Munhoz x Edgar fazem grande luta. Rodriguez e Jones incorporam Rocky Balboa. Resenha e resultados do UFC on ESPN 15

Brasileiro e americano fizeram uma grande luta, digna de dois atletas de tão alto gabarito
Frankie Edgar comemora vitória na estreia pelo peso-galo (Credits: Getty Images)

Neste sábado, 22, aconteceu o UFC on ESPN 15. Na luta principal,  brasileiro Pedro Munhoz, atual número 5 no ranking, enfrentou o americano e ex-campeão peso-leve, Frankie Edgar. O americano fazia sua estreia na divisão até 61kg. E o combate, como previsto, foi muito bom, bastante movimentado e resolvido no detalhe.

Como falei na prévia do duelo (https://nocautenarede.com.br/previa-frankie-the-answer-edgar-vs-pedro-the-young-punisher-munhoz/), muita gente acreditava que o peso-galo era a categoria perfeita para o americano. E ele comprovou. Edgar sempre foi conhecido pelo jogo baseado em muita velocidade, movimentação e volume de golpes. Mas nesta luta estava ainda mais afiado nesses quesitos. O jogo de intensidade foi inclusive claramente sentido pelo brasileiro, que deu uma reduzida no ritmo no terceiro round como forma para recuperar o fôlego. Mas Munhoz, inteligentemente, utilizou uma excelente estratégia para desacelerar o adversário.



O brasileiro caprichou nos chutes nas pernas, sejam acima ou abaixo da linha do joelho, arma excelente para causar danos e diminuir a mobilidade do oponente. Especialmente no quarto round, Edgar claramente sentiu e em alguns momentos até “falhou” na hora da caminhada, dando a impressão de que iria até cair. E enquanto o americano se preocupava com os chutes baixos, Pedro aproveitava para deixar bons golpes no rosto. Foram vários os que entraram de forma limpa, principalmente jabs.

Frankie Edgar vence guerra contra o brasileiro Pedro Munhoz no UFC ...

(Imagem: Reprodução via superlutas.com)

Edgar, conhecido também por ter um bom wrestling, tentou utilizar essa arma por algumas vezes, mas somente em duas ou três conseguiu a queda. No entanto, não conseguiu manter o brasileiro no chão. Munhoz era arisco, ensaboado, e rapidamente conseguia se colocar de pé. E no fim, como a luta não acabou pela via rápida, foi hora dos juízes laterais entrarem em ação.

 O resultado foi a decisão dividida. Dois árbitros deram vitória para Edgar, ambos por 48-47, e um deles marcou para o brasileiro, 49-46. Luta bem equilibrada e que de fato qualquer um poderia ter tido seu braço erguido. O americano mostrou que chegou pra ficar e complicar de vez a divisão que já anda enrolada, de forma positiva, devido a tantos bons nomes na parte de cima da tabela. E “Pedrinho” mostrou que não é carta fora do baralho e é páreo duro pra qualquer um que esteja nesse topo de divisão.

DESTAQUE

No co-main event tivemos a saída, de última hora, da luta entre Ovince St. Preux x Alonzo Menifield. ‘OSP’ testou positivo para covid-19 e o combate foi cancelado. Com isso os meio-pesados Mike Rodriguez e Marcin Prachnio ficaram com a responsabilidade. E o lutador americano não tomou conhecimento do adversário polonês. Assim que teve a oportunidade, Rodriguez fez o ‘clinch’ estilo muay thai, soltou umas joelhadas e depois acertou uma cotovelada na lateral da cabeça, levando assim o adversário a ‘knockdown’. Depois foi só acertar mais dois socos no ‘ground and pound’ e o árbitro encerrou dando vitória por nocaute aos 2:17 do 1º round.

UFC Vegas 7: Mike Rodriguez uses elbows to stop Marcin Prachnio

Rodriguez castigou com oponente polonês com fortes joelhadas e cotoveladas (Credits: Chris Unger/ Zuffa LCC)

Destaque também para Daniel Rodriguez e Trevin Jones. Os dois lutadores tomaram muita pancada de seus oponentes, respectivamente Dwight Grant e Timur Valiev, mas sobreviveram e conseguiram vencer por nocaute. Ambos exemplificaram bem o que disse o lendário Rocky Balboa: “Não importa o quanto você bate, mas o quanto aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha”.

 

RESULTADOS COMPLETOS

CARD PRINCIPAL

Galos: Frankie Edgar venceu Pedro Munhoz por decisão dividida (49-48/46-49/49-48);
Meio-Pesados: Mike Rodriguez nocauteou Marcin Prachnio aos 2:17 do 1º round;
Leves: Joe Solecki finalizou Austin Hubbard aos 3:51 do 1º round;
Moscas-Femininos: Shana Dobson nocauteou Mariya Agapova aos 1:38 do 2º round;
Meio-Médios: Daniel Rodriguez nocauteou Dwight Grant aos 2:24 do 1º round;

CARD PRELIMINAR

Palhas-Femininos: Amanda Lemos venceu Mizuki Inoue por decisão unânime (triplo 30-27);
Meio-Pesados: Jordan Wright nocauteou Ike Villanueva aos 1:31 do 1º round;
Meio-Médios: Matthew Semelsberger venceu Carlton Minus por decisão unânime (30-26/30-27/29-28);
Peso-Casado: Trevin Jones nocauteou Timur Valiev aos 1:59 do 2º round.

BÔNUS

Pedro Munhoz x Frankie Edgar: US$ 50 mil para cada pela Luta da Noite;

Shana Dobson e Trevin Jones: US$ 50 mil para cada pelas “performances da noite”

Texto e edição: Kaio Lima

 

Siga nas redes sociais:

Instagram do Nocaute na Redehttps://www.instagram.com/redenocaute/?hl=pt-br
Instagram de Kaio Limahttps://www.instagram.com/kaiotlima.mma/
Canal no youtubehttps://www.youtube.com/channel/UCJyqMrz4n0oY5rUx3CsvhWg



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 5 =

RELACIONADO POR