Prévia do M-1 Challenge 59: Sergei Kharitonov x Kenny Garner

Vem aí o M-1 Challenge 59: Battle of the Nomads 5, liderado por Sergei Kharitonov e Kenny Garner, que fazem uma revanche diretamente de Astana, no Cazaquistão. Sergei Kharitonov...

Vem aí o M-1 Challenge 59: Battle of the Nomads 5, liderado por Sergei Kharitonov e Kenny Garner, que fazem uma revanche diretamente de Astana, no Cazaquistão.

Sergei Kharitonov (22-5 MMA, 2-0 M-1) é um nome muito conhecido pelos fãs do PRIDE FC, esteve sempre entre os melhores pesos pesados da era, foi semi finalista do GP de 2004 dos pesos pesados, perdendo para o lendário Minotauro, e já conseguiu, na organização, vitorias sobre bons lutadores como Fabricio Werdum, Murilo Ninja, Pedro Rizzo e Mike Russow. Já teve uma breve passagem pelo Dream, e também pelo Strikeforce, onde participou do GP dos pesos pesados e nocauteou Andrei Arlovski nas quartas e pedeu para Josh Barnett na semi final. Após sua saída do Strikeforce, fez a maioria de suas lutas em sua terra natal, a Russia, onde teve quatro vitorias em quatro lutas, sendo duas delas por nocaute e uma por finalização, a ultima delas, sobre o próprio Kenny Garner, a luta foi parada pelos médicos, e por isso a revanche.

Kenny Garner (16-8 MMA, 8-6 M-1)é um coroa de 40 anos, representante da renomada American Top Team, e ainda é um dos maiores veteranos com lutas no M-1 em atividade. Entre 2011 e 2012, Kenny teve uma sequencia muito boa, com sete vitorias em sete lutas, cinco delas pelo M-1, sendo cinco nocautes e duas finalizações, nenhuma por decisão, típico de peso pesado nocauteador. Mas a partir de 2013 que a situação piorou para o americano, foram quatro derrotas seguidas, e por consequência ficou de fora do M-1 até se reestruturar no MMA com mais duas vitorias seguidas, mas na sua volta, teve suas boas vindas dadas pelo já citado Sergei Kharitonov, que o venceu devido uma parada medica.

Após a primeira luta dos dois pesados, Sergei ficou parado, enquanto Kenny bateu mais dois.

M-1 Challenge 59

M-1 Challenge 59

Cortando o papo furado, vamos a leitura da luta:

Sergei leva vantagem em quase tudo. É mais jovem, mais alto, mais rápido, mais leve (que pode ser vantagem e desvantagem ao mesmo tempo, já que Kenny é meio gordinho), mais técnico e mais experiente. Enquanto o russo Sergei Kharitonov lutou em altíssimo nível durante muitos anos no Pride e no Strikeforce, Kenny não só não lutou em alto nível, como nem sempre esteve entre os melhores lutadores do M-1, muitas de suas passagens foi pelo M-1 Selection, e apesar de ter sido campeão, teve resultados muito instáveis no M-1 Challenge. É claro que se essa luta fosse em meados de 2004, Sergei Kharitonov destruiria o americano, mas já se passaram dez anos daquela época e, apesar de ainda considerar o russo favorito, a luta deve ser dura.

Meu palpite é que Sergei Kharitonov vence por decisão.

Abraços.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Kaue Macedo



Categorias
Lutas

Bacharelando em Jornalismo, Analista de MMA e boxe no PitacoEsportivo.com e Nocaute na Rede. Contatos: [email protected] (via e-mail) e @kauemcd (via Twitter)
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    um × 4 =

    RELACIONADO POR