Perfil Cain Velasquez

O atual campeão da divisão peso pesado do UFC é sem sombra de dúvidas um monstro. Nada menos que doze vitórias em treze lutas, Cain Velasquez apareceu como uma...
Image

(Foto: UFC)

O atual campeão da divisão peso pesado do UFC é sem sombra de dúvidas um monstro. Nada menos que doze vitórias em treze lutas, Cain Velasquez apareceu como uma maquina, terminando suas primeiras quatro lutas no primeiro round após ótima trocação de socos. Em 2010 veio o seu maior teste, uma ótima luta contra Antonio Rodrigo Nogueira, onde após bela trocação de socos, conseguiu o nocaute ainda no primeiro round no UFC 110 – Nogueira vs. Velasquez.

Depois desta emblemática vitória, Cain Velasquez assegurou o cinturão de campeão do UFC contra um já debilitado Brock Lesnar no UFC 121. Já figurando no ranking peso por peso, Cain Velasquez aparentava certa tranqüilidade contra seus adversários até então, vencendo apenas uma única luta por decisão e sempre se mostrando muito dinâmico, mixando trocação pesada – ótimos e precisos socos com joelhadas e chutes altos – com ótimo controle de chão, Cain parecia imbatível até encontrar outro atleta que reunia qualidades parecidas.



Em sua primeira defesa de cinturão, Cain Velasquez enfrentou Junior “Cigano” dos Santos que vinha embalado por nada menos que sete vitórias seguidas pelo UFC, e ótimas apresentações contra lutadores que esperavam por uma chance de lutar pelo título, tais como Stefan Struve e Gabriel “Napão” Gonzaga, obtendo vitórias inquestionáveis – ambas por nocaute no primeiro round. Ainda no primeiro round, após tentativas errôneas em tentar derrubar e trocar socos contra Cigano,  Velasquez foi surpreendido com um cruzado muito forte em sua cabeça, que o fez cair e encerrar a luta.

Dos_Santos_VsVelasquez_II_10033277

(Foto: MMA Core)

Seis meses após a derrota e com foco assustador, vimos um renovado Cain Velasquez banhar o octagono de sangue após uma cotovelada cirurgicamente encaixada em Antonio “Pezão” Silva no ótimo UFC 146 – Dos Santos vs. Mir. Este evento foi marcado por um dos melhores cards de todos os tempos, levando em conta que praticamente TODAS as lutas eram da categoria peso pesado.  Outra curiosidade é que neste mesmo evento Cigano defenderia seu cinturão pela primeira vez contra Frank Mir, mas isso é história para mais tarde.

Infelizmente o final do ano de 2012 foi ruim para nós brasileiros, com um Cigano completamente irreconhecível, vimos Cain Velasquez recuperar merecidamente o cinturão após cinco rounds por decisão unânime. A última luta do atual campeão foi novamente contra Antonio “Pezão” Silva no UFC 160 – Velasquez vs. Bigfoot 2, que vinha de ótima luta contra Allistair Overeem, mas que pereceu ainda no primeiro round contra fortes socos de Velasquez. Podemos esperar o que do atual campeão? Ótimas combinações de socos e chutes, ótimas quedas e um perigoso jogo de chão.

Meu conselho: Não pisquem!

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=z2y0O32D3Eg]

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta nossa página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Marcus Silveira



Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

sete + 9 =

RELACIONADO POR