Prévia UFC on Fox 25: Weidman vs Gastelum

Chris Weidman busca redenção, enquanto Gastelum quer entrar para o grupo dos grandes tubarões da divisão
Jimmie Rivera x Thomas Almeida (Foto: Getty Images)

Neste sábado, 22, acontece o UFC on Fox 25, mais conhecido como UFC Long Island. O evento traz o ex campeão dos médios, Chris Weidman, enfrentando o jovem e campeão do TUF 17, Kelvin Gastelum. Tem ainda bons confrontos marcados, e ainda os brasileiros Thomas Almeida, Elizeu Capoeira, Rafael Natal, Alex Cowboy, Júnior Albini e Godofredo Pepey. Confira agora o que melhor pode acontecer nas principais lutas de mais um bom evento do Ultimate.

Na luta principal, ‘All American’ Chris Weidman enfenta o jovem e talentoso Kevin Gastelum. Weidman faz parte de um seleto grupo que conquistou o cinturão do UFC sem nunca ter perdido uma luta em toda a carreira. Defendeu ainda bem sucedidamente em 3 oportunidades, até que enfrentou Luke Rockhold, acabou sendo nocauteado e perdeu o posto de campeão. Posteriormente foi nocauteado mais duas vezes, para Yoel Romero e Gegard Mousasi, acumulando assim 3 derrotas consecutivas. O pupilo de Ray Longo busca agora a redenção na Organização.



Kelvin Gastelum conseguiu entrar no TUF 17, cujos treinadores eram Jon Jones e Chael Sonnen, fazendo parte do ‘Team Sonnen’. Gastelum fora o último a ser escolhido dentre todos os participantes da casa, e no final acabou se sagrando grande campeão ao bater o perigosíssimo “Homem Ambulância” Uriah Hall. Depois disso foram 10 lutas, 7 vitórias, 2 derrotas e 1 ‘No Contes’ em sua última luta – Gastelum nocauteou Vitor Belfort no UFC Fortaleza, porém testou positivo para o uso de maconha, e assim o resultado acabou sendo alterado para ‘no contest’. 

Este confronto traz dois lutadores que adoram caminhar pra frente, que buscam ir pra cima dos oponentes. Chris troca um pouco e busca entrar nas pernas, para assim derrubar e trabalhar o ‘ground and pound’, as vezes até arrisca algumas posições de jiu jitsu no solo. Por sua vez, Gastelum trabalha bem mais pressão, num ritmo bem mais acelerado. Tem cada vez mais gostado de trabalhar a trocação, muitas vezes também buscando colocar o oponente de costas na grade, ao melhor estilo Cain Velasquez – mais um detalhe que podemos acrescentar aí sobre o porque de Kelvin ser apelidado de “Velasquinho“. Apesar de 3 derrotas consecutivas, Weidman não pode ser subestimado. Gastelum vai fazer sua 4ª luta nos pesos médios, e terá agora o grande desafio nessa nova divisão. Por tudo aqui apresentado, o palpite é que Kelvin Gastelum saia vitorioso por decisão unânime dos juízes.

Na luta de abertura do card principal, teremos ‘El Terror’  Jimmie Rivera enfrentando o maior talento da nova geração do MMA brasileiro, Thomas Almeida. 

Jimmie Rivera tem só 28 anos e um cartel com 21 lutas, 2o vitória e apenas 1 derrota. Essa derrota foi em sua 2ª luta profissional, e desde então já são 19 vitórias consecutivas, sendo 4 delas pelo UFC, a última sobre uma lenda do esporte, ‘The California Kid’ Urijah Faber. Antes do Ultimate, já foi campeão de eventos menores, tais como KOTC (King of the Cage), ROC (Ring of Combat) e CFFC

Thomas Almeida tem apenas 25 anos e um cartel com 22 lutas, 21 vitórias e apenas 1 derrota. Brasileiro chegou a engrenar 20 vitórias consecutivas, sendo 4 delas pelo UFC. Neste período, fora campeão peso galo do MMASH (MMA Super Heroes) e do Legacy, além de ter ganhado 4 bônus em 4 lutas (1 “Luta da Noite” e 3 “Performance da Noite). Após essa grandiosa sequência, acabou sendo nocauteado por Cody Garbrandt, que hoje é o campeão da categoria. Após a derrota, lutou apenas uma vez, quando acabou nocauteando Albert Morales, vencendo por nocaute técnico no 2º round, e ganhando mais um bônus de “Performance da Noite”.

Os 2 lutadores são agressivos, gostam de trocar porrada. Thominhas gosta de manter o combate exclusivamente no solo, enquanto Rivera por vezes ataca as pernas dos oponentes para levá-los ao solo. Apesar das características agressivas e cartéis parecidos, existe uma grande diferença entre os dois. Thominhas é nocauteador, onde de 20 vitórias venceu 17 por este método. Rivera por sua vez costuma levar mais na decisão dos juízes, obtendo assim 14 de suas 20 vitórias por este método. Esse é um combate que promete muito, tendo grande potencial inclusive para luta da noite. A aposta deste que vos escreve é que Jimmie Rivera saia vencedor por decisão unânime. 

UFC on Fox 25: Weidman vs Gastelum

22 de julho, Nassau Coliseum, Long Island, Nova Iorque, EUA

CARD PRINCIPAL

Médios: Chris Weidman x Kelvin Gastelum
Penas: Dennis Bermudez x Darren Elkins
Meio Pesados: Patrick Cummins x Gian Villante
Galos: Jimmie Rivera x Thomas Almeida

CARD PRELIMINAR

Meio Médios: Lyman Good x Elizeu Capoeira
Médios: Rafael Natal x Eryk Anders
Meio Médios: Ryan LaFlare x Alex Cowboy
Pesados: Damian Grabowski x Chase Sherman
Penas: Kyle Bochniak x Jeremy Kennedy
Galos: Brian Kelleher x Marlon Vera
Pesados: Timothy Johnson x Júnior Albini
Penas: Shane Burgos x Godofredo Pepey
Leves: Frankie Perez x Chris Wade

 



Categorias
LutasMMA InternacionalUFC

Pai, marido, neto, amante da família; filho de Deus; Graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) na Universidade Federal do Maranhão; Editor chefe do Nocaute na Rede,; Redator nas seções de MMA nacional e internacional; Apaixonado por rádios, jornais, livros, podcasts, filmes, séries, comidas, esportes em geral; MMA é uma paixão absurda; Praticante de MMA e muay thai; Crítico Social
Sem Comentários

Responder

*

*

dezesseis − 12 =

RELACIONADO POR