O que esperar do retorno de Jon Jones

Depois que venceu Cormier, Jon Jones estava se encaminhando para bater todos os recordes do UFC. Mas tudo mudou. Após essa luta, as coisas começaram a desandar.  DC se...

Depois que venceu Cormier, Jon Jones estava se encaminhando para bater todos os recordes do UFC. Mas tudo mudou. Após essa luta, as coisas começaram a desandar. 

Getty Images

Getty Images

DC se tornou o campeão da categoria, ao vencer Anthony Johnson, e depois defender em uma verdadeira guerra, contra Gustafsson. Enquanto Cormier vivia momentos de glórias, Jon Jones enfrentava problemas com a justiça, decepcionando seus familiares e fãs. O americano parecia entrar em um buraco sem fundo, perdendo patrocinadores, cinturão, além de ter sido suspenso.



Com tantas coisas acontecendo, muitas pessoas já começaram a cogitar: Será que é o fim da carreira, de um dos maiores de todos os tempos? A princípio parecia, mas a vida decidiu dar uma 2ª chance a Jones. Após sofrer um acidente de carro, e fugir de local sem prestar socorro, deixando uma grávida ferida, o americano conseguiu 18 meses de liberdade condicional, mais 72 ações de caridade para educar crianças, assim se livrando da prisão. A princípio Jones estava indo bem, pois cumpriu todas as ações, além de ter sido reintegrado ao plantel do UFC. Mas 6 meses depois, voltou a fazer besteira.

O lutador foi preso novamente, desta vez por ter feito um suposto racha, e ter violado os termos da sua condicional. Porém o americano foi liberado pelo juiz, que disse que se Jones voltasse ali, ia se dar mal. E mais uma vez, Jones ganhou uma chance.

Após todas essas situações, o que podemos esperar em seu retorno? Para muitos lutadores, todos esses problemas poderiam afetar, mas Jones mostra um psicológico fora do normal, e parece que nem o tempo de inatividade, muda seu foco, de conquistar o cinturão interino, e depois buscar o título linear. Mas acima de seus objetivos como lutador, eu vejo esta luta de sábado, como uma grande oportunidade dele se redimir com seus fãs, mostrar que aprendeu com seus erros,  e principalmente, estar o lugar que todos querem vê-lo, que é dentro do octógono, onde ele é o melhor lutador do planeta, e não no noticiário policial.

 

UFC 197
23 de abril de 2016, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL (a partir de 23h de Brasília):
Peso-meio-pesado: Jon Jones x Ovince St. Preux
Peso-mosca: Demetrious Johnson x Henry Cejudo
Peso-leve: Anthony Pettis x Edson Barboza
Peso-médio: Robert Whittaker x Rafael Natal
Peso-pena: Yair Rodriguez x André Fili
CARD PRELIMINAR (a partir de 19h30 de Brasília):
Peso-mosca: Sergio Pettis x Chris Kelades
Peso-meio-médio: Danny Roberts x Dominique Steele
Peso-palha: Carla Esparza x Juliana Lima
Peso-leve: Glaico França x James Vick
Peso-pesado: Walt Harris x Cody East
Peso-meio-pesado: Marcos Pezão x Clint Hester
Peso-leve: Efrain Escudero x Kevin Lee

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: 
https://on.fb.me/18HEkvH

                                                     Escrito por Douglas Barcellos

 



Categorias
Lutas

27 anos, gaúcho, bacharel em administração.
Sem Comentários

Responder

*

*

7 + onze =

RELACIONADO POR