Os resultados e as análises do UFC Fight Night 75: Barnett vs Nelson

Ontem, 26 de stembro, aconteceu o UFC Fight Night 75: Barnett vs Nelson, realizada na lendária Saitama Super Arena, em Saitama, Japão, arena que foi palco de alguns dos...

Ontem, 26 de stembro, aconteceu o UFC Fight Night 75: Barnett vs Nelson, realizada na lendária Saitama Super Arena, em Saitama, Japão, arena que foi palco de alguns dos maiores shows do mundo do MMA, em muitas lutas realizadas pela extinta Organização Pride.

JOSH BARNETT VS ROY NELSON



(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Na luta principal, o ex campeão mundial do UFC e do Pancrease, Josh Barnett, enfrentou o campeão da 10ª edição do The Ultimate Fighter, reality show do UFC, Roy ‘big country’ Nelson.
No primeiro round, Barnett não veio com tudo pra cima, respeitando Nelson. O gordinho que conta com seu potente ‘overhand’ não estava tendo oportunidade para desferí-lo com a precisão de sempre. Durante o round, Nelson derrubou Josh em duas ocasiões, o que poderia lhe garantir a vitória no mesmo. Do segundo round em diante, Barnett mostrou a diferença dos 10 kg a menos entre ele e seu oponente. Com mais gás, ‘the warmaster’ foi pra cima, acertou vários chutes, principalmente na barriga, socos, joelhadas e cotoveladas, e mesmo assim via ‘big country’ permanecer de pé. No quinto round, os dois não se aguentavam mais de pé, e acabaram levando a luta até o final sem fortes emoções. No final, Josh Barnett venceu por decisão unânime, se recuperando da derrota para Travis Browne. Já o gordinho mais querido do MMA engrenou sua quinta derrota nas últimas 6 lutas, sendo a terceira de forma consecutiva.

GEGARD MOUSASI VS URIAH HALL

Lindo chute rodado que acertou em cheio no rosto de Uriah Hall (Foto: Reprodução)

Lindo chute rodado que acertou em cheio no rosto de Uriah Hall (Foto: Reprodução)

No ‘co-main event’, Uriah Hall, que substituiu o lesionado brasileiro Roan Carneiro, enfrentou o holandês Gegard Mousasi. Mousasi era o franco favorito para o combate, e foi logo mostrando o porque desde o início da luta. O ex campeão meio pesado do Dream e do Strikeforce colocou o oponente para baixo logo no comecinho, e lá permaneceu durante todo o round. Acertou alguns bons golpes no rosto do jamaicano, mas nada muito além disso.
No retorno para o segundo round, logo no começo, Hall acertou um chute rodado no rosto de Mousasi, fazendo o holandês balançar. Partiu pra cima com tudo, acertando ainda uma belíssima joelhada no rosto. Quando Gegard caiu no chão, partiu para o ‘ground and pound’, até que o juiz separou os dois. Uriah Hall, que não se encontrava nem no top da Organização, venceu de forma impressionante um residente do top 10 dos pesos médios, nocaute técnico, aos 0:25, “quebrando a banca”.

KYOJI HORIGUCHI VS CHICO CAMUS

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

Ex desafiante ao cinturão dos pesos moscas, finalizado no último segundo de luta pelo campeão Demetrious Johnson, o japonês Kyoji Horiguchi enfrentou o ex peso pena Chico Camus.
Camus vinha de duas boas apresentações, mesmo na derrota para Henry Cejudo, no entanto não foi páreo principalmente para a velocidade do japonês. Kyoji mostrou sua excelente movimentação e excelente velocidade, entrava e saía muito rapidamente, usando suas qualidades de karateka. Se no primeiro round Camus ainda conseguiu acertar alguns golpes em Kyoji, no segundo e no terceiro não conseguiu achar nada. No final, vitória do melhor lutador japonês na atualidade, por decisão unânime.

DIEGO BRANDÃO VS KATSUNORI KIKUNO

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

O brasileiro vencedor da 14ª edição do The Ultimate Fighter, reality show do UFC, enfrentou o japonês recém chegado à maior Organização de MMA do mundo. O lutador local buscava se recuperar da derrota para o brasileiro Edmilson ‘kevin’ Souza, enquanto o brasileiro queria a segunda vitória consecutiva por nocaute. Logo no segundo golpe lançado, Diego acertou um ‘overhand’ em cheio no adversário, levando-o ao solo. Kikuno tentou se agarrar para segurar o ímpeto do adversário, mas acabou sendo clinchado e jogado ao chão. Na sequência, Brandão seguiu golpeando o oponente, que por sua vez ainda tentava se levantar, até que o juiz interferiu e acabou com a luta. Vitória por nocaute técnico aos 0:28 segundos de luta.

Confira os resultados do UFC Fight Night 75: Barnett vs Nelson:

Josh Barnett venceu Roy Nelson por decisão unânime (50-45, 48-47, 48-47);
Uriah Hall venceu Gegard Mousasi por nocaute técnico, aos 0:25 do 2º round;
Kyoji Horiguchi venceu Chico Camus por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27);
Takeya Mizugaki venceu George Roop por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28);
Diego Brandão venceu Katsunori Kikuno por nocaute ténico, aos 0:28 do 1º round;
Mizuto Hirota e Teruto Ishihara terminaram a luta com um empate dividido (29-28, 28-29, 29-29);
Keita Nakamura venceu Li Jingliang por finalização (mata leão em pé), aos 2:17 do 3º round;
Nick Hein venceu Yusuke Kazuya por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28);
Kajan Johnson venceu Naoyuki Kotani por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27);
Shinshi Anzai venceu Roger Zapata por nocaute técnico, aos 0:47 do 3º round.

Nenhuma luta foi premiada como “Luta da Noite”.
Já os lutadores Josh Barnett, Uriah Hall, Diego Brandão e Keita Nakamura ganharam os prêmios de ‘Performance da Noite”.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

10 − 1 =

RELACIONADO POR