NR Entrevista: Luiz Besouro! Um dos guerreiros do TUF Brasil 2

Luiz Besouro foi um dos participantes do TUF Brasil 2, treina na acadêmia RFT e é uma das grande promessas do Brasil no MMA. Recém contratado do UFC, Besouro...

Luiz Besouro foi um dos participantes do TUF Brasil 2, treina na acadêmia RFT e é uma das grande promessas do Brasil no MMA. Recém contratado do UFC, Besouro é um dos maiores exemplos de superação que pode existir, profissional no MMA desde 2003, com um cartel de 11 vitórias e duas derrotas, Besouro sempre teve algum emprego paralelo ao MMA, e mesmo treinando nas horas que lhe sobravam no dia corrido  acumulou vitórias impressionantes na carreira, por exemplo vencendo o lutador do UFC Fabricio “Morango” por duas vezes, e o ex lutador do UFC Luis “Beição Ramos”. Participando do TUF Besouro conseguiu chegar as quartas de final do programa, só que foi forçado a se retirar do programa devido a uma lesão. 

besouro1
(Foto: Arquivo Pessoal)

Agora mais de 6 meses passados do final do reality, chegou a tão sonhada chance de Besouro, ele estréia no UFC Singapura em Janeiro contra o Japonês Kiichi Kunimoto. Luiz Besouro nos conta um pouco sobre a sua carreira, experiência no TUF Brasil 2, as dificuldades dentro do programa e na vida de lutador, estréia, e revela que vai mudar de categoria em 2014, confira:



NR: Como foi seu inicio no MMA? E quais foram as maiores dificuldades no inicio da carreira?

Luiz Besouro: Foi bem complicado, nessa essa época o esporte não era considerado, mas era fissurado nisso. Nos últimos anos vim trabalhando em função disso e chegou a oportunidade. A maioria dos atletas passaram por isso, pouquíssimos tinham condições de pagar treinamentos específicos. Eu olho para trás e vejo gente boa desistindo, para por conta de problemas pessoais, grana, é triste.

NR: Me conte um pouco sobre a sua trajetória e suas lesões que te deixaram parado por dois anos, até a sua volta no Cage Combat em 2012?

Luiz Besouro: É tudo um aprendizado, foi um dos piores momentos. Mas são nesses momentos que tomamos decisões certas. Treinei machucado, estava afastado das competições, mas não do treinamento. Foquei em melhorar outras coisas, defeitos do meu jogo. Como na vida, tudo é passageiro e o ruim ia ficar para trás.

163957999

(Foto: UFC)

NR: O que significou o TUF Brasil pra você? ?

Luiz Besouro: Foi maravilhoso, um divisor de águas na carreira que abriu as portas para quem não acreditava em mim. Mostrei na marra a qualidade técnica da equipe e dos meus companheiros. Não foi como eu esperava, mas o objetivo principal, que era entrar no UFC, eu consegui. Não como queria, mas deu certo.

NR: Na casa do TUF Brasil, teve algum fator que o prejudcou?

Luiz Besouro: Não estava me afetando nada. Única coisa que me fazia pensar, mas eu canalizava pelo lado positivo era a saudade dos meus filhos. Doía, mas sabia que ia passar, mas estava focado, concentrado e muito feliz de estar ali dentro. O aprendizado com o Minotauro foi ótimo.

NR: Você sentia que os lutadores da casa do TUF tinha um certo “medo” de você? Sentiu um alívio de alguns lutadores quando foi anunciado sua lesão

Luiz Besouro: Para te falar a verdade não. Estava focado em mim, na casa todo mundo era muito legal, me dei bem com todos e não notei isso. Cada um estava torcendo um pelo outro, mesmo sabendo que era um jogo. Ficaria feliz se todos tivessem uma oportunidade no UFC e espero que isso aconteça.

tuf_brazil_2_ep06_009

(Foto: UFC)

NR: Analisando os principais lutadores da sua categoria no UFC, com sua experiência e qualidade, acredita já esta no nível desses lutadores?

Luiz Besouro: Analiso minha categoria há muitos anos, mas essa será minha ultima luta no 77kg, ano que vem vou baixar para os leves.

NR: Anunciado a sua estréia depois de tanto tempo, qual a expectativa para a estreia contra Kiichi Kunimoto em Singapura? Foi pego de surpresa?

Luiz Besouro: Estava esperando essa oportunidade, sendo que achei que fosse estrear em Jaraguá do Sul, mas o Cromado me ligou perguntando sobre adiantar minha estreia contra o japonês. Eu, como estou me sentindo bem, atendo a um pedido do UFC e essa chance chegou na hora certa.

NR: Agora que está treinando em período em tempo integral, podemos ter um Besouro ainda melhor? Cinturão é objetivo?

Luiz Besouro: Podem esperar o melhor de mim, podem esperar o melhor. Tenho certeza que vou dar meu melhor dentro daquele octógono.

NR: Deixa um recado para a galera que te acompanha e torce por você.

Luiz Besouro: Quero mandar um beijo para todos, todos os brasileiros que torcem por mim, me mandam mensagens. Fico agradecido pelo carinho, estou sempre acompanhando o carinho de todos e fico agradecido. Isso é uma grande força, sei que o país está comigo.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Siga o Nocaute na Rede no Instagram: https://bit.ly/19p66yi

Curta nossa página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Victor Nunes

Twitter: @vic_nr



Categorias
EntrevistasLutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Um Comentário
  • Rafael Pankada
    4 dezembro 2013 at 17:54
    Responder

    Torci muito pra ele no TUF, com um grande caráter, muita técnica e foco! Acompanho ele no face e continuo torcendo, tenho certeza que sua estréia será mais do que esperamos, ele vai arrebentar!

  • Responder

    *

    *

    nove + 17 =

    RELACIONADO POR