Meio-Pesado – (84 a 93 kg)

JON JONES 

 

FOTO: UFC

INÍCIO

Jones nasceu em Nova Iorque; mas foi em Los Angeles, durante o ensino médio, que iniciou sua carreira como artista marcial. O meio-pesado praticava wrestling e logo participou de competições nacionais.

Em seguida, no ano de 2008, Jon Jones largou a faculdade para se dedicar ao MMA, competindo em eventos locais e alcançando um cartel de 6 vitórias e nenhuma derrota.

UFC

Após o grande início de carreira, “Bones” chamou a atenção de UFC, e fez sua estreia no octógono contra o brasileiro André Gusmão e obtendo uma vitória por decisão unânime. Nas lutas seguintes venceu Stephan Bonar e Jake O’brien.

Jon conheceu sua primeira e única derrota até então na carreira contra Matt Hamill, luta onde foi desclassificado por desferir cotoveladas ilegais em seu oponente.

A partir dai, Jones conseguiu vitórias importantes sobre Brandon Vera, Vladimir Matyushenko e Ryan Bader; que o credenciaram para uma disputa de cinturão contra o então campeão da categoria dos meio-pesados, Maurício Shogun.

O CINTURÃO DO UFC

Após grande atuação contra Shogun, Jones acabou conseguindo um nocaute técnico no terceiro round de luta e se tornou o campeão mais jovem da história do UFC, aos 23 anos de idade.

Já como campeão, defendeu seu cinturão por sete vezes consecutivas contra Rampage Jackson, Lyoto Machida, Rashad Evans, Vitor Belfort, Chael Sonne, Alexander Gustafsson e Daniel Cormier.

Jones era esperado para defender seu título pela oitava vez contra o então número 1 da divisão, Anthony Johnson. Porém ao se envolver em problemas com a justiça americana ao atropelar uma mulher grávida e não prestar socorro e ter sido flagrado com porte de drogas, Bones acabou perdendo seu cinturão que foi disputado entre Anthony e Daniel cormier  no UFC, sendo conquistado por DC no UFC 187.

Após cumprir a suspensão aplicada pela comissão atlética, ele retornou ao Ultimate para disputar o cinturão interino contra Ovince St Preux, e vencendo o combate por decisão unânime. Jones se tornou campeão interino da categoria e obteve o direito de disputar o título linear da categoria contra o então campeão, Daniel Cormier. Porém semanas após o combate, Jones falhou no exame antidoping e teve seu cinturão retirado novamente.

A revanche entre DC e Jon Jones ocorreu no UFC 214. O combate começou com DC controlando as ações e vencendo os dois primeiros rounds até ser surpreendido por Jones com um chute alto que gerou um nocaute no terceiro round de luta.

Após o combate, Jon Jones foi flagrado no exame antidoping e teve seu cinturão caçado pela terceira vez, além da pena de 15 meses de suspensão.

Após cumprir suspensão, o lutador retornou para disputar o cinturão vago dos meio-pesados contra Alexander Gustafsson, Jones obteve um nocaute técnico no terceiro round de luta, se tornando novamente campeão da categoria. Sua primeira defesa de título foi no UFC 235, contra Anthony Smith. Jones controlou toda a luta, obtendo uma vitória por decisão unânime.

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Carlos de Paula.



Sem Comentários

Responder

*

*

doze + um =