Na Rede da Nostalgia: Há exato 1 ano, Jon Jones dominava Cormier e mantinha o cinturão meio-pesado

Três de janeiro de 2015, uma data que está marcada na história do UFC, e da divisão dos meio-pesados da organização. Aparentemente era só mais uma defesa de cinturão...

Três de janeiro de 2015, uma data que está marcada na história do UFC, e da divisão dos meio-pesados da organização. Aparentemente era só mais uma defesa de cinturão do até então campeão, Jon Jones, mas ao longo do tempo que antecedeu o combate, a rixa entre ele (Jones) e seu desafiante Daniel Cormier, só aumentou.

Tudo começou em 2014, quando Jon Jones dominou Glover Teixeira no UFC 172 com extrema facilidade, e muitos se perguntavam, quem poderia parar o campeão. Pois bem, No UFC 173, Daniel Cormier arrasou com o veterano Dan Henderson, e após o fim do combate, Daniel Cormier provocou Jon Jones no microfone, e desafiando o campeão. A principio era então, um desafio em vão, já que Alexander Gustafsson seria o desafiante de Jones no UFC 178. Mas parece que por uma coisa do destino, o sueo se lesionou, e adivinha quem entrou para seu lugar? Sim, Daniel Cormier.



Getty Images

Getty Images

Com um novo adversário, as trocas de farpas entre Jones e DC começaram.O UFC 178 seria realizado em setembro de 2014, e durante o media day do evento, que aconteceu em agosto, as trocas de farpas entre ambos continuaram, e até que na famosa encarada, as provocações ficaram de lado, e deram lugar a agressão física, e ambos tiveram que ser separados por seguranças do Ultimate, e ali estava declarado mais uma rivalidade do MMA. Com tanta expectativa, eis que surge o imprevisto. Após a lesão de Gustafsson, o campeão Jon Jones acabou s lesionando, e ficando de fora do combate, o que frustrou os fãs do MMA. Com a lesão do campeão, o combate foi adiado para dia 3 de janeiro de 2015.

Enfim o dia do combate chegou, e cercado de muita expectativa por tudo que havia sido dito, e pela qualidade do desafiante, que era considerado o melhor oponente que Jones enfrentaria na carreira, e não atoa, o campeão teve a menor porcentagem de favoritismo da carreira. Na luta, Jon Jones surpreendeu a todos, e venceu de uma forma bem dominante, e incrivelmente derrubando Cormier por 5 vezes, um cara que é considerado um dos melhores wrestlers da organização, e ali Jones mostrava ao mundo, por que era considerado o melhor peso por peso da organização.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH     

Escrito por Douglas Barcellos



Categorias
EspeciaisLutas

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

dois + sete =

RELACIONADO POR