Pós lutas UFC Fight Night 112: Resumo, resultados e bônus

Na noite do último domingo, 25, aconteceu o UFC Fight Night 112: Chiesa vs Lee, diretamente de Oklahoma. Evento acabou acontecendo em dia que o UFC não está acostumado...

Na noite do último domingo, 25, aconteceu o UFC Fight Night 112: Chiesa vs Lee, diretamente de Oklahoma. Evento acabou acontecendo em dia que o UFC não está acostumado muito graças ao concorrente Bellator, que fez a maior edição de sua história no dia anterior, 24.

O mata leão é a arma preferida de Chiesa, mas ontem Kevin Lee o fez provar de seu próprio veneno (Foto: Getty Images)

Na luta principal, Michael Chiesa x Kevin Lee foram para o tira-teima do combate que começou desde uma coletiva para a promoção do card de Oklahoma. O clima de tensão pairava sobre os dois lutadores, mas isso antes do combate começar. Quando o juiz deu início, ambos se soltaram, e pouco se estudaram e já começaram a acertar golpes um no outro. Em pé, nada de muitos sustos. Apenas Chiesa acertou um bom soco de canhota que atingiu em cheio o frontal do adversário. Após uma investida, ‘Maverick’ conseguiu colocar a luta pra baixo. Na sequência passou a guarda e até trabalhou um pouco de ‘ground and pound’, mas acabou perdendo a posição. Por cima, Lee foi agressivo, bateu e logo estava nas costas de Chiesa. Kevin conseguiu passar o braço no pescoço do oponente, encaixou o mata leão, justamente a posição preferida de Chiesa, e conseguiu a vitória por finalização, mata leão, aos 4:37 do 1º round. A polêmica do confronto ficou por conta da interrupção do duelo. Por um momento, Chiesa ficou sem reação, e o árbitro Mário Yamasaki decidiu interromper a luta achando que o lutador havia desmaiado. No entanto, assim que Lee soltou, Chiesa se virou reclamando e perguntando qual motivo para Mario ter parado se ele não havia apagado e nem dado os 3 tapinhas. Na entrevista pós luta, Kevin Lee inclusive declarou que daria a oportunidade para Chiesa de uma revanche.



Johny Hendricks sentiu a brutalidade de Boetsch, e acabou sendo nocauteado (Foto: Reprodução)

Na luta co-principal, o ex-campeão meio médio Johny Hendricks ficou frente a frente com o ex-lutador meio pesado, Tim ‘The Barbarian’ Boetsch. A luta aconteceu em peso casado, uma vez que Hendricks mais uma vez não bateu o peso – dessa vez depois de ter subido para categoria meio pesado. Os 2 são conhecidos pela mão pesado e o queixo bom. A luta começou e teve troca de “foguete” pra todos os lados, um mando de mão direita e o outro de mão esquerda. Cada golpe lançado fazia o oponente sentir até um ventinho passando em frente ao rosto. O segundo round começou da mesma forma que terminou o primeiro. Mas logo no início, ‘The Barbarian’ acertou um belo chute na cabeça de Hendricks, que balançou o adversário. Depois de sentir o cheiro de sangue, foi só cair pra dentro e arrebentar o ex-campeão da categoria debaixo, conquistando a vitória por nocaute aos 46 segundos do 2º round.

Siver castigou BJ com os mais variados chutes (Foto: Sean Pokorny-USA Today Sports)

Na primeira luta do card principal, o lendário e membro do Hall da Fama do UFC, BJ Penn, enfrentou o mediano alemão Dennis Siver. Os 2 lutadores vinham de derrotas, e buscavam voltar ao caminho das vitórias. Os 2 lutadores possuem a mesma idade, no entanto quando a luta rolou, o alemão parecia bem melhor fisicamente falando do que o havaiano. Siver balançava para um lado e para o outro, se movimenta bem, não parava na frente de BJ. Acertava bons socos, boas combinações terminadas em chute. No segundo round, BJ ofereceu um pouco mais de perigo, equilibrou as ações e quase nocauteou Siver, levando o alemão a ‘knockdown’. No entanto, muito cansado, preferiu segurar um pouco e descansar no solo do que tentar progredir a posição e quem sabe conseguir a finalização. No 3º round, Siver continuou no seu estilo com bastante movimentação, e BJ já cansadíssimo não conseguiu acompanhar, sendo inclusive quase nocauteado próximo ao final do combate. Se o alemão tivesse apertado o passo um pouquinho mais, com certeza teria nocauteado a lenda havaiana. Vitória na decisão unânime dos juízes.

Destaque para Kevin Lee, Tim Boetsch, Dominick Reyes e Jeremy Kimball. Os 4 ganharam os prêmios de “Performance da Noite”, levando um bônus de US$ 50 mil cada um.

Todos os resultados do UFC Fight Night 112: Chiesa vs Lee

Leves: Kevin Lee finalizou Michael Chiesa com mata leão aos 4:37 do 1º round;
Peso Casado: Tim Boetsch nocauteou Johny Hendricks aos 46 segundos do 2º round;
Palhas Femininos: Felice Herrig venceu Justine Kish por decisão unânime (30-26/30-26/29-27);
Meio Pesados: Dominick Reyes nocauteou Joachim Christensen aos 29 segundos do 1º round;
Meio Médios: Tim Means venceu Alex Garcia por decisão unânime (triplo 29-28);
Penas: Dennis Siver venceu BJ Penn por decisão majoritária (28-28/29-28/29-27);

Leves: Clay Guida venceu Erik Koch por decisão unânime (29-28/29-26/30-27);
Médios: Marvin Vettori venceu Vitor Miranda por decisão unânime (29-28/30-27/20-27);
Palhas: Carla Esparza venceu Maryna Moroz por decisão unânime (30-27/29-28/29-28);
Leves: Darrell Horcher venceu Devin Powell por decisão dividida (29-28/28-29/29-28);
Peso Casado: Jared Gordon nocauteou Michel Quiñones aos 4:22 do 2º round;
Leves: Tony Martin venceu Johnny Case por decisão unânime (triplo 29-28);
Meio Pesados: Jeremy Kimball nocauteou Josh Stansbury aos 1:21 do 1º round



Categorias
LutasMMA Internacional

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede, sonha em seguir carreira na área esportiva; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral (principalmente MMA, futebol e basquete); Praticante de MMA e muay thai;
Sem Comentários

Responder

*

*

dois × 1 =

RELACIONADO POR