Nocaute na Rede entrevista: Nathan “Shogun” Oliveira

Que o Brasil é um dos países que mais revela grandes lutadores de MMA, não é novidade. Com a quantidade de eventos espalhados pelo Brasil, não é difícil achar...
Nathan "Shogun" Oliveira (Foto: Reprodução/Facebook)

Nathan “Shogun” Oliveira (Foto: Reprodução/Facebook)

Que o Brasil é um dos países que mais revela grandes lutadores de MMA, não é novidade. Com a quantidade de eventos espalhados pelo Brasil, não é difícil achar novos talentos. Um deles é Nathan Oliveira, também conhecido como “Shogun”. O atleta da Piqueno Team venceu sua primeira luta de MMA no evento Bushido One Kombat – ele já havia lutado no mesmo evento, porém apenas nas regras do Muay Thai – e se posicionou para uma possível disputa de cinturão na organização. E ele bateu um papo conosco do Nocaute na Rede. Ele contou um pouco sobre a sua trajetória nas artes marciais e porque ele tem o mesmo apelido do lendário Maurício Shogun. Confira!

Você venceu a luta contra o Cláudio Júnior ainda no primeiro round e com um armlock. Treinou muito, especificamente, a área de chão para esse combate?



Bom, eu treinei muito sim. Apesar da minha estratégia ser manter a luta em pé, quando fui para o chão me senti confiante também e fui desenvolvendo o meu jiu-jitsu e consegui finalizar ainda no primeiro round.

O que essa vitória significa pra ti? É a maior da tua carreira?

Bom, essa vitória me deixou com a sensação de dever cumprido, pois eu treinei muito para esse dia. Com toda a certeza foi a maior de minha carreira até agora, foi minha estréia no mundo do MMA.

Conta pro pessoal do Nocaute na Rede: Qual é a tua origem? Vens da trocação, da luta em pé?

Antes de começar no MMA, eu competia no jiu-jitsu e no muay thai.

De onde vem o apelido “Shogun”? Influência da lenda Maurício Shogun?

Ah, me batizaram “Shogun” porque falam que sou muito parecido com ele. Mas nada a ver, pô. Sou mais bonito (risos)!

Onde tu achas que essa vitória te coloca no evento? Já pensa em disputar o cinturão do Kombat One?

Bom, acho que essa vitória me coloca em um bom lugar no evento, pois lutei a primeira edição do Kombat One no começo desse ano só que foi no muay thai, onde eu consegui um nocaute aos 30 segundos do 2 round e consegui satisfazer o público. E agora, na minha estréia no MMA no Kombat One Bushido, consegui finalizar o cara da casa ainda no primeiro round. Vamos ver o que o Alan (Galvão), dono do evento, vai preparar. Se aparecer a oportunidade de disputar o título, to dentro! Seria uma honra pra mim.

Deixe um recado para seus fãs e pra todos que acompanham o Nocaute na Rede!

Sempre acredite em você, o esforço a mais de hoje que separa o primeiro do segundo, amanhã. Sempre dê o máximo de você no que for fazer, e jamais esqueça de quem esteve do seu lado. Sempre lembre de onde você saiu, de onde você veio. Sempre reconheça a sua origem. E deixo um agradecimento para os meus treinadores: Zaqueu Pequeno que me passa o muay thai, Everton Gori, Alemão da Luta, que me passa a parte de wrestling e também ao Júnior Gabriel e a todos os professores de Jiu-jitsu da checkmat que me passam a parte de chão e a academia Delta Dojo, devo muito a todos vocês!

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH
Escrito por: Lucas Costa


Categorias
EntrevistasEspeciaisLutasMMA Nacional

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

cinco × dois =

RELACIONADO POR