campeão do peso-médio (84 kg) do LFA falou sobre os pontos fortes e as fraquezas de seu adversário na Ilha da Luta. “Dalcha é um striker. O ponto positivo é ser um cara explosivo, que tem a mão pesada, é forte, tem bastante massa muscular e o ponto negativo é não ser um lutador completo. Ele não tem jiu-jitsu, não tem wrestling. Ele tem algumas quedas de judô, mas é mais na força bruta. Ele vai fazer a primeira luta nos médios. Não sabemos como será o aproveitamento dele nessa categoria, como ele vai se sentir. Ele ia lutar nos meio-pesados, não aconteceu e resolveu descer faltando três semanas para a luta. Não sei como ele vai lidar com isso e com o tempo parado. Espero que ele esteja bem, preparado para a luta. Meu foco é um só: ganhar e sair com a mão levantada, não importa o que eu tenha que fazer”, analisou.

Passando por má fase na organização, o combate do dia 20  é considerado crucial para o futuro de Perez no Ultimate. “Para as pessoas, o importante é quem tem a mão levantada no final da luta e aprendi bem nesses tempos. No UFC, me tornei um atleta medíocre, para baixo de medíocre. Não sei o que aconteceu. Se você pega os atletas que lutei, nenhum deles é melhor do que eu, em nada. Os caras que eu perdi são melhores em que? Se você me vê treinando com eles, vou bater em todos e aí na luta perco por causa de sorte? É óbvio que teve estratégia e eles ganharam nesse tipo de jogo e eu perdi, porque eles pensavam mais na vitória do que eu”, comentou em relação às recentes derrotas que sofreu no UFC.

No MMA profissional desde 2013, Markus ‘Maluko’ venceu as dez primeiras lutas que disputou e conquistou o cinturão do peso-médio do LFA em 2017. No UFC, o atleta coleciona duas vitórias e quatro derrotas em seu cartel.



Categorias
Lutas
Sem Comentários

Responder

*

*

dez − 4 =

RELACIONADO POR