NR Entrevista: Claudio Mineiro! O “Hannibal”, recém contratado do UFC

Claudio “Mineiro” Silva, é o mais recente brasileiro a assinar com o Ultimate, e mais nova promessa e a se dar bem no evento. Claudio tem praticamente um cartel...

Claudio “Mineiro” Silva, é o mais recente brasileiro a assinar com o Ultimate, e mais nova promessa e a se dar bem no evento. Claudio tem praticamente um cartel perfeito em 6 anos de carreira, em 10 lutas, venceu 9 e perdeu apenas uma, ainda por desqualificação. O Mineiro como é conhecido no mundo da luta,  é pouco conhecido aqui no Brasil, porque só iniciou no MMA em 2007 na Inglaterra e nunca lutou no Brasil. Em sua estréia no UFC Claudio enfrenta Brad Scott, lutador local, no UFC Fight Night: Gustafsson vs Manuwa, no dia 3 de Março do próximo ano.

claudiohenriquedasilva1_facebook

Mineiro com sua mascara de Hannibal (Foto: Arquivo Pessoal)

Confira essa entrevista exclusiva que brasileiro nos concedeu, Mineiro contra detalhes da sua carreira, se apresenta para quem não o conhece e su expectativa no maior evento de MMA do mundo.



NR: Como começou sua carreira nas artes marciais?

Claudio Mineiro: Comecei a treinar Karate, meu pai era militar, linha dura e fazia eu e meu irmão a treinar artes marciais. Treinei capoeira e depois fui para o Jiu jitsu, sem contar que como todo lutador eu adorava filmes do Bruce Lee,  e do Jean-Claude Vand Damme.

NR: Por que resolveu seguir carreira no MMA e como foi essa transição do BJJ para o MMA?

Claudio Mineiro: Eu vim morar na Inglaterra em 2007 por intermédio de 2 amigos, o Eduardo e o Thiago Monstro. Na época eu não queria trabalhar em nada o que não fosse no mundo da luta, e como eu precisava de uma grana,  resolvi lutar MMA. No começo foi só uma aventura, mas depois ficou serio, em 2010 quando ganhei um GP de 3 lutas, não parei mais.Comecei a treinar com lutadores do UFC e pude ver como os caras eram profissionais e disse é isso que quero fazer.

 NR: Conte um pouco sobre a sua carreira e conquistas no MMA na Inglaterra para a galera que não te conhece aqui no Brasil?

555877_114386868705782_592880743_n

(Foto: BAMMA)

Claudio Mineiro: Eu fiz minha primeira luta em 2007, como não falava Inglês eu dei uma cotovelada ilegal e o juiz disse que a luta seria No Contest, mas não sei porque eles mandaram para o Sherdog que foi derrota (risos). O cara com que lutei tinha umas 15 lutas e eles me colocaram ali pensando que eu iria perder, mas nada melhor que jogar contra a torcida né (risos). No fim de 2007 lutei contra um cara que tinha mais de 40 lutas,  o cara tinha sido campeão do Cage Rage e tudo e mesmo assim consegui nocautear na montada. Depois voltei para o Brasil e voltei a treinar mais BJJ no Rio de Janeiro com o Professor Ricardo Vieira. Quando voltei em 2009 só queria lutar, foi ai que ganhei o GP e outras lutas contra oponentes que tinham mais experiencia, e sempre me chamavam com uma semana de antecedência. Mas eu sempre tive muita auto confiança e sabia que ganharia essas lutas. Adoro aquela adrenalina de lutar, isso e minha vida.

NR:  Como surgiu a ideia de usar a mascara de Hannibal para entrar na cage?

Claudio Mineiro: Eu adoro os filmes do Hannibal, principalmente o que conta a história dele de quando ele era criança. Fiz sem nenhuma intenção de marketing e deu certo (risos).

NR: Você atua na categoria dos médios, pela altura pretende descer de categoria no futuro ou acredita estar na categoria ideal? 

Claudio Mineiro: Com certeza irei lutar ate 77 kg (categoria meio médio) na minha próxima luta isso já e certo (risos).

NR: Já que nunca lutou MMA no Brasil, tem alguma vontade de lutar aqui? Costuma vir ao Brasil?

Claudio Mineiro: Com certeza isso e um sonho para todo lutador, principalmente tendo um gringo como adversário com a torcida toda do meu lado em coro gritando “Uh vai morrer, uh vai morrer” (risos). Lutar para nosso povo seria uma honra. Eu vou ao Brasil todo ano de ferias, não dá pra ficar muito tempo longe da família e amigos.

417724_114388092038993_304840757_n

(Foto: BAMMA)

NR: Como foi receber esse convite do UFC e ainda estrear teoricamente em casa?

Claudio Mineiro: Eu tinha tentado entrar no TUF 19, passei em todos os testes, mas não sei porque não me escolheram e isso aumentou mais ainda a minha vontade. Eu estava em casa indo dormir quando meu manager me disse que eu estava dentro mas não poderia falar pra ninguém. Gritei muito, pulei, sai comemorando como todo Brasileiro. A estreia não poderia ser melhor, terei um oponente duro e que já chegou na final do TUF Australia. Londres é minha segunda casa, então não teria melhor hora para minha primeira luta ser aqui. Conto com todos os Brasileiros que moram em Londres e na Europa para vim me ver lutar e fazer barulho.

NR: Você tem como ponte forte o Jiu jitsu, mas como lutador de MMA como avalia sua trocação, dito que vai enfrentar lutadores com um nível muito alto nessa área no UFC?

Claudio Mineiro: E sou do Jiu Jitsu, mas o MMA é uma caixinha de surpresa e eu estou treinando muito a minha parte em pé. Tenho os melhores treinadores na minha equipe London ShootFighters e tenho ótimos strikers aqui para treinar e evoluir. Então estou tranquilo a quanto isso, só tenho que fazer a minha parte que e me focar para evoluir nessa área.

NR: Já conhece seu adversário, o Brad Scott, já pensa na estratégia para a luta? 

Claudio Mineiro: Sei que ele é um striker e tem um estilo que vem pra cima, e já chegou em uma final do TUF Australia. A estrategia é a de sempre (risos), bater sem apanhar.

NR: Deixe um recado para a galera do Brasil.

Claudio Mineiro: Ai galera do Brasil sei que vocês não me conhecem, mas como todo Brasileiro vocês podem esperar muita vontade de vencer da minha parte e conto com a torcida de vocês. Estou treinando muito duro para essa luta para conseguir essa vitoria e me firmar no UFC. Com muita disciplina e treino duro, estou contando com os Brasileiros que moram em Londres e na Europa para me mandar essa energia positiva e boas vibrações, um grande abraço para esse povo querido, um grande abraço.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Siga o Nocaute na Rede no Instagram: https://bit.ly/19p66yi

Curta nossa página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Victor Nunes

Twitter: @vic_nr



Categorias
EntrevistasLutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

quinze − dez =

RELACIONADO POR