Nikolas Motta revela inspiração em boxeador multicampeão em vitória no Shooto BOPE

Um dos prodígios do MMA brasileiro, o peso pena Nikolas Motta alcançou sua sétima vitória na carreira no último domingo (18) no Shooto BOPE. O mineiro, de Governador Valadares,...

Um dos prodígios do MMA brasileiro, o peso pena Nikolas Motta alcançou sua sétima vitória na carreira no último domingo (18) no Shooto BOPE. O mineiro, de Governador Valadares, dominou amplamente o confronto contra Eliel “Topete Dourado” Santos e venceu por decisão unânime dos juízes com um triplo 30-27.

Com um potente jab de esquerda e combinações avassaladoras, o lutador minou o seu adversário, deixando-o com o rosto avariado após o combate. A inspiração de Nikolas ocorreu na noite anterior ao seu duelo no Shooto. Assistindo a luta de boxe entre Gennady Golovkin e David Lemieux, com vitória do boxeador cazaque, o atleta, de 22 anos, comentou com um amigo que, tal como GGG, utilizaria bastante o jab para manter a distância e atacar o seu rival, preparando com o golpe de esquerda outras combinações.



“Admiro bastante o estilo do Golovkin. Acompanhei o duelo dele na madrugada de sábado para domingo e percebi que ele dominou a distância com um jab muito forte, que toda hora tocava no rosto do Lemieux e abria espaço para outras combinações, batendo bastante no corpo, inclusive. Comentei com um amigo que utilizaria a mesma tática, por ser mais alto que o Eliel, que tentaria encurtar a distância a todo custo. A estratégia funcionou bem, vi que ele estava sentindo bastante meus jabs e foi desgastando a energia dele e abrindo espaço para entrar com um gancho na linha de cintura, o chute alto, o meu cruzado…”, analisou Nikolas.

Nikolas Motta vs Eliel (Foto: Deivi Coutinho)

Nikolas Motta vs Eliel (Foto: Deivi Coutinho)

Seguindo o exemplo de Gennady Golovkin, que nocauteou David Lemieux no oitavo round, Nikolas também gostaria que a luta não tivesse chegado ao final. Contudo, o tempo sem lutar fez com que o mineiro não fosse afoito e focasse na conquista da vitória.

“Lógico que eu queria nocautear, vou para as minhas lutas sempre pensando nesta possibilidade. Mas não me afobei, joguei nas brechas do Eliel e buscando a vitória em primeiro lugar. Não podia me abrir demais e acabar dando chances para ele crescer. Não lutava há oito meses e os objetivos principais eram me sentir bem em cima do cage novamente e trazer a vitória. Felizmente, consegui ambos”, destacou o valadarense, que quer encerrar o ano realizando ao menos mais um combate.

“No momento que desci para o vestiário já estava louco para lutar novamente. Vou conversar com minha equipe e tentar realizar mais uma luta até o final do ano. Vamos olhar as datas, os eventos que terão pela frente e encontrar algo que se encaixe na minha agenda. Estou de volta e com sangue no olho”, disse.

Nikolas tem um cartel de 7 vitórias, com cinco nocautes e duas decisões, e apenas uma derrota. O atleta treina na academia Nova União, ao lado de feras como José Aldo, Renan Barão, Cláudia Gadelha e Jussier Formiga.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
LutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

vinte − um =

RELACIONADO POR