Nocautes brutais e grandes finalizações marcam o Imortal FC 4

No último sábado (21) a cidade de São José dos Pinhais que fica na região metropolitana de Curitiba, foi palco da 4a edição do Imortal Fight Championship que aconteceu...
Foto: Felipe Moreira / OsS Produções

No último sábado (21) a cidade de São José dos Pinhais que fica na região metropolitana de Curitiba, foi palco da 4a edição do Imortal Fight Championship que aconteceu no ginásio Max Rosenmann.

O evento que teve seu card principal transmitido ao vivo pelo canal esporte interativo foi de altíssimo nível, e pode ser considerado o melhor card do MMA nacional em 2016. De armlock a mata-leão, teve finalizações e nocautes para todos os gostos.

Na luta principal da noite o perigoso Thiago BelSilva, da tradicional equipe Evolução Thai, tinha em seu córner o Mestre André Dida e o lutador do UFC Serginho Moraes, além de lutar em casa e com o apoio da torcida. O curitibano vinha embalado por 12 vitórias, mas experimentou o gosto amargo da derrota ao ser finalizado pelo carioca e ex-UFC Jorge Blade (Equipe RFT). O duelo foi pela categoria dos leves, e o carioca levou a melhor após ser muito pressionado no primeiro round claramente vencido por Bel. Blade de 36 anos, usou toda sua experiência para no 2º round aplicar um knochdown no adversário e aos 3:55s encaixar um mata-leão no atleta da casa.

Juliana Werner x Ariane Lipiski foi o coevento principal, e fez jus a expectativa entorno do único duelo feminino da noite, saiu neste combate o nocaute mais impressionante do evento. A curitibana Ariane (22) que faz parte da Equipe Rasthai Temple e tem Cris Cyborg como inspiração, emplacou a 5ª vitória seguida, a sétima na carreira, ao nocautear a adversária que é 12 anos mais velha e ex desafiante ao título no Legacy FC. Ariane que andou para frente dominando o centro do octágono durante toda a luta, com uma eficiente combinação de chutes e socos oriunda de seu muay thai afiado, nocauteou a adversária no final do 2º round, aos 4:26s, acertando um certeiro cruzado de encontro em sua oponente que desabou nocauteada.

Confira a seguir várias fotos do evento e abaixo da galeria os resultados oficiais das demais lutas da noite:

Peso médio (até 84kg): Bruno Blindado (Evolução Thai) venceu Tiago Varejão (Roxo Strike) na decisão unânime dos juízes;

Peso pena (até 66kg): Irwing “King Kong” Machado (Checkmat) e Felipe Cruz (Team Tavares) empataram;

Peso meio-médio (até 77kg): Luciano Contini (Strikers House) finalizou Marcos Pirata (Fight Only/Madison Team/Noguchi) com um mata-leão aos 4:34 seg do segundo round;

Peso pena (até 66kg): Diego Marlon (Gile Ribeiro/Noguchi) finalizou Eneas Gringo (Shogun Team) com uma chave-de-braço aos 2:53 seg do primeiro round;

Peso moscas (até 57kg): Jardel Evangelista (Noguchi) finalizou João Alicate (Combate Absoluto) com uma guilhotina aos 2min02seg do segundo round;

Peso pesado (até 120kg): Johnny Walker (SIAM/LA Sports/Noguchi) venceu Fabão Vasconcelos (HARD) por nocaute técnico aos 4:10 seg do primeiro round.

Card Preliminar:

Peso médio (até 84kg): Christiano Frohlich (Evolução Thai) finalizou Dyego Roberto (Chute Boxe) com um mata-leão aos 4:12 seg do primeiro round;

Peso galo (até 61kg): Diego Santos (Madison Team) venceu Shyudi Yamauchi (Team Yamauchi) na decisão unânime dos juízes;

Peso leve (até 70kg): Antonio Nego (King Shark) venceu Igor Soares (Noguchi) na decisão dividida dos juízes;

Até 61kg: Paulo Macedo (GF Team/Fight Only) finalizou Alan Psicopata (Strikers House) com um mata-leão aos 4:55s do primeiro round;

Peso galo (até 61kg): Magnum Max (Evolução Thai) venceu Welinton Santos (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes;

Peso meio-médio (até 77kg): Wellington Turman (Gile Ribeiro/Noguchi) finalizou Caio Moicano (Gentilini Fighters/Barra Fight Team) com um mata-leão aos 2:09 seg do primeiro round;

Peso casado até 75kg: Eduardo Garvon (Evolução Thai) finalizou o angolano Isaac Shibata (Gentilini Fighters) com um triângulo aos 3:07 seg do segundo round;

Peso leve (até 70kg): Everton Toniazzo (Confiance JJ) finalizou Ruben CP (Team Bronx) com uma guilhotina aos 3:30 seg do primeiro round.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



Categorias
Imortal FCLutasMMA Nacional

Fui alienado ao mundo do antigo "vale tudo" e aos primórdios do MMA por um bom tempo. Porém, após assistir ao nocaute de Maurício Shogum na revanche contra Lyoto Machida que lhe rendeu o cinturão dos Meio Pesados do UFC, nocaute da noite e do ano em 2010, desde então acompanho MMA e me interesso pela história desse esporte que cresce e arrebata multidões como nenhum outro mundo afora.
Sem Comentários

Responder

*

*

2 × 3 =

RELACIONADO POR