Relembre as lutas mais polêmicas do MMA.

O MMA ainda sofre com a descrença de alguns. Diferente de outros esportes de combate, o MMA não possui uma Confederação. A descrença se dá pelo fato de que...

O MMA ainda sofre com a descrença de alguns. Diferente de outros esportes de combate, o MMA não possui uma Confederação. A descrença se dá pelo fato de que os maiores Eventos de MMA são organizados porempresas particulares. Não é costumeiro ver atletas do Boxe, Muay Thai, Tae Kwon Do e demais artes reclamarem das organizações, mesmo quando se aposentam. Temos uma listade vários atletas do MMA que, depois que se aposentaram, deram com a língua nos dentes. Wanderley Silva é um deles. Sua briga constante com o UFC reforça essa tese. Diante de tantos comentários envolvendo possíveis manipulações de resultado dentro dos eventos de MMA, resolvemos listar algumas lutas que ficaram marcadas, não pelo combate em si, mas por resultados absurdos. Confira:

ANDERSON SILVA X CHRIS WEIDMAN



Realizada em 06 de julho de 2013, a luta foi chamada de “Octogonazzo”, em referência a final da copa de 50, quando o Brasil perdeu para o Uruguai de virada, em pleno Maracanã. Esse dia ficou conhecido como “Maracanaço”. Anderson vinha de uma longa invencibilidade e entraria no octógono para enfrentar o invicto Chris Weidman. Defendendo as investidas de Weidman para levar a luta para o chão e das vezes em que foi para o chão conseguiu se safar, Spider passou a brincar, tentando causar algum dano psicológico a Weidman. Mal sabia Spider que o oponente é formado em psicologia e não caiu nas brincadeiras. Durante um ataque de Weidman, Spider se esquivou de uma sequência de socos, sendo atingido pelo último e sendo nocauteado. A polêmica se deu pelo fato de Spider estar brincando, no momento em que foi nocauteado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

LYOTO MACHIDA X PHIL DAVIS

No UFC Rio 4, realizado em 03 de agosto de 2013, tivemos a grande disputa entre José Aldo e o Zumbi Coreano. Mas uma das lutas que antecederam a disputa, ficou marcada pelo resultado. A luta entre Lyoto Machida e Phil Davis. Davis foi declarado vencedor, mesmo Lyoto sendo mais contundente e acertando mais golpes. Davis levou vantagem nas quedas.

(Foto: André Durão / Globoesporte.com)

(Foto: André Durão / Globoesporte.com)

GSP X HENDRICKS

O polêmico Terceiro Round gerou muita controvérsia. Fora ele a luta estaria empatada em 2×2. Há quem ache que o desafiante Johnny Hendricks venceu, mas o resultado foi a favor de GSP, que venceu por decisão dividida. Hendricks foi mais incisivo em seus ataques, mas desbancar o maior vendedor de PPV do UFC não seria nada fácil.

(Foto: Getty Images)

(Foto: Getty Images)

JONES X GUSTAFSSON

Uma luta bastante equilibrada, onde qualquer fator decisivo seria bastante relevante. A luta foi de pura trocação e o Sueco fez um estrago enorme no rosto do campeão, que foi declarado vencedor por decisão unânime, gerando insatisfação por parte do público presente.

Foto: Reprodução

Foto: Divulgação

RAMPAGE X FORREST GRIFFIN

Com uma tática bastante eficiente, onde usou chutes para minar a aproximação do então Campeão dos meio-pesados, Forrest foi declarado vencedor e este resultado foi bastante contestado por parte de Quinton Rampage, nas comissões atléticas, mas sem sucesso. Para muitos, o resultado foi absurdo e a polêmica perdura até hoje.

Foto: fightinsider.com

Foto: fightinsider.com

DAN HENDERSON X RICH FRANKLIN

No UFC 93, em Dublin, um duelo marcou o evento: O confronto entre Hendo e Franklin. A luta foi bastante equilibrada, deixando os árbitros e o público presente sem saber o vencedor. Uma luta que o resultadomais correto seria o empate, mas a decisão acabou indo para Dan Henderson.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

FORREST GRIFFIN X STEPHAN BONNAR

A final do TUF1 que alavancou de vez o UFC, é considerada por Dana White como a luta mais importante da história, por ter atraído a atenção do público e ter uma grande venda de PPV. Muita gente considera Bonnar como vencedor, embora a vitória tenha sido dada a Griffin. No final, ambos os lutadores foram contratados pelo UFC, com o contrato de 6 dígitos, prêmio oferecido ao campeão do TUF.

Foto: athleticpoetics.com

Foto: athleticpoetics.com

PEDRO RIZZO X RANDY COUTURE

Um confronto entre diferentes modalidades.Um Grappler contra um Striker. Foi uma luta bastante equilibrada. Enquanto Rizzo dava show de trocação, Couture levava para o chão e fazia seu trabalho. Muita trocação, tanto em cima como embaixo. No fim, uma surpresa: Ao anunciar Couture como vencedor, o próprio lutador ficou surpreso com o resultado.

Foto: mmamania.com

Foto: mmamania.com

CONDIT X DIAZ

Durante a lesão do então campeão GSP, Condit e Diaz lutaram pelo cinturão interino. No melhor estilo “Machida”, Condit usou de contragolpes para atacar Diaz, que buscava mais a luta, dominando o centro do octógono e caminhando sempre pra frente. Condit foi declarado campeão e logo em seguida, os exames de Diaz atestaram para o uso de maconha. 

Foto: www.reddit.com

Foto: www.reddit.com

WANDERLEY SILVA X RICARDO ARONA

Época áurea do extinto e saudoso evento japonês”PRIDE”. Sempre afiado nas trocações, o “Cachorro Louco” causou estragos no rosto de Arona, embora esse tenha tido maior controle da luta. Era a segunda luta entre os brasileiros e valia o cinturão dos médios. Wanderlei foi anunciado vencedor e os muitos fãs de Ricardo Arona fazem menções de “garfo” até hoje.

Foto: imagekb.com

Foto: imagekb.com

Comente, qual foi a luta mais polêmica desta lista? E se houver outra qual você incluiria?

Siga o Grupo MundoMMA no Facebook: https://on.fb.me/143Aqek

Curta Nocaute na Rede no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Bruno Carvalho



Categorias
EspeciaisLutas

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

doze − quatro =

RELACIONADO POR