Nocaute na Rede bate um papo com: Rafael Cordeiro, o líder da Kings MMA

Ontem, dia 15 de março, aconteceu o UFC 185: Pettis vs Dos Anjos. Anthony “showtime” Pettis era o favorito pelas bolsas de apostas e na opinião de vários fãs...

Ontem, dia 15 de março, aconteceu o UFC 185: Pettis vs Dos Anjos. Anthony “showtime” Pettis era o favorito pelas bolsas de apostas e na opinião de vários fãs e comentaristas do esporte. No entanto, o brasileiro Rafael Dos Anjos chocou o mundo com uma atuação simplesmente épica, perfeita, não deu chance nenhuma para seu oponente, dominou o até então campeão em todos as áreas do combate, “passou o carro” literalmente durante 25 minutos e mostrou quem é o verdadeiro dono do show.

Um dos maiores, senão o maior, responsável por essa grande conquista na carreira de Rafael fora Rafael Cordeiro, mestre de muay thai e líder da equipe de Dos Anjos, a Kings MMA. Menos de 12 horas depois, o mestre Rafael Cordeiro conversou com o Nocaute na Rede.



(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Nocaute na Rede: Rafael Dos Anjos fez história ao ser o primeiro brasileiro a conquistar o cinturão da categoria peso leve do UFC. Qual foi sua emoção quando viu seu atleta sair com o cinturão de campeão?

 “Toda equipe acreditava nesse trabalho há muito tempo e chegou o momento do “Rafa”. Ele batalhou durante muito tempo por esse momento, é um dos atletas mais dedicados que nós temos dentro da academia e a gente ta muito feliz de estar podendo dividir não só com as famílias aqui nos Estados Unidos, mas com todos os brasileiros. Estamos muito felizes, sabemos o que temos pela frente ainda, isso é só o começo, mas acho que já começamos muito bem”.

Nocaute na Rede: Dos Anjos era um lutador unidimensional, digamos que era um lutador de jiu jitsu que estava no meio do MMA, assim como seu companheiro de equipe, Fabrício Werdum, também era no início da carreira. Desde que começaram a treinar com você, ambos evoluíram,  tornaram-se “strikers” de alto nível e consequentemente se tornaram lutadores mais completos. Fala pra gente um pouquinho sobre esse trabalho, sobre a evolução desses meninos.

“Acho que do jeito que trabalhamos ali na Kings MMA, o que a gente faz todo dia, a gente trabalha muito sério, muito focado e tem um respeito muito grande, somos todos profissionais, temos a nossa amizade, mas dentro do tatame é treino sério e isso faz a diferença. Quando você tem a conexão com o atleta é a melhor coisa do mundo, você consegue extrair o melhor dele e é isso que a gente tenta fazer. Graças a Deus os resultados estão falando por si só, os títulos e as vitórias estão aparecendo”.

Nocaute na Rede: O foco agora está com Fabrício Werdum, próximo representante da Kings MMA a estar envolvido numa disputa de cinturão. O que nós, fãs, podemos esperar desse combate entre Werdum e Velasquez?

“Nós respeitamos demais o Cain Velasquez, sabemos o quanto ele é bom, mas esse negócio de favoritismo acabou há muito tempo. Com certeza na hora que o Werdum entrar no octógono, aí os dois estarão em igualdade, será 50/50, e o mais bem treinado, o que tiver a melhor estratégia, esse será o vencedor da luta. Então o que a gente estará oferecendo para o Cain Velasquez será um Werdum muito bem treinado, com a mente forte e totalmente preparado para uma batalha”

Nocaute na Rede: Falando agora sobre um atleta seu que não está envolvido com disputas de cinturão na atualidade, mas que futuramente pode vir a ser um campeão, Beneil Dariush. A cada luta esse garoto vem impressionando mais, mostrando-se cada vez mais bem preparado. Será que ele é o próximo da Kings a conquistar um cinturão?

“Ele está muito bem preparado, esse menino é a nova geração , com certeza será um dia campeão. É um “guri” novo ainda, tem bastante o que aprender, mas é um “guri” que estamos apostando nossas fichas. Quando ele atingir o top 5 dos pesos leves, ele irá subir para 170 libras (categoria meio médio), para não ficar na mesma categoria que o Rafael.

Nocaute na Rede: Para encerrar nosso bate papo, para voltar a ser campeão ou pelo menos voltar a ter boas apresentações,  não estaria faltando um pouco de Rafael Cordeiro e Kings MMA para Maurício Shogun?

“Essa última pergunta vamos deixar sem resposta por enquanto. No futuro, de repente vai ter novas informações, mas por enquanto vamos deixar assim”.

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

 

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
EntrevistasEspeciais

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

9 − cinco =

RELACIONADO POR