Renan Barão e José Aldo atropelam adversários no UFC 169

O primeiro grande evento do UFC ano não podia ter sido melhor, ainda mais para o Brasil que lavou a alma, com Renan Barão e José Aldo mostrando toda...

O primeiro grande evento do UFC ano não podia ter sido melhor, ainda mais para o Brasil que lavou a alma, com Renan Barão e José Aldo mostrando toda sua técnica, maestria e força da agora mais do que nunca, a melhor academia do mundo chamada Nova União. No evento ainda tivemos. No card preliminar do evento, destaque para o a grande revelação russa contra Tony Martin que quase foi finalizado no primeiro round, reverteu e dominou os rounds seguintes de forma espetacular em uma das melhores lutas da noite. Outra grande luta das preliminares foi entre Al Iaquinta e Kevin Lee. Iaquinta conseguiu bos posições e foi muito superior na trocação, mas Kevin Lee não desistiu, e quase finalizou no segundo round. No fim das contas Al Iaquinta saiu vencedor.

O primeiro brasileiro a entrar no octógono do UFC, Alan Nuguette representou bem o Brasil, o lutador de incrível história de superação, ex engraxate, se mostrou ao mundo do MMA no UFC 169. Com uma envergadura muito superior, Nuguette controlava bem a distancia, mas Makdessi também acertava bons golpes de esquerda. Ouvindo bem seu córner Nuguette tentava quedar Makdessei em algumas oportunidade e somava seus pontos. No decorrer da luta Nuguette ainda tentava acertar bons golpes de capoeira e Makdessi não conseguiu impor bem seu jogo, nem se aproximar muito do brasileiro que venceu por decisão unanime, com direito a um 30-27 sobre o canadense.



020114 UFC 169 Live G24 JN.vnocropresize.940.529.medium.15

Nuguette e Makdessi trocando golpes (Foto: Fox Sports)

No card preliminar, ainda tivemos uma luta morna entre Nick Catone e Tom Watson, Neil Magny contra o russo Gasan Umalatov, que parece sentiu a pressão de  lutar no Ultimate. E lutas mais movimentadas como Clint Hester vs Andy Enz e Chris Cariaso vs Danny Martinez que em luta bem equilibrada, de bons momentos para ambos os lutas teve Caraiso com o braço levantado no final. Na luta de Hester contra Enz, Hester com sua trocação muito superior comandava as ações da luta e por pouco não aplicou o nocaute em Enz com uma boa sequencia de socos no primeiro round. Enz até sobreviveu e resistiu bem durante a luta, mas perdeu por decisão unanime.

Abrindo o card principal, do evento, foi simplesmente um show, espetacular e todos as palavras possíveis para elogiar e dar os parabéns para os donos da luta da noite, Jamie Varner e Abel Trujillo. Varner começou melhor na luta e com seu boxe agressivo acertava os melhores golpes em Trujillo. No primeiro round Varner ainda conseguiu uma boa queda e por pouco não finalizou, quando estava em pé Trujillo ligava o modo “Wanderlei Silva” e partia com tudo pra cima. No segundo round tivemos o ápice da luta e do evento, Varner acertou Trujillo com bons socos que sentiu, Varner foi pra cima, Trujillo caia e se levantava soltando socos no automático, parecia que estava tudo acabado. Até que em uma das maiores viradas da história do UFC, Trujillo acertou um potente soco de direita que apagou completamente Varner, faturando o prêmio de nocaute da noite na melhor luta do evento.

020114-UFC-169-Live-G27-JN.vnocropresize.940.529.medium.9

Trujillo no momento do nocaute em Jamie Varner (Foto: FOX Sports)

Os pesos moscas John Lineker e o russo Ali Bagautinov lutavam não só pela vitória, mas também pelo provável posto de desafiante ao cinturão da categoria, que tem como campeão Demetrious Johnson. No combate, Bagautinov começou dominando as ações, derrubava o brasileiro com facilidade e o frustava, assim levando o primeiro round. No segundo round Lineker voltou melhor, defendeu as quedas e acertou bons golpes na linha de cintura, empatando a luta. Mas no terceiro round tivemos mais do primeiro, Lineker era quedado com muita facilidade pelo russo. Bagautinov dominou completamente o terceiro round, tirou onda no final e adiou o sonho do brasileiro de disputar o cinturão, faturando a vitória por decisão unanime.

Na luta seguinte, um duelo de desesperados, Frank Mir e Alistair Overeem lutavam pelo emprego, já que somados acumulavam 5 derrotas seguidas no UFC. No combate Overeem dominou todas as ações, fez o que quis na luta, e por muito pouco não nocauteou no primeiro round. Mir não fez nada mais que não fosse apanhar. Com sua velocidade muito superior na trocação Overeem castigava Mir, e até e quedava o americano, foram três rounds impecáveis do holandês que retomou o caminho das vitórias. Mais uma decisão unanime no UFC 169 e muito provavelmente um novo ex campeão do UFC desempregado na área.

alistair-overeem-golpeia-frank-mir-durante-luta-do-ufc-169-1391323128818_1920x1080

Overeem castigando Frank Mir (Foto: Getty Images)

No co-main event do UFC 169, José Aldo era o franco favorito para luta contra Lamas. Mas pra quem pensava que seria um passeio, digo um nocaute rápido ou algo parecido se surpreendeu, Lamas não se intimidou com Aldo e tomava as ações no começo da luta. Aldo foi estratégica mente perfeito, estudava a luta e batia só “na boa”, com golpes precisos Aldo levou o primeiro round. No segundo Aldo veio ainda melhor, dessa vez jogando seus chutes potentes, frustava Lamas, que até tentava chutes, mas sem sucesso, mais um round tranquilo para o brasileiro. No terceiro mais do mesmo, Aldo melhor, acertando chutes que Lamas sentia, mas não recuava, atacava, mas era contra golpeado. 

No quarto round, Lamas que tem como ponto forte o jogo de solo, enfim tentava botas a luta pra baixo, mas foi surpreendido mais uma vez, Aldo que derrubou Lamas e só controlou por cima, tentou finalizar com uma mata leão e dominava Lamas. O americano no final do round ainda se levantou, mas foi mais um round para o brasileiro. No ultimo round, com os lutadores um pouco mais desgastados, mais uma vez Aldo botou Lamas pra baixo, mas desta vez o americano de forma incrível reverteu e dominou até o fim do round, mas já era tarde. Com um triplo 49-46, José Aldo mantem seu titulo no UFC de forma estrategicamente perfeita, não correu riscos.

020114 UFC 169 Live G37 JN.vnocropresize.940.529.medium.89

Aldo acertando Ricardo Lamas (Foto: Fox Sports)

Na luta principal do UFC 169, Faber mais uma vez tentava livrar-se da sina de vice campeonatos, sempre sendo derrotado ao disputar o cinturão. Já Barão tinha a grande chance de se firmar como um dos melhores peso por peso do mundo, defendendo seu titulo pela primeira vez e voando nos treinos, sendo elogiado por todos os lados, inclusive por BJ Penn e Popó Freitas em passagem pela Nova União. Mas vamos a luta, Faber com sua nítida evolução na trocação, tomava mais iniciativa no começo da luta e Barão epenas se esquivava com perfeição e contra golpeava. 

Até que em um dos golpes desferidos por Faber se desequilibrou e o brasileiro acertou bons socos em Faber que rodou, e riu após a situação. Em seguida Barão começou a partir mais para o ataque, e acertou um bonito direto em Faber que caiu atordoado, Barão foi pra cima, mas Faber resistiu. Mas não demorou muito para Barão acertar outro belo golpe, mais uma vez Faber estava em apuros e quase não respondia os golpes, Barão foi pra cima, aplicando vários knockdowns em sequencia até o americano cair de vez. Barão tomou as costas e Faber parecia se recuperar, mas ficou estático no chão do octógono, apenas recebendo os socos com as mãos na cabeça, Barão olhou para o juiz e Herb Dean não teve duvidas em parar a luta. Incrível vitória do brasileiro, que mesmo com a decisão polemica do arbitro de parar aluta, estava dando um show no combate, e devia e nocautear Faber mesmo se a luta prosseguisse.

ufc-169-barao-1-size-620

Renan Barão conectando golpe preciso no rosto de Faber (Foto: Getty Images)

Bônus

Nocaute da noite: Abel Trujillo
Luta da noite: Abel Trujillo vs Jamie Varner

Resultados

Card Principal
Renan Barão venceu Urijah Faber por nocaute técnico no primeiro round.
José Aldo venceu Ricardo Lamas por decisão unanime.
Alistair Overeem venceu Frank Mir por decisão unanime.
Ali Bagautinov venceu John Lineker por decisão unanime.
Abel Trujillo venceu Jamie Varner por nocaute no primeiro round.
Card Preliminar
Alan Patrick venceu John Makdessi por decisão unanime.
Chris Cariaso venceu Danny Martinez por decisão unanime.
Nick Catone venceu Tom Watson por decisão dividida.
Al Iaquinta venceu Kevin Lee por decisão unanime.
Clint Hester venceu Andy Enz por decisão unanime.
Rashid Magomedov venceu Tony Martin por decisão unanime.
Neil Magny venceu Gasan Umalatov por decisão unanime.

Siga o Grupo MundoMMA no Facebookhttps://on.fb.me/143Aqek

Siga o Nocaute na Rede no Instagram: https://bit.ly/19p66yi

Curta Nossa Página no Facebook: https://on.fb.me/18HEkvH

Escrito por Victor Nunes

Twitter: @vic_nr



Categorias
LutasUFC

Criado em 14 de agosto de 2013, o Nocaute na Rede tem como principal objetivo FORTALECER o crescimento do esporte pelo Brasil e mundo a fora, é por isso que desde o início divulgamos os pequenos eventos e atletas que estão começando no cenário nacional.
Sem Comentários

Responder

*

*

20 − um =

RELACIONADO POR