Na Rede da Nostalgia: Há exatos 10 anos, Shogun era campeão do GP dos médios do Pride FC

No dia 28 de agosto 2005, no Pride Final Conflict 2005, o brasileiro Maurício Shogun Rua nocauteava Alistair Overeem e Ricardo Arona, e se tornava o campeão. Maurício Shogun...

No dia 28 de agosto 2005, no Pride Final Conflict 2005, o brasileiro Maurício Shogun Rua nocauteava Alistair Overeem e Ricardo Arona, e se tornava o campeão.

(Foto: Divulgação/ Pride)

(Foto: Divulgação/ Pride)

Maurício Shogun ainda não era um lutador com tanta expressividade assim. Antes de ser chamado para esse grandioso evento do GP dos pesos médios, havia feito 4 lutas pelo Pride, todas contra lutadores locais (japoneses), todas vencidas por nocaute.



No dia 23 de abril de 2005, no Pride Total Elimination 2005, Shogun fez sua primeira luta no GP, simplesmente contra o já conhecido Quinton Rampage Jackson. O atleta da Chute Boxe venceu por nocaute técnico, aos 4: 47 do primeiro round, na base dos famosos e hoje polêmicos “tiro de meta”.

https://www.youtube.com/watch?v=FV6aiACldUs

Dois meses depois, em 26 de junho, no Pride Critical Countdown 2005, Shogun venceu Rogério Minotouro por decisão unânime, numa luta considerada uma das melhores de toda a história, e se classificou para às semi finais.

Dois meses após a luta contra Minotouro, era hora da semi final e da grande final, que seriam realizadas no mesmo dia, em 28 de agosto de 2005. E nas semi finais do Pride Final Conflict 2005, Shogun nocauteou Alistair Overeem, aos 6:42 do primeiro round – para refrescar a memória e avisar aos mais novos, na época do Pride, o primeiro round possuía 10 minutos, e não apenas 5 como acontece nos eventos atuais).

Na grande final do GP, Shogun enfrentou Ricardo Arona, lutador da equipe arquirrival da Chute Boxe, a Brazilian Top Team. Arona também havia feito um excelente caminho até a decisão, vencendo o ídolo maior do Japão, Kazushi Sakuraba, e o também lutador da Chute Boxe, Wanderlei Silva, que vivia o auge da sua carreira e havia perdido apenas 1 das últimas 21 lutas, sendo que essa derrota havia sido para o peso pesadíssimo Mark Hunt. Shogun nocauteou Arona aos 2:54 do primeiro round, e se tornou campeão do melhor GP que o Pride já teve. Além disso, o brasileiro entrou de vez para o ‘hall’ dos grandes lutadores da história.

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
EspeciaisLutasMMA Internacional

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

onze − 3 =

RELACIONADO POR