Prévia e análise do UFC Fight Night 90: Dos Anjos vs Alvarez

Nesta próxima quinta feira, 7, acontece o UFC Fight Night 90: Dos Anjos vs Alvarez. Na luta principal, o campeão Rafael dos Anjos coloca seu cinturão em jogo contra...

Nesta próxima quinta feira, 7, acontece o UFC Fight Night 90: Dos Anjos vs Alvarez. Na luta principal, o campeão Rafael dos Anjos coloca seu cinturão em jogo contra o ex campeão do Bellator, Eddie Alvarez. No ‘co-main event’ teremos um duelo brutal pelos pesos pesados, entre Roy ‘big country’ Nelson x Derrick ‘the black beast’ Lewis. Teremos ainda a presença de Alan ‘brahma’ Jouban, Joseph ‘irish joe’ Duffy, e os brasileiros Alberto Mina, Pedro Munhoz, Felipe Arantes, Gilbert Durinho, Reginaldo Vieira e Vicente Luque. Confira agora a prévia e análise de mais um grande evento do UFC.

Luta válida pelo cinturão dos leves: RAFAEL DOS ANJOS vs EDDIE ALVAREZ



(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na luta principal do UFC Fight Night 90, teremos o brasileiro e campeão da categoria, Rafael dos Anjos, enfrentando o americano Eddie Alvarez. Será um confronto entre o campeão do UFC contra um ex campeão do Bellator.

Rafael dos Anjos foi de longe um dos lutadores que mais evoluíram dentro de toda a Organização. Se um dia já chegou a ser derrotado por Jeremy Stephens e Clay Guida – o único nocaute e a única finalização sofrida por Rafael em toda carreira foi para esses dois caras – lutadores que hoje não passam de medianos na categoria debaixo, penas, e já chegou a ser derrotado pelo hoje nem ranqueado Gleison Tibau, a situação atual é bem diferente. O produto da Kings MMA venceu 10 de suas últimas 11 lutas, dominando e nocauteando caras como Donald Cerrone (2x), Benson Henderson, Nate Diaz e Anthony Pettis, a “nata” dos pesos leves. Rafael vem de uma vitória espetacular. Logo em sua primeira defesa de cinturão, atropelou Donald Cerrone, nocauteando o ‘cowboy’ com apenas 1:06 do 1º round.

Eddie Alvarez rodou por BodogFight, Dream e WAMMA antes de se tornar campeão do torneio dos leves da 1ª temporada e assim conquistar o cinturão peso leve do Bellator MMA. Chegou a perder o cinturão para Michael Chandler, mas antes de ir para o UFC, vingou duas de suas 3 derrotas na carreira, contra Shinya Aoki e o próprio Chandler, recuperando assim o cinturão dos leves na última luta dentro da Organização hoje comandada por Scott Coker.

No UFC, Alvarez não teve vida fácil. Logo na estreia enfrentou o embalado e monstruoso Donald Cerrone, onde acabou saindo derrotado por decisão. Na sequência, enfrentou mais duas pedreiras, o ex desafiante ao cinturão, Gilbert Melendez, e o ex campeão Anthony Pettis, saindo vencedor em ambas por decisão. Após essas 3 lutas em torno de 1 e meio de Ultimate, recebeu a chance de lutar pelo cinturão, e assim, em caso de vitória, pode se tornar o primeiro lutador a ser campeão do Bellator e do UFC em todos os tempos.

Rafael foi o primeiro e único lutador a conseguir nocautear o ex campeão Benson Henderson (Foto: Reprodução/ Sherdog)

Rafael foi o primeiro e único lutador a conseguir nocautear o ex campeão Benson Henderson (Foto: Reprodução/ Sherdog)

Rafael dos Anjos é oriundo do jiu jitsu, e isso foi refletido no início de sua carreira no MMA. Antes de chegar ao Ultimate, o pupilo de Roberto Gordo tinha o cartel de 11-2, onde 6 dessas 11 vitórias foram por meio de finalizações. Com o tempo, Rafael foi aprimorando os treinos com Rafael Cordeiro na Kings MMA e também na academia Evolve, e assim tornando-se também um especialista na arte da trocação. Hoje, não é a toa que é o campeão. Se tornou um dos lutadores mais completos de todo o MMA, com um excelente jogo de chão, excelente trocação, um ótimo wrestling ofensivo e um preparo físico de dar inveja em qualquer um.

Eddie Alvarez tem um histórico bem semelhante ao brasileiro. Ele também é oriundo da luta agarrada e hoje é um especialista na trocação. O americano veio do wrestling e hoje tem o boxe como principal arma. O preparo físico também é um dos pontos fortes do jogo do atleta da Blackzilians.

O confronto entre Alvarez x Dos Anjos tem tudo para ser eletrizante. Os dois lutadores são agressivos, gostam de “cair pra dentro”. Na trocação, apesar do americano ter muito mais nocautes na carreira, é o brasileiro quem tem a vantagem. Hoje, Rafael está num patamar acima, num nível absurdo de ‘striking’. No jogo de jiu jitsu, a vantagem do brasileiro é ainda maior do que na luta em pé.

Alvarez deverá querer usar contra Rafael o mesmo jogo de pressão e quedas feito contra Pettis (Foto: Reprodução/ MMA Fighting)

Alvarez deverá querer usar contra Rafael o mesmo jogo de pressão e quedas feito contra Pettis (Foto: Reprodução/ MMA Fighting)

A única derrota sofrida por Rafael em suas últimas 11 lutas foi para o russo Khabib Nurmagomedov, que trabalhou um jogo de pressão, sempre com quedas, deixando o brasileiro com as costas no chão e trabalhando o ‘ground and pound’. Exatamente assim que há a probabilidade de Alvarez querer trabalhar, assim como fez contra Anthony Pettis, e é exatamente assim a maior – e talvez a única – chance dele sair vitorioso. No entanto, tudo isso só será possível senão tiver havido evolução do jogo de Rafael nessas defesas de quedas, algo em que não se acredita muito.

Palpite: Rafael dos Anjos por decisão unânime

Peso pesados: ROY NELSON vs DERRICK LEWIS

(Foto: Divulgação/ UFC)

(Foto: Divulgação/ UFC)

No ‘co-main event’ do UFC Fight Night 90, dois verdadeiros monstros vão bater de frente. O gordinho mais querido do UFC, Roy ‘big country’ Nelson, vai enfrentar o ex campeão peso pesado do Legacy, Derrick ‘the black beast’ Lewis. 

Roy Nelson chegou ao UFC através do The Ultimate Fighter. Ele foi o campeão da 10ª edição, fazendo parte do time de Rashad Evans. Pela maior Organização de MMA do mundo, foram 16 lutas, 8 vitórias e 8 derrotas. A fase não é das melhores, são apenas 2 vitórias nas últimas 7 lutas. ‘Big country’ vinha inclusive de 3 derrotas consecutivas, até que em fevereiro venceu Jared Rosholt por decisão unânime e quebrou essa “maré” ruim. 

Derrick chegou ao Ultimate após conquistar o cinturão peso pesado do Legacy FC e ainda fazer uma defesa bem sucedida de cinturão. Já são 8 lutas pela Organização de Dana White, sendo 6 vitórias (6 nocautes) e 2 derrotas (2 nocautes). Vive sua melhor fase dentro do UFC, vindo de 3 vitórias consecutivas.

Nelson solta seu poderoso 'overhand' e nocauteou Dave Herman (Foto: Reprodução)

Nelson solta seu poderoso ‘overhand’ e nocauteou Dave Herman (Foto: Reprodução)

Roy Nelson é um faixa preta de jiu jitsu graduado por Renzo Gracie, mas gosta mesmo é da parte de luta em pé. Na verdade, Nelson tem um estilo peculiar. O gordinho vai em “marcha lenta”, como quem não quer nada, cercando o oponente pouco a pouco até mandar um verdadeiro “torpedo” com a mão direita, um ‘overhand’ violentíssimo, arma esta que foi a responsável por derrubar 7 dos 8 oponentes que venceu no UFC. Nelson também é marcado por outra característica, a de aguentar muita pancada.

Derrick Lewis tem sua base no boxe. Se a técnica não é das mais apuradas, as mãos são simplesmente brutais. De 19 vitórias na carreira, ‘the black beast’ nocauteou em simplesmente 14. A luta agarrada é justamente seu ponto fraco.

Lewis atropelando o brasileiro Napão (Foto: (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC)

Lewis atropelando o brasileiro Napão (Foto: (Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC)

A luta entre ‘big country’ x ‘the black beast’ vai ser simplesmente para estremecer o octógono. Os dois lutadores sempre entram para seus combates na casa dos 120 kgs, e ambos possuem as mãos pesadíssimas. No entanto, Roy Nelson leva um pouco de vantagem nesse duelo. O campeão do TUF 10 tem maior habilidade na luta agarrada, e apesar de não usar tanto esses recursos em seus combates, pode utilizar especialmente nesse para surpreender um adversário que passa longe de ter alguma habilidade nessa área do combate.

Outro fator que conta a favor de ‘big country’ é o “queixo duro”. Como já citado anteriormente, o gordinho aguenta tomar muita pancada, algo que não é muito a “praia” de Lewis. Se ‘black beast’ não quiser se tornar mais uma vítima do ‘overhand’ de Nelson, terá que tomar muito cuidado, tanto na aproximação do adversário em relação a ele quanto na aproximação dele para com o adversário.

Palpite: Roy Nelson nocauteia no 1º round

UFC Fight Night 90: Dos Anjos vs Alvarez

7 de julho, MGM Grand Garden Arena, Las Vegas, Nevada, EUA

CARD PRINCIPAL

Leves: Rafael dos Anjos x Eddie Alvarez
Pesados: Roy Nelson x Derrick Lewis
Meio Médios: Alan Jouban x Belal Muhammad
Leves: Joseph Duffy x Mitch Clarke

CARD PRELIMINAR

Meio Médios: Mike Pyle x Alberto Mina
Leves: John Makdessi x Mehdi Baghdad
Galos: Anthony Birchak x Dileno Lopes
Galos: Russell Doane x Pedro Munhoz
Galos: Felipe Sertanejo x Jerrod Sanders
Leves: Gilbert Durinho x Lukasz Sajewski
Galos: Marco Beltran x Reginaldo Vieira
Meio Médios: Vicente Luque x Alvaro Herrera

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek
Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH



IBlackbelt
Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Um Comentário
  • Programação dos 3 eventos da 'Fight Week'
    7 julho 2016 at 02:44
    Responder

    […] Prévia e análise do UFC Fight Night 90: Dos Anjos vs Alvarez […]

  • Responder

    *

    *

    4 × um =

    RELACIONADO POR