Patrick Côté é mais um atleta a anunciar a aposentadoria do MMA no UFC 210

Após derrota para Thiago "Pitbull" Alves pelo UFC 210, o canadense deixou as luvas no octógono e deu adeus à carreira de 15 anos dedicados ao esporte
(Foto: MMA Weekly)

O UFC 210 trouxe dois momentos de choque para os amantes de MMA. O primeiro veio na aposentadoria de Anthony “Rumble” Johnson após nova derrota para Daniel Cormier pelo cinturão dos meio-pesados e o segundo veio nas mãos do canadense Patrick Côté, que foi derrotado pelo brasileiro Thiago “Pitbull” Alves.

Visivelmente emocionado, Côté deixou suas luvas no centro do octógono e conversou com o comentarista Joe Rogan, confirmando que estava de fato aposentando-se do MMA. Côté agradeceu os fãs e disse que era o plano desde o início, que vencendo ou perdendo, esta seria a última luta de sua carreira.

Um visivelmente emocionado Patrick Côté anuncia aposentadoria do MMA e agradece ao UFC e aos fãs pelos 15 anos de carreira dedicados ao esporte (Foto: UFC.com)

O “quebecois” iniciou sua trajetória no MMA em 2002 lutando no Canadá e fez sua estreia no UFC contra Tito Ortiz, no main event do UFC 50 em Outubro de 2004. Já desafiou Anderson Silva pelo cinturão dos médios no UFC 90 ek 2008 e foi um dos poucos atletas a levarem a luta contra Anderson até o terceiro round na época.

Côté retira-se do esporte com cartel de 23 vitórias e 11 derrotas. O canadense citou a idade (37 anos), o nascimento de sua filha e a intenção de descansar e curtir a família como os motivos de sua aposentadoria. Côté ainda estará envolvido com o UFC, participando ativamente das transmissões em francês da organização para França e Canadá.



Categorias
LutasMMAMMA InternacionalUFC

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    6 + 13 =

    RELACIONADO POR