Rafael Sapo admite que precisa melhorar e planeja retorno ao UFC em setembro

Rafael Natal é um dos 93 lutadores brasileiros que atualmente estão sob contrato com o maior evento de MMA do mundo. O lutador de 31 anos que já possuí quase 10 anos de...

Rafael Natal é um dos 93 lutadores brasileiros que atualmente estão sob contrato com o maior evento de MMA do mundo. O lutador de 31 anos que já possuí quase 10 anos de carreira, acumula um cartel com 24 vitórias, e mesmo não estando em boa fase no UFC, vence 5 de lutas no evento, perdeu 4, e empatou em uma ocasião, Rafael com outros lutadores, não chegou no UFC atoa, e em entrevista exclusiva nos conta sobre a maior dificuldade que enfrentou:

“A maior dificuldade foi a decisão de largar tudo e decidir viver da luta. Eu era empresario e já tinha meu próprio negocio e quando vi que queria viver da luta foi uma decisão muito difícil. Mas gracas a Deus esta dando certo, a cada dia tenho mais a certeza q fiz a escolha certa.”



Tanto foi certa, que são quase 4 anos atuando no UFC, sendo que para se manter na organização, o lutador travou duras batalhas, lembrando que chegar no UFC hoje em dia chega a ser mais fácil do que se manter no evento.

UFC Fight For the Troops - Kennedy v Natal

Rafael Natal antes de combate contra Tim Kennedy (Foto: Jeff Bottari / Zuffa LLC / UFC)

Em seu último combate, Rafael Natal enfrentou Ed Herman, mas não teve tanta “sorte”. No UFC Fight Night: Brown vs Silva, que aconteceu no dia 10 de maio, o brasileiro fez uma luta equilibrada, e em um resultado apertado, acabou sendo derrotado por decisão unanime. Rafael Natal acredita que vence, mas reconhece que não devia ter deixado a luta nas mãos dos arbitro laterais.

“Eu acho que ganhei a essa luta, claro foi uma luta bem apertada mais acho que ganhei o primeiro e o segundo round mais não da para ficar lamentando, não acho q lutei bem e o Herman fez uma boa luta. Acho que faltou eu atacar mais no terceiro round, como estava achando q tava ganhando os 2 primeiros rounds, eu quis administrar o terceiro e acho que  foi um grande erro, temos que lutar para ganhar todos os rounds e claro, nunca deixar a luta nas mãos dos juízes.”

Rafael Natal vinha de três vitórias consecutivas, e já se aproximava do Top 15 da categoria dos médios, até  ganhou a oportunidade de última hora de encarar Tim Kennedy, e mesmo tendo começado bem o combate, acabou derrotado, quando o norte americano acertou um potente golpe. Natal, como já foi dito perdeu a luta seguinte também,mas admite as falhas e promete voltar melhor:

“Falta fazer nas lutas o que tenho feito nos treinos, tenho treinado muito bem evoluindo bastante mais infelizmente não to conseguindo fazer o mesmo nas lutas, espero mudar isso na próxima.”

UFC on FOX: Natal v Spencer

Rafael Natal finalizando Sean Spencer (Foto: Josh Hedges / Zuffa LLC / UFC)

O próximo evento em território brasileiro, será o UFC Brasília, que acontece no dia 13 de setembro no ginásio Nilson Nelson. E se depender da vontade do lutador, Sapo deve fazer sua terceira luta no Brasil em breve:

“Conversei com meus treinadores e empresários e vamos tentar marcar para setembro. Lutar no Brasil é sempre muito bom, nada como lutar dentro de casa com a torcida brasileira.”

Sapo já travou duras batalhas no UFC, mas a luta que mais o marcou não foi nenhuma da dez que fez na organização, e sim a última que fez antes de ser contratado pelo UFC, quando lutou no evento Mossin: God of Martial arts, e venceu o duelo por nocaute:

“Acho que minha luta com o Travis Lutter foi uma grande luta onde nocauteei no primeiro round e foi a luta me colocou no UFC.”

Faixa preta de Jiu jitsu, sua especialidade, Rafael Natal aponta com ídolos no MMA, algumas feras da trocação, e do MMA mundial: 

“E difícil falar um só, admiro vários lutadores como Dan Henderson, Minotauro, Fedor, Wanderlei, Anderson Silva, GSP, entre outros.”

Encerrando a entrevista exclusiva que o lutador concedeu a o “Nocaute na Rede”, rafael Sapo agradece o carinho dos fãs:

“Gostaria de agradecer a todos por me apoiarem nas vitorias e nas derrotas, se Deus quiser vamos voltar as vitorias e espero ter o apoio de todos vocês.”

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Sem título

Escrito por Victor Nunes



Categorias
EntrevistasLutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

dezoito − quinze =

RELACIONADO POR