Prévia, Análises e Palpites – KSW 33: Materla vs. Khalidov, o melhor evento da história da Europa.

28 de novembro de 2015 é um dia para entrar para a história do MMA Europeu. O KSW preparou sua melhor edição em toda sua história com três disputas...

28 de novembro de 2015 é um dia para entrar para a história do MMA Europeu. O KSW preparou sua melhor edição em toda sua história com três disputas de cinturão.

KSW 33 (Foto: Reprodução/KSW)

KSW 33 (Foto: Reprodução/KSW)

 



Na luta principal, o lendário lutador polonês e ex-campeão do KSW, Mamed Khalidov, volta depois de quase um ano para enfrentar o atual campeão Michał Materla, em uma das (se não a mais) aguardadas lutas da história do KSW e do MMA na Europa.

No co-main event, o monstruoso campeão peso pesado do KSW Karol Bedorf tentará defender seu título mais uma vez, desta vez contra Michał Kita.

Pelo cinturão peso pena, o talentoso polonês Artur Sowinski luta pelo título vago da categoria contra o japonês Kleber Koike Erbst.

Também em destaque no evento, o brasileiro Maiquel Falcão enfrenta o turco Aziz Karaoglu, em luta valida pela categoria dos médios.

Outras lutas que valem acompanhar:

Na única batalha entre meninas do evento, a promessa polonesa invicta Katarzyna Luboska enfrenta a brasileira Aiane Lipski.

Dois condecorados meio-médios que atuam na Europa se enfrentam num dos combates de mais alto nível que não vale cinturão no evento, com o polonês Kamil Szymuszowski enfrentando o alemão David Zawada.

A mesma coisa acontece no peso leve, com os poloneses Łukasz Chlewicki e Bartłomiej Kurczewski se enfrentando para um melhor rankeamento no KSW.

(C) Michał Materla vs. Mamed Khalidov – Pelo cinturão peso médio do KSW

Materla teve um inicio de carreira regular, se destacou no MMA Europeu após no KSW ser campeão de um torneio, ser semifinalista em outro, conseguir quatro vitórias consecutivas e vencer Jay Silva por decisão para conquistar o título peso médio da organização polonesa. Chegou a perder uma luta para Jay Silva, mas fechou a trilogia com uma vitória sobre o brasileiro alguns meses depois. No total foram três defesas de títulos, sobre Kendall Grove, Jay Silva e Jorge Bezerra.

Khalidov, um ex-campeão do KSW e uma grande estrela do evento está a cerca de um ano parado devido a uma decisão.  Agora que está recuperado, procura conquistar o título da divisão dos médios, que pertence a seu amigo Materla. Khalidov teve sequencias incríveis de vitórias, principalmente a atual de dez vitórias, que conta com nomes como James Irvin, Melvin Manhoef, Kendall Grove, Maiquel Falcão e Brett Copper.

Materla é um lutador bem versátil, tem boa trocação, é perigoso em pé e tem poder de nocaute considerável em seus hooks; o grappling é onde encontra sua principal arma, o campeão tem um bom timing para sair da trocação e entrar em queda na distância certa, tem um ground and pound brutal e é preciso em suas finalizações, especialmente na guilhotina e no mata-leão.

Mamed Khalidové um lutador bem completo e de altíssimo nível comparado aos padrões europeus, tem um jogo interessante de kickboxing, onde mistura bem socos e chutes, jogando bem na média distancia, além de trabalhar bem as joelhadas no clinch; seu wrestling é bem sólido, tanto ofensiva quanto defensivamente, assim como no jiu-jitsu, onde é muito perigoso tanto por cima quanto por baixo, tem ótimas finalizações e um arsenal bem variado, é bom passador de guarda e tem um ground and pound forte e sufocante.

Essa é uma das lutas mais aguardadas em toda a história do esporte na Europa, são dois dos melhores pesos médios da região e a luta tem tudo para ser equilibrada. Dificilmente ela se manterá em uma única área, deve ter bastante trocação e tentativas de quedas e de clinch, a maior probabilidade é que Khalidov consiga impor maior volume de jogo trocando na distancia, evitando o grappling que favoreça Materla e que quede quando abrir uma brecha para pontuar, garantir o round  e quem sabe encontrar uma brecha.

Palpite: Mamed Khalidov vence por decisão unânime.

 

(C) Karol Bedorf vs. Michał Kita – Pelo cinturão peso pesado do KSW

Bedorf é o atual campeão peso pesado do KSW e é um dos mais talentosos da divisão fora do UFC no mundo. Já venceu nomes conhecidos como Francis Carmont e agora vem de uma excelente sequencia de seis vitórias, incluindo vitórias valendo o cinturão e vencendo nomes como Peter Graham, Rolles Gracie e Oli Thompson.

Michal começou sua carreira lutando bem em regionais do Reino Unido, Rússia e Itália, tendo boa passagem pelo renomado M-1 Global, mas se destacou agora quando voltou para sua terra natal, onde conseguiu quatro vitórias nas ultimas cinco lutas, perdendo apenas para DJ Linderman numa luta valendo o título do Fitghers Arena, derrota essa que foi vingada logo em seguida no Thunderstrike Fight League.

Bedorf é um cara muito perigoso para a categoria. Tem uma boa noção de trocação e sabe desferir bem combinações de chutes e socos, ótimo jogo de takedowns e é um monstro quando cai por cima, tanto pelo seu jiu-jitsu de alto nível, que lhe garantiu três títulos europeus na modalidade e chegou a bater de frente com Fabricio Werdum nas quartas de final do ADCC, quanto pelo seu ground and pound feroz.

Michał Kita é muito perigoso em pé, tem um tremendo poder de nocaute, mas lhe falta técnica em pé e condicionamento físico, que nos pesos pesados é raro até no UFC; Kita tem um bom arsenal de finalizações, além do ground and pound ridiculamente forte.

Essa luta tende a ser menos equilibrada, Bedorf é muito sinistro e deve levar vantagem em quase tudo na luta, dando muito trabalho em pé e quedando para controlar no chão. Se Michal vencer, será uma bela zebra.

Palpite final: Karol Bedorf por nocaute técnico no segundo round.

 

Palpites para as outras lutas importantes do evento:

Kleber Koike Erbst vence Artur Sowinski por finalização no segundo round e fica com o cinturão peso pena do KSW;

Maiquel Falcão vence Aziz Karaoglu por nocaute técnico no segundo round;

Katarzyna Luboska vence Aiane Lipski por decisão unânime;

Kamil Szymuszowski vence David Zawada por decisão unânime;

Łukasz Chlewicki vence Bartłomiej Kurczewski por decisão unânime.

KSW 33 (Foto: Reprodução/KSW)

KSW 33 (Foto: Reprodução/KSW)

Card Completo:

Michał Materla  vs.  Mamed Khalidov 185 lbs

Michał Kita  vs.  Karol Bedorf 265 lbs

Artur Sowiński  vs.  K. Koike Erbst 146 lbs

Maiquel Falcão  vs.  Aziz Karaoglu 185 lbs

Lubońska vs. Ariane Lipski 126 lbs

Łukasz Chlewicki  vs.  B. Kurczewski 154 lbs

Anzor Azhiev  vs.  Vaso Bakočević 146 lbs

Piotr Wawrzyniak  vs.  Łukasz Bieńkowski 185 lbs

 

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaue Macedo



IBlackbelt
Categorias
LutasMMA Internacional

Bacharelando em Jornalismo, Analista de MMA e boxe no PitacoEsportivo.com e Nocaute na Rede. Contatos: [email protected] (via e-mail) e @kauemcd (via Twitter)
    Um Comentário
  • Khalidov está de volta! Resultados do KSW 33: Khalidov vs Materla | Nocaute na Rede
    28 novembro 2015 at 21:50
    Responder

    […] disse na prévia postada ontem à noite, 28 de novembro de 2015 seria um dia para entrar na história do MMA. O KSW, uma das maiores […]

  • Responder

    *

    *

    três × cinco =

    RELACIONADO POR