Popó marca seu retorno com nocaute sensacional

Em retorno ao boxe, tetracampeão mundial Acelino “popó” Freitas nocauteia espetacularmente adversário argentino. Em 2007, Acelino Freitas fora derrotado por Juan Diaz e então deu uma parada nos combates....

Em retorno ao boxe, tetracampeão mundial Acelino “popó” Freitas nocauteia espetacularmente adversário argentino.

(Foto: Reprodução/ Uol)

(Foto: Reprodução/ Uol)

Em 2007, Acelino Freitas fora derrotado por Juan Diaz e então deu uma parada nos combates. Em 2012, o boxeador voltou aos ringues. Enfrentou o também brasileiro Michael Oliveira e venceu por nocaute técnico, no 9º round.

Agora, 3 anos depois, Popó – mais uma vez – retornou ao boxe.



O adversário da vez foi o argentino Mateo Veron. Logo no início da luta, o brasileiro mostrou porque é conhecido como “mão de pedra”. Um direto potente, no queixo, fez o argentino “beijar” a lona pela primeira vez na noite. O primeiro round acabou com Acelino conseguindo controlar bem a luta.

No segundo round, Veron voltou mais ligado. Aproveitando sua maior envergadura, conseguiu manter bem a distância, trabalhou muito bem os ‘jabs’ e, principalmente, marcou a mão direita de Popó, sempre fazendo boas esquivas, para que não voltasse a ir para o chão novamente.

No terceiro round, mais uma vez o brasileiro trabalhou bem, acertou um belo golpe e levou o argentino ao chão. Veron voltou a ficar de pé e o combate foi reiniciado. Rapidamente, Popó deu outro ‘knockdown’ em seu adversário. Novamente nosso ‘hermano’ voltou a ficar de pé e o combate fora reiniciado. Sentindo que esse era o grande momento, Popó foi com tudo para cima, e num momento em que Veron abaixou a cabeça para tentar fazer uma esquiva, o brasileiro mandou um ‘upper’ violentíssimo, no queixo do rival, fazendo com que o protetor bucal de Mateo fosse jogado para longe e o lutador caísse apagado no chão.

Com esse resultado, Popó marca mais um belo retorno aos combates. Talvez alguns possam questionar a qualidade do adversário argentino, outros podem criticar até mesmo a atuação do brasileiro, mas o fato é que para alguém que estava há mais de 3 anos sem lutar oficialmente, que fez apenas duas lutas nos últimos 8 anos, que está com seus 39 anos de idade, a apresentação foi muito boa. Além disso, serve para dar um gás a mais para o baiano, para que dessa vez ele possa manter uma boa sequência de combates.

Assista ao combate no player abaixo:

 Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaio Teixeira Lima



Categorias
Boxe Nacional e InternacionalLutas

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede, sonha em seguir carreira na área esportiva; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral (principalmente MMA, futebol e basquete); Praticante de MMA e muay thai;
Sem Comentários

Responder

*

*

oito − 2 =

RELACIONADO POR