RESPEITO. Conor McGregor não tem nada além de RESPEITO por CM Punk.

Apesar da má estreia, o astro do WWE recebeu palavras de conforto e respeito de outros lutadores, incluindo Conor McGregor.
(Foto: Montagem)

Foi rápida, rasteira e ligeira a estreia de Phillip “CM Punk” Brooks pelo UFC. E infelizmente, não com vitória… O americano desafiou as críticas, treinou duro na Roufusport junto ao coach Duke Roufus (o mesmo de Anthony e Sergio Pettis) e entrou de cabeça erguida no octógono, para testar suas forças contra o novato Mickey Gall. Foi finalizado em 2m14s com um mata leão, ainda no primeiro assalto, e saiu do octógono carregando um mar de críticas e piadas…

Mas CM Punk não recebeu apenas críticas… Muitos lutadores aplaudiram sua coragem e determinação, incluindo o campeão dos pesos-penas Conor “Notorious” McGregor. No melhor estilo falastrão, Conor alfinetou o WWE (organização de wrestling que fez a fama e o nome de Punk e que foi a primeira a manifestar críticas e piadas sobre o desempenho do ex-companheiro de trabalho) e elogiou a postura do americano.



Phil "CM Punk" Brooks (Foto: MMAMania)

Phil “CM Punk” Brooks (Foto: MMAMania)

“Vou te dizer o seguinte: jogo justo com ele, pois ele entrou lá e lutou. Nem muitas pessoas fazem isso. Não são muitas pessoas que tem colhões para fazer aquela caminhada. Ele teve seu traseiro chutado. Deus o abençoe. Já falei que esses caras do WWE são uns frouxos, mas ele provou que não é. Ele entrou lá e lutou. Respeito a ele.”

(Conor McGregor sobre CM Punk)

CM Punk apesar da derrota, se mostrou feliz e otimista com o futuro e após a luta, mostrou claro desapontamento com o resultado mas disse que acredita em si mesmo e que continuará lutando, dizendo “Eu tento gostar da vida, até das coisas ruins. Perder é uma das coisas ruins, mas por mais que pareça loucura, eu estou feliz. Estou amando isso”.

Punk faturou alto com esta luta, 500 mil dólares, bem mais que o adversário Mickey Gall. É o segundo wrestler da WWE que tenta a sorte no UFC, sendo o primeiro deles o ex-campeão dos pesos-pesados Brock Lesnar. Punk, segundo o chefão Dana White, não deve ter uma segunda luta pelo UFC pelo menos até então. Se continuar lutando, é provável que sua segunda luta não seja pelo banner do Ultimate.



Categorias
LutasMMAMMA InternacionalUFC

Paulistano, São Paulino, baterista, perito em TI, fanático por lutas e viciado em games. Colunista e redator Nocaute Na Rede.
    Sem Comentários

    Responder

    *

    *

    dois × um =

    RELACIONADO POR